Tabela de Conversão de Graus de Escalada

A escalada como esporte também possui suas peculiaridades como a graduação de vias. Tocar no assunto de graus de escalada é assunto polêmico, e este artigo não é para isso, e sim divulgar uma maneira de traduzir os graus encontrados pelo mundo afora.

Como é padrão adotado por cada comunidade de escalada, uma diferente da outra, existem muitas espalhadas pelo mundo Mesmo assim algumas são consideradas padrão e adotadas por muitos como a francesa e americana.

No Brasil existe uma graduação própria para graus de escalada esportiva e tradicional. Porém para a prática de Boulder no Brasil (ao menos na maioria dos estados) é utilizado comumente a graduação americana.

Veja abaixo a tabela COMPLETA de Conversão de Graus de Escalada existentes no mundo:

Tabla-conversion-de-grados1[1]

There are 96 comments

  1. Adam Ondra não consegue estabelecer marca inédita: Encadenar à vista via de Yosemite

    […] Encadenar qualquer projeto, independente do grau, possui um grau de dificuldade que exige apurada técnica e força. É, talvez, a melhor “medida”, para saber se um escalador está no nível do grau que escala ou não. É o tipo de ascensão mais utilizada em campeonatos de escalada. É exatamente isso que Adam Ondra procura no momento: projetos desafiadores para encadenar à vista. Para isso, Ondra foi até a capital das vias tradicionais, Yosemite, para tentar encadenar a via “Salathé Wall”, graduada em 5.13b (9c brasileiro). […]

  2. Oriane Bertone: A frencesa de 12 anos que já encadena V13 - Assista ao vídeo

    […] Na escalada, especialmente nos últimos 10 anos, é visto uma evolução acelerada de escaladores que, a cada dia, quebram marcas que antes pareciam inatingíveis. Especialmente os escaladores mais jovens, que foram introduzidos bem cedo à escalada, começam a destacar-se dentre o universo atual de praticantes. Este parece ser o caso de Oriane Bertone, uma escaladora de 12 anos (isso mesmo DOZE!) que recentemente teve um vídeo seu postado na internet encadenando o segundo (isso mesmo, SEGUNDO!) boulder de graduação V13. […]

  3. Carei

    Na verdade estas tabelas são sempre controversas. Nunca é exatamente aquilo. Por exemplo: usamos o V0. tem lugares que o V1 está proximo do VI sup, VII. Dentro do próprio Brasil a graduação varia. Tem lugares que o V é mais hard, em outros, mais simples.
    Mas com certeza ajuda bastante.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.