Tabela de Conversão de Graus de Escalada

A escalada como esporte também possui suas peculiaridades como a graduação de vias. Tocar no assunto de graus de escalada é assunto polêmico, e este artigo não é para isso, e sim divulgar uma maneira de traduzir os graus encontrados pelo mundo afora.

Como é padrão adotado por cada comunidade de escalada, uma diferente da outra, existem muitas espalhadas pelo mundo Mesmo assim algumas são consideradas padrão e adotadas por muitos como a francesa e americana.

No Brasil existe uma graduação própria para graus de escalada esportiva e tradicional. Porém para a prática de Boulder no Brasil (ao menos na maioria dos estados) é utilizado comumente a graduação americana.

Veja abaixo a tabela COMPLETA de Conversão de Graus de Escalada existentes no mundo:

Tabla-conversion-de-grados1[1]

There are 145 comments

  1. Filme “Age of Ondra” é liberado gratuitamente para visualização na íntegra – Blog do FJ

    […] De vez em quando, há atletas que redefinem seu esporte. Adam Ondra, o astro de 26 anos da República Tcheca, é um deles e está escalando para nova dimensão do potencial humano. No ano de 2017, Ondra estabeleceu uma referência neste esporte, alegando que sua via ” Silence” e classificando-a em 9c francês (13a brasileiro). […]

  2. Escalada e assistência médica: Filme mostra a simbiose entre as das duas atividades

    […] O compromisso de Dr. Volker Schoeffli e sua esposa no Laos não é apenas trabalho. De fato, Volker e sua parceira até conseguiram melhorar e melhorar diferentes áreas de escalada em um ambiente que certamente não é fácil do ponto de vista climático, mas que potencialmente oferece tantas possibilidades. Os dois vivem em Frankenjura, capital da escalada da Alemanha, e atuam como médicos da equipe de escalada do país. Eles também são escaladores experientes, completando rotas classificadas até 8° grau francês (9c a 11b brasileiro). […]

  3. Quem eram David Lama, Hansjörg Auer e Jess Roskelley

    […] Na ocasião Habelerum supervisionava um pequeno grupo de oito a dez crianças em um dia de escalada. Peter percebeu logo em seguida que o jovem tinha um grau de talento incomum para a escalada em rocha. David Lama tinha na época a idade de cinco anos. Aos 12 anos de idade, David tornou-se o escalador mais jovem da história do esporte a completar um 8b+ francês (10c brasileiro) […]

  4. Guia essencial da Eslovênia - Trekking e escalada no celeiro dos melhores escaladores da atualidade

    […] São sete setores principais que oferecem mais de 350 vias ao redor de Bled (incluindo Bodesce, Bohinjska Bela, Bitenj potok, Bitnje e Bohinj), todas bem chapeletadas em rochas compactas de calcário. Todas as rotas são geralmente esportivas e com uma boa variedade de graus em todas as falésias. De acordo com os guias impressos da região, os quais podem ser comprados em qualquer loja do país, a maioria das vias fica na faixa 6a a 7b francês (6º a 8b brasileiro). […]

  5. Adam Ondra não consegue estabelecer marca inédita: Encadenar à vista via de Yosemite

    […] Encadenar qualquer projeto, independente do grau, possui um grau de dificuldade que exige apurada técnica e força. É, talvez, a melhor “medida”, para saber se um escalador está no nível do grau que escala ou não. É o tipo de ascensão mais utilizada em campeonatos de escalada. É exatamente isso que Adam Ondra procura no momento: projetos desafiadores para encadenar à vista. Para isso, Ondra foi até a capital das vias tradicionais, Yosemite, para tentar encadenar a via “Salathé Wall”, graduada em 5.13b (9c brasileiro). […]

  6. Oriane Bertone: A frencesa de 12 anos que já encadena V13 - Assista ao vídeo

    […] Na escalada, especialmente nos últimos 10 anos, é visto uma evolução acelerada de escaladores que, a cada dia, quebram marcas que antes pareciam inatingíveis. Especialmente os escaladores mais jovens, que foram introduzidos bem cedo à escalada, começam a destacar-se dentre o universo atual de praticantes. Este parece ser o caso de Oriane Bertone, uma escaladora de 12 anos (isso mesmo DOZE!) que recentemente teve um vídeo seu postado na internet encadenando o segundo (isso mesmo, SEGUNDO!) boulder de graduação V13. […]

  7. Carei

    Na verdade estas tabelas são sempre controversas. Nunca é exatamente aquilo. Por exemplo: usamos o V0. tem lugares que o V1 está proximo do VI sup, VII. Dentro do próprio Brasil a graduação varia. Tem lugares que o V é mais hard, em outros, mais simples.
    Mas com certeza ajuda bastante.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.