Existe relação entre Tendinite e consumo de Laticínios?

Sabendo de notícias de que alguns escaladores ficam se digladiando para sair da tendinite e voltar a se dedicar a escalada me inspirou a escrever este artigo.

Obviamente para aqueles escaladores que buscam saídas em medicina Holística recomendo a sorte e o desejo forte de que encontrem o juízo em algumas das dores que nunca são curadas.

Mas o que é uma tendinite?

Tendinite é a inflamação dos tendões causada por fatores mecânicos ou químicos.

O primeiro caso decorre de sobrecarga, esforços prolongados e repetitivos, já o segundo ocorre por desidratação, alimentação incorreta e presença de toxinas no organismo.tendinite

Tendões são fibras de tecidos de conexão resistentes que ligam o músculo ao osso.

A inflamação se manifesta primeiramente com dores, associada muitas vezes à incapacidade de realizar alguns movimentos, como subir ou descer escadas, caminhar, dobrar os joelhos, entre outros.

A tendinite pode ser manifesta em alguns momentos de trabalhos realizados de forma rápida, sem ter feito um aquecimento necessário.

A doença pode ser confundida com artrite reumatoide, lesão por movimentos repetitivos.

O tratamento consiste no uso de anti-inflamatórios.

O repouso e a fisioterapia são essenciais. Recomenda-se aplicar bolsas de gelo. Caso a pessoa não trate a doença de forma adequada poderá sofrer uma ruptura do tendão.

Leite e Derivados do Leite

Foto: http://ortopediasp.wordpress.com/

Foto: http://ortopediasp.wordpress.com/

Um acontecimento que eu vivenciei, e que já ouvi de vários fisiologistas, alergistas e neurologistas é de que o consumo de derivados do leite influi na recuperação de uma tendinite.

Foi testado por mim , e a minha tendinite melhorou muito com o tratamento indicado e com o corte do consumo de derivados do leite (queijo, iogurte, leite, café com leite, doces a base de leite, etc…).

O leite é um alimento secretado por glândulas mamárias de fêmeas de mamíferos, destinado a seus filhotes.

O leite de vaca e de outros animais é um alimento rico em cálcio, sendo este o seu único benefício, pois não apresenta nenhum nutriente fitoquímico.

Nós humanos, somos os únicos mamíferos que continuamos com o hábito de tomar leite, mesmo depois de termos “desmamado”.

Segundo a Dra. Daniela, alguns estudos comprovam que não temos enzimas para a digestão de leite de animais de outras espécies, ele pode estar relacionado com a obesidade, pois se não temos enzimas para metabolizá-lo, ele se torna tóxico ao nosso organismo, produzindo um processo inflamatório e consequentemente ocorre o aumento da gordura corporal.

Alguns indivíduos apresentam sensibilidade à proteína do leite, diferente de apresentar intolerância à lactose (açúcar do leite).

Tendinite_lacticiniosEssa sensibilidade a proteína do leite, pode apresentar ou não sintomas característicos, os sintomas mais comuns são: Distensão abdominal (sensação de estufamento), constipação, fezes endurecidas, fezes capricas, enxaqueca, insônia ou até mesmo na forma de sintomas mais graves como gastrite, dermatite, sinusite, rinite entre outros, explica a Drª Daniela.

O diagnóstico deve ser feito através de um profissional, já que cada indivíduo é único.

O leite é um alimento mucogênico, ou seja, produz muito muco na região nasal e pulmonar, com isso pode-se haver o acumulo de bactérias ou vírus, promovendo uma ambiente favorável para infecções do trato respiratório superior.

Já os derivados do leite podem apresentar menor poder alergênico, devido ao seu processamento industrial, mas o importante é realizar a rotatividade desses alimentos e permitir que o organismo reaja se adaptando ou não a eles, pois o que pode ser ruim para alguém talvez não seja ruim para você.

Referências

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.