Organização do Master de Boulder do Chile anunciam quais atletas da elite estarão no evento

Determinado a tornar-se uma das competições de maior relevância na América do Sul, o Master de Boulder do Chile anunciou no dia de ontem quais serão os atletas de elite que irão participar do evento na edição de 2018. Neste ano o orçamento do evento, que no ano passado fez uma parceria com uma bebida energética, é mais modesto. Entretanto o evento contará com várias promessas de escaladores que possui reais chances de sonhar em ir à olimpíada de Tóquio.

Dentro das principais seleções de escalada da América do Sul, o Master de Boulder do Chile está sendo encarado como termômetro para quem está preparado para competições de alto nível. O evento, com data marcada para 23 e 24 março no Parque Juan Pablo ll, no bairro Las Condes de Santiago, capital do Chile.

Segundo a organização, está sendo esperado um púbico de aproximadamente 6 mil pessoas. Para o evento deste ano foi realizada uma apurada pre seleção de atletas chilenos em cinco etapas (Pucón, Puerto Varas, La Serena, Valparaíso y Santiago).

Os atletas de elite que irão participar do evento são:

  • Rustam Gelmanov: Nascido no Cazaquistão, mas possui nacionalidade Russa, é considerado um dos melhores escaladores do mundo e visita o Chile com o objetivo de corroborar a expectativa. O atleta possui ao total 15 títulos mundiais de escalada e está sendo considerado o favorito para ganhar a 11º edição do evento.
  • Jessica Pilz: Escaladora austríaca de 21 anos de idade e atualmente está em 5º no Ranking da International Federation of Sport Climbing (IFSC). A atleta vem cotada como a favorita no feminino para vencer.
  • Valentina Aguado: A atleta argentina, de apenas 16 anos de idade, é a maior esperança da América do Sul de emplacar um atleta para as Olimpíadas de Toquio. Possui as melhores colocações de uma sul-americana em campeonatos oficiais do IFSC da história. O Master de Boulder do Chile é a sua praia e este ano a argentina tenta o seu quarto título.
  • Aidan Roberts: Atleta inglês, de apenas 18 aos de idade (sendo apenas cinco anos de carreira esportiva), foi o primeiro britânico juvenil a ganhar uma competição adulta (European Championship).
  • Jim Pope: Escalador inglês de 18 anos de idade. Aos 15 foi medalha de ouro no European Youth Cup e é pentacampeão de escalada da Inglaterra.
  • Mauricio Huerta: Atleta mexicano que já foi campeão da edição de 2016 do Master de Boulder.
  • Mariana Fierro: Atleta mexicana que já participou de 8 mundiais de escalada, tendo como melhor resultado um 17º lugar.
  • Cintia Percivati: Atleta argentina, mais conhecida como “La Hormiga”, possui 14 anos de experiência em competições de escalada e foi a primeira argentina mulher a fazer a ascensão do Cerro Fitz Roy e a encadenar uma via de graduação 8b francês (10b brasileiro).

Além destes atletas, a maior esperança chilena da escalada atual, Soho Langbehn, confirmou presença no evento. Possui larga experiência em competições na Europa.

Brasileiros

Para a 11º edição do Master de Boulder do Chile, haverá o maior número de brasileiros inscritos no evento. Tanto escaladores, quanto potenciais anunciantes para eventos de escalada, estão com grandes expectativas ao rendimento dos atletas. Muito desta expectativa foi pela aparente profissionalização de vários atletas, que ganharam vários patrocinadores, e também pelas postagens constantes em redes sociais de treinamentos e eventos de escalada.

A boa notícia é que, diferentemente dos últimos anos quando não houve atletas brasileiras interessadas em participar do evento, para a edição de 2018 já foram confirmados atletas das duas categorias (masculino e feminino). O objetivo do time brasileiro é de que pelo menos um atleta em cada categoria classifique-se para as finais.

Foro: Gonzo Riobbo http://rocanbolt.com

O melhor brasileiro classificado no ano de 2018 foi Felipe Camargo, o qual participou como convidado, que ficou em 5º lugar. Camargo também foi o único brasileiro classificado para a final. O grupo de brasileiros que se deslocaram para Santiago para competir não conseguiu resultados expressivos.

É consenso geral que o nível dos atletas para a edição de 2018 do Master de Boulder do Chile está mais alto que do ano anterior, gerando uma expectativa ainda maior dos atletas brasileiros que irão competir no evento.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.