Características e manutenção dos mosquetões de gatilho de aço

Foto: Eliseu Frechou

Existem no mercado, dois tipos de gatilhos de mosquetão: os de zicral (feitos do mesmo material que o restante do corpo do mosquetão), e os de aço.

Apesar da aparente fragilidade, que causa receio nos principiantes, os mosquetões de gatilho de aço tem muitas vantagens em relação aos de gatilho maciço, que devem ser levadas em conta na hora de formar seu rack.

Vou citar algumas para quem não conhece ou ainda está na dúvida sobre este tipo de equipamento.

1. Peso – mosquetões de gatilho de aço são cerca de 25% mais leves que os de gatilho maciço;

2. Resistência – o fio de aço, por aceitar deformações, é até 20% mais forte que o pino que fecha o gatilho do maciço. O fio leva vantagem tanto no sentido longitudinal quanto no transversal!

3. Oscilação do gatilho – faça o teste como no vídeo abaixo e veja como, por ter mais massa e ser mais pesado, quando você bate com o mosquetão de gatilho maciço contra a sua mão, ele abre (escute o barulho). Isso não acontece com o gatilho de aço. Essa oscilação pode, no caso de uma queda, e de o escalador ser um azarado, causar o back-clipping, que é a saída involuntária da corda de dentro do mosquetão de costura;

4. Facilidade de clipagem – È muuuito mais fácil clipar a corda durante uma costura no mosquetão de gatilho de aço. Sem contar que eles “abrem” mais, pois o fio ocupa menos espaço que a barra maciça, sobrando mais espaço interno no mosquetão. Sem contar que ele não desliza a corda para os lados como é o caso do gatilho maciço que é redondo;

5. Auto-limpeza – mosquetões de barra maciça, em ambientes de neve, gelo ou sujeira, podem ter o fechamento obstruído se algum material se acumular no buraco do gatilho – o que ocasionaria uma enorme perda de resistência. Nos mosquetões de gatilho de aço, isso dificilmente aconteceria.

A única desvantagem dos mosquetões de gatilho de aço é que se o fio for amassado, ele poderá perder a funcionalidade. Então é necessário um cuidado extra no momento de desequipar rotas e não usá-los em estribos, bases e outras situações onde possam ser sobrecarregados e a carga recair sobre o gatilho, deformando-o.

Fonte: http://espnbrasil.terra.com.br/

 

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.