Quais são as marcas de equipamentos outdoor que são engajadas com questões ecológicas?

Quando qualquer pessoa que funda uma empresa, tem como objetivo principal obter algum tipo de lucro. Pode parecer “capitalista demais”, mas é um fato. Empresas que somente dão prejuízo, muito provavelmente deixam de existir. Após conseguir se estabilizar, obtendo um lucro razoável, um segundo passo desta empresa deve ser levado em consideração: o papel que desempenha na sociedade. Algumas marcas optam por se esquivar de qualquer questão social ou política, com medo da reação de seu público. Outras, muito poucas infelizmente, adotam uma postura mais incisiva em questões políticas, sociais e ecológicas.

Para praticar esportes outdoor, qualquer um deles, é necessário estar na natureza. Portanto, as empresas que exploram a atividade outdoor tenderiam ao engajamento em projetos sociais e de proteção do meio ambiente. Esta lógica, infelizmente, não faz parte de grande parte das marcas que exploram o universo outdoor. É uma realidade em todo o mundo. Basta olhar no Brasil, por exemplo, para verificar que pouquíssimas, ou mesmo nenhuma, marca (seja ela nacional ou internacional) que atua no Brasil possui um programa ligado às questões socioambientais em território brasileiro.

Esta omissão tem vários motivos, que passam desde montante de impostos, ausência de incentivo do governo federal e chega até mesmo ao explícito descaso que as empresas tratam o público que pratica esportes outdoor. Há marcas, inclusive, que removem o Brasil de campanhas internacionais (como denunciamos no ano passado), como uma mensagem indireta de que os praticantes brasileiros não “merecem” algo do gênero.

Na contramão deste tipo de postura, existem algumas empresas que, pelo menos nas aparências, procuram realizar um mínimo de ação para o maio ambiente. A marca norte-americana Patagonia é um exemplo clássico de utilizar o engajamento socioambiental como ferramenta de marketing e de identificação com seus consumidores. Diferentemente de seus principais concorrentes, suas campanhas são implementadas não somente nos EUA, mas também em vários países da América Latina.

Quando se pensa em empresa engajada em causas ecológicas já se pensa na Patagonia. Mas excluindo a empresa de Yvon Chouinard, quais são as outras empresas que procuram implementar programas de incentivo socioambiental aos seus produtos? Abaixo está uma pequena lista de marcas, algumas conhecidas outras nem tanto, que investem na conservação e sustentabilidade. Tanto para vender mais (afinal o lucro é importante), quanto para fazer a sua contribuição para o planeta.

United By Blue

O lema da United by Blue diz: “Bens Conscientes, Oceanos Mais Limpos” (Conscious Goods, Cleaner Oceans) e para cada produto vendido, um quilo de lixo é removido de rios e córregos. A campanha, até o momento, retirou o volume de 743 toneladas de lixo com mutirões em determinadas áreas escolhidas pela empresa.

Cada um destes mutirões, são documentados na página da empresa, com uma foto de cada um dos voluntários. Rios e córregos dos EUA, como Rio Chicago, Poquessing Creek, Tacony Creek, Bolsa Chica, entre outros, já foram limpos na iniciativa.

No mutirão são removidos garrafas de plástico, isopor, pneus, aparelhos antigos e todo tipo de lixo flutuante e superficial destes rios. Ainda, infelizmente, é uma iniciativa ligada a locais dos EUA, sem previsão de implementação para fora do território norte-americano.

A empresa foi fundada em 2010 e seus produtos são feitos com materiais considerados sustentáveis, como algodão orgânico, poliéster reciclado e, de acordo com a própria empresa, até mesmo os materiais de escritório têm 75% de conteúdo reciclado.

Ternua

A marca espanhola Ternua já foi destaque aqui na Revista Blog de Escalada. A empresa, além de bom gosto em seus produtos e uma busca de sustentabilidade de fazer inveja a muita empresa, recentemente lançou uma linha de mochilas totalmente feita com tecidos reciclados.

Em 2006, a marca começou a usar algodão cultivado organicamente. Desde 2013, a Ternua vem usando apenas materiais reciclados como matéria-prima para isolamento e produz artigos 100% livres de PFC e PFOA / PFOS desde o início de 2017.

Em cooperação com a empresa suíça Archroma, produz tintas que dispensam produtos químicos feitas a partir de cascas de nozes.

Oboz

A marca de calçados para esportes outdoor Oboz promete plantar uma árvore para cada par de sapatos. Parece algo muito simplório?

Pois a empresa divulga que graças a esta campanha, mais de dois milhões de árvores nativas da região foram plantadas. A conta que a empresa fez é relativamente simples, mas o objetivo é bem compreensível: reduzir a poluição.

Além de ter esta campanha, possui uma iniciativa interessante. Todos os calçados não vendidos para a empresa, mas ainda possíveis de serem usados, são doados para instituições de caridade.

Saola

A marca de calçado ecológico Saola tem dois valores principais: design ecológico e preservação da vida selvagem. Sua linha de calçados é feita de materiais como garrafas plásticas recicladas, algodão orgânico, cortiça e espuma de algas.

Como parte de seu programa de ativismo socioambiental, a empresa promete doar 1% de suas vendas para apoiar projetos ecológicos.

Lush

A marca britânica Lush Cosmetics, que recentemente encerrou as atividades no Brasil, é relativamente desconhecida de quem valoriza engajamento socioambiental de empresas. A Lush se dedica a disponibilizar produtos e práticas ecologicamente corretas. Dentre o vasto catálogo da empresa, há iniciativas como criar barras de xampu sólidas para reduzir o desperdício de embalagens, além de oferecer produtos gratuitos a clientes que levam embalagens vazias para reciclagem.

Vários dos produtos da marca são ecologicamente corretos, podendo serem usados livremente em paraísos ecológicos como patagônia, Parques Nacionais e reservas ambientais. A Lush é conhecida por vender produtos “pelados”, sem embalagem, e priorizar o uso de ingredientes vegetais frescos e orgânicos. A Lush é conhecida por vender produtos “pelados”, sem embalagem, e priorizar o uso de ingredientes vegetais frescos e orgânicos. A empresa é conhecida por se posicionar de maneira incisiva ao lado dos direitos humanos e também pelo fim dos testes em animais.

Clif Bar & Company

Segundo o coproprietário Kit Crawford, o objetivo da empresa Clif Bar é criar “o tipo de lugar onde queremos trabalhar, que faz o tipo de comida que gostaríamos de comer e que se esforça para um mundo mais saudável e sustentável”.

Pode parecer um discurso demagogo que uma analista de RH falaria a alguém em uma entrevista de emprego. Mas a empresa leva a sério este tipo de iniciativa. Dentre elas, há um inovador programa de rastreabilidade, no qual a empresa obtém ingredientes orgânicos de qualidade, em sua grande maioria certificados, oriundos de agricultores e outros fornecedores que usam práticas de trabalho consideradas justas.

Além disso os produtos da Clif Bar possuem embalagens recicláveis e a sede da empresa utiliza um enorme sistema de painéis solares para obter energia elétrica. Além disso, a empresa investe nas instalações de seus fornecedores a se tornarem ecológicas e recompensa seus funcionários a fazerem o mesmo em suas próprias casas e comutar mais energia eficiente também.

O grande destaque da marca é sua posição diante dos direitos das mulheres nos esportes outdoor. A Clif Bar tem sido defensora de salários e representação iguais para mulheres e é o principal patrocinador do festival de cinema feminino Lunafest, que acontece todos os anos.

Toad & Co.

Sustentabilidade é o objetivo principal da empresa Toad & Co. (outrora conhecida como Horny Toad ). Segundo a empresa, 100% dos produtos são feitos com materiais ecológicos em instalações na vanguarda da produção sustentável. A marca usa materiais ecologicamente corretos como algodão orgânico, cânhamo, tencel, modal lenzing, poliéster sustentável, poliéster reciclado, algodão reciclado e madeira reciclada.

A empresa faz várias alianças com ONG ligadas ao engajamento ecológico como Yosemite Facelift e Conservation Alliance. A Toad & Co. não fica somente ligada a iniciativas ecológicas, a empresa tem como foco principal a venda de roupas masculinas e femininas e doa uma parte de cada venda para criar oportunidades para adultos com deficiências.

Vege Threads

A marca australiana Vege Threads são feitos com materiais de alta qualidade e certificados pela Ethical Clothing Australia. A marca procura utilizar materiais como nylon reciclado e resíduos reciclados pós-consumo (como redes de pesca).

A marca também está comprometida com iniciativas de sustentabilidade, como redução, redução, reciclagem e escolha de embalagens ecológicas e serviço de entrega neutra em carbono.

A empresa faz parte da iniciativa 1% da Planet, que doa 1% dos lucros para iniciativas socioambientais.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.