Festival de Kendal premia “Free Solo” como melhor filme

O Kendal Mountain Festival é o maior e mais variado evento de filmes outdoor da Europa e o principal evento social para entusiastas de esportes de montanha no Reino Unido. Todos os anos, o festival é realizado na cidade de Kendal, na Inglaterra. Cineastas, produtores de TV, aventureiros, grandes marcas, atletas e palestrantes se reúnem para participar de quatro dias de filmes, palestras, livros e exposições que cobrem todos os aspectos da cultura de esportes de montanha e aventura.

No coração do programa de Kendal Mountain Festival está a competição de filmes de montanha, com relevantes premiações para filmes de todo o mundo. Ao todo, são mais de 70 filmes são exibidos (a partir de mais de 300 inscrições) com doze prêmios disponíveis.

Considerado a grande atração do evento, vencendo o Grande Prêmio, foi o filme “Free Solo”, que tem como protagonista o americano Alex Honnold. O filme documenta a preparação, tanto física quanto psicológica para escalar em estilo solo o El Capitan em Yosemite. Uma proeza de habilidade incrível e coragem que literalmente desafia a morte, a última tarefa de Honnold antes desta escalada livre era garantir à equipe de filmagem que eles não deveriam se sentir culpados se, como a maioria dos especialistas prévia, ele caísse para a morte estavam filmando ele.

O filme “Free Solo” ainda não tem data para estrear em território brasileiro, mas que deve seguir o rasto das salas que lotaram por completo nas exibições de “The Dawn Wall” (este premiado em Banff no Canadá). As premiações contemplaram filmes de vários países, não somente britânicos.

Já os principais filmes de Kendal, todos serão exibidos no Brasil pelo Freeman Film Festival, também seguindo a trilha dos cinemas lotados na temporada de 2018, com a exibição de “Dirtbag” e “The Dawn Wall”.

  • Grande Premio: “Free Solo” – Elizabeth Chai Vasarhelyi e Jimmy Chin (EUA)

  • Prêmio Juri Especial: “Wonderful Loser: A Different Sort of World” – Arunas Matelis (Lituânia)

  • Prêmio Juri Especial: “Chasing Monsters” – Krystle Wright e Toby Pike (Austrália)
  • Melhor Curta: “AMA” – Julie Gautier (França)

  • Melhor Filme Ambiental: “The Islands and the Whales” – Mike Day (Reino Unido)

The Islands and the Whales trailer from Intrepid Cinema on Vimeo.

  • Melhor Filme de Montanhismo: “La Congenialità – The Attitude of Gratitude” – Christian Schmidt (Alemanha)

  • Melhor Aventura e Exploração: “Zabadast” – Jérôme Tanon (Reino Unido)

  • Melhor Cultural: “Ascending Afghanistan” – Erik Osterholm (EUA)

  • Melhor Aventura: “Divided” – Lee Craigie (Reino Unido)

  • Melhor Som: “Parasol Peak” – Johannes Aitzetmüller e Jeb Hardwick (Áustria)

  • Melhor Visual: “This Mountain Life” – Grant Baldwin (Canadá)

This Mountain Life – Trailer from Peg Leg Films on Vimeo.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.