Briga entre escaladores e guias nepaleses tumultua campo base no Everest [ATUALIZADO]

photo_1367152582171-1-0[1]Reportado pelo jornal France 24 , dois escaladores estrangeiros tiveram uma briga, as quais sairam às vias de fato (conhecido também por sair trocando socos) com seus guias nepaleses.

A briga aconteceu por volta do iníco desta tarde, horário de Brasília.

Os escaladores “brigões” foram um suíço e um italiano identificados como Wool Stick e Simboli Morno respectivamente.

Os escaladores Ueli Steck e Simone Moro (dois dos mais famosos aplinistas da atualidade) assim como o fotógrafo Jonathan Griffithforam atacados por um grupo de Sherpas

O motivo alegado pelos Sherpas foi que o trio chutou gelo neles enquanto estavam na parede  Lhotse.

Após isso os sherpas atacaram com pedras e facas o grupo além de terem sido ameaçados de morte.

Com isso o grupo voltou mais cedo para casa ( entenda por casa a Europa).

O grupo acrrdita que o o ego dos sherpas ficou ferido devido à velocidade (marca registrada de Ueli Seck) na sua subida.

A briga foi tão “feia” que até mesmo a polícia local foi acionada para investigar e intervir no caso.2800[1]

Foram removidos do local pelas autoridades os três principais sherpas.

O fato ocorreu no caminho ao Campo 3 do Everest.

Todas as declarações ainda são conflitantes e imprecisas.

O que se sabe de certo é que Anish Gupta do “Cho-Oyu Trekking” (compania organizadora de expedições em Kathmandu) declarou a jornais e agência de notícias internacionais.

Para mais detalhes acesse: http://explorersweb.com/everest_k2/news.php?id=21432

Link Alternativo: http://www.explorersweb.com/offsite/?source=http%3A%2F%2Fwww.montagna.tv%2Fcms%2F%3Fp%3D47029&lang=it

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.