Trailer completo do filme “Cholitas” é liberado

Conforme anunciado em primeira mão para todo o Brasil à época, um grupo de cinco mulheres entre, 24 e 50 anos (junto de dois guias argentinos), com trajes típicos, saias longas, chapéu coco e longas tranças chegaram ao cume do Aconcágua (6.962 m), Argentina, no dia 23 de janeiro. A ascensão ao Aconcágua foi financiada pela Montura, uma empresa italiana de equipamentos de montanhismo.

O grupo de montanhistas de cholitas se tornou um grande fenômeno na Bolívia, com ampla cobertura da mídia. Depois de escalar o Aconcágua sua popularidade explodiu em todo o continente sul-americano, recebendo de todo o mundo convites para contar sua história.

Cholita é uma designação dada às mulheres indígenas aymaras, que habitam a Bolívia. Relegadas tradicionalmente a determinados papéis na sociedade, como cozinheiras ou lavadeiras, durante a última década as cholitas foram gradualmente conquistando muitos espaços que antes lhe eram vedados por sua dupla condição de indígenas e mulheres. Já acostumadas com o frio, vento e aridez da vida na alta montanha, escalar montanhas parece não ter dificuldade a estas mulheres.

As cholitas que conquistaram o Aconcágua foram Lidia Huayllas, Dora Magueño, Analía Gonzales, Elena Quispe e Cecilia Llusco. “Somos gratas por nossa experiência no Aconcágua. Esse novo desafio nos permitiu encontrar amigos de diferentes países, que nos incentivaram muito”, disseram as Cholitas em uma entrevista coletiva para a imprensa. O projeto de subir o Aconcágua foi viabilizado graças a uma campanha de arrecadação feita pela produtora espanhola Arena Comunicación Audiovisual que também estão produzindo um documentário.

Nesta semana, a Arena Comunicación Audiovisual, produtora do documentário “Cholitas”, divulgou o trailer oficial da produção, assim como os primeiros locais de exibição. O diretor do documentário com Pablo Iraburu anunciou que a grande première será no Mendi Film Festival.

A produção levou aproximadamente um ano para ser filmada entre Bolívia e a Argentina.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.