Vídeo da 2° etapa do Circuito Mantiqueira de Boulder é liberado – Classificação completa também está disponível

Uma das iniciativas mais elogiosas com relação às competições de escalada em 2017 é, sem dúvida, o Circuito Mantiqueira de Boulder. Os principais detalhes deste evento foram divulgados em primeira mão pela Revista Blog de Escalada em maio deste ano.

Com o claro objetivo de revelar atletas com potencial para tornarem-se competidores o futuro, após algumas etapas realizadas, a resposta de público e patrocinadores é um bom motivo para acreditar que a decisão dos organizadores de seguir uma linha independente das entidades que exploram as competições no Brasil estava correta.

Preferindo ficar alheios à cisão que aconteceu nas organizações de campeonatos de escalada no Brasil, os proprietários e administradores de Gravidade Zero Escola de Escalada , Montê Escola de escalada e Movimento, BBLOC Escalada em Boulder, Rupestre Centro de Treinamento de Escalada (RCTE) e Picus Hostel e Escalada, se uniram para criar um circuito de eventos competitivos.

Até o momento já foram realizados duas etapas: Resende-RJ (20 de maio) e São Lourenço-MG (1º de julho).

As próximas etapas serão:

  • 26 de Agosto em São Bento do Sapucaí-SP
  • 23 de setembro em São Thomé das Letras-MG
  • 25 de novembro em Itamonte-MG

A organização do Circuito Mantiqueira de Boulder liberou para apreciação do público um vídeo para ilustrar como foi a segunda etapa da competição. O objetivo também é mostrar a quem não teve oportunidade de comparecer a energia transmitida pelo público e atletas presentes.

Junto do vídeo foi disponibilizada também a tabela classificatória COMPLETA: https://drive.google.com

Modelo de neutralidade

A busca por neutralidade, sem tomar partido de qualquer uma das instituições que brigam pela representatividade de escaladores, parece ser o caminho a ser percorrido por quem apenas deseja competir em escalada.

A demonstração disso é que o evento competitivo de escalada mais bem sucedido do Brasil nos últimos anos é a Copa Nordeste de Escalada.

No ano de 2016 a Copa Nordeste foi sucesso de público e todas as suas três etapas foram consideradas pelos organizadores muito bem sucedida. A escolha dos organizadores de buscar esta espécie de “terceira” via, sem se preocuparem com as ameaças de proibições e reconhecimento de entidade “A” ou “B”,  agradou patrocinadores e participantes. Esta preferência refletiu na atmosfera de todos os eventos nordestinos.

Aparentemente esta é a mesma estratégia adotada por grande parte dos proprietários e administradores das academias da Serra da Mantiqueira. A prática de proibições (algumas até arbitrárias), imposição de exclusividades e, principalmente, falta de comunicação efetiva com o público alvo por ambas as entidades afugentou o número de participantes. Pelos números de atletas e marcas interessados pela Copa Nordeste e agora com o Circuito Mantiqueira a neutralidade demonstra ser a tendência de eventos competitivos de escalada.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.