Veja os números da quebra de recorde de Kilian Jornet na ascensão ao Aconcágua

O trail-runner Kilian Jornet estabeleceu na semana passada um novo recorde de ascensão e descida do Monte Aconcágua estabelecendo mais um marco para seu projeto pessoal Summits of My Life.

Com um tempo marcado de 12h49min, na via normal, com saída e chegada de Horcones.

Kilian Jornet ainda declarou que:

Estou muito feliz por conseguir este novo feito. Foi muito difícil, sobretudo a partir de 6.500 m onde notei o efeito da altitude. De qualquer maneira estes momentos de sofrimento são os que sempre recordamos.

Assim o espanhol natural da região da Catalunha completou após uma tentativa frustrada quando foi obrigado a dar meia volta perto dos 6.500 metros devido ao tempo ruim com rajadas de vendo próximo aos 90 km/h.

kilian-jornet-5

Foto: Summits of My Life | http://summitsofmylife.com

Na época Kilian declarou que:

Há de saber que desistir não é uma derrota, muito pelo contrário. A mim serviu como bom treinamento para a altitude para poder tentar quando o tempo estiver bom.

No dia da quebra do recorde a meteorologia deu uma previsão favorável e o atleta começou seu ataque ao cume do Aconcágua.

O percurso de ida e volta pela via normal soma 59,85 km, tendo um desnível positivo de 3.962 m.

Kilian decidiu iniciar a ascensão desde o último ponto habitado, o abrigo dos guarda-parques de Horcones, que se encontra a 2.900 m, saindo a 6 horas da manhã depois de ter comido três torradas com doce de leite no café da manhã.

A partir daí o esperavam 23 km e 1.400 m de desnível, demorando 3h15min antes de chegar a Plaza de Mulas, que fica a 4.300 m, o campo base do Aconcágua.

É neste ponto que a maioria das expedições começam a ascensão até o cume. Estas expedições podem tomar até quatro dias.

kilian-jornet-4

Foto: Summits of My Life | http://summitsofmylife.com

Ao chegar à Plaza de Mulas Kilian Jornet tomou 15 minutos para comer e beber algo de desde então decidiu pela ascensão.

Minha ideia era fazer uma subida suave tentando se preservar ao máximo para a descida. Por isso decidi parar, descansar e recuperar as forças para a tentativa do percurso seguinte.

– Declarou Kilian

Jornet subiu até o local conhecido como Nido de Cóndores localizado a 5.550 m, após 5 horas desde sua saída, para chegar ao cume, superando 1.463 m de desnível positivo e assim passar a barreira dos 6.500 metros.

A partir dos 6.500 m comecei a ver que estava me afetando. Tinha problemas de equilíbrio e escorregava constantemente na neve. Por isso decidi avançar pouco a pouco, sabendo que ainda teria muito caminho pela frente.

Kilian Jornet finalmente chegou ao cume à uma altura de 6.962 m após 8h45min de esforço, ficando aí por 15 minutos.

Foi um momento para recuperar forças antes da descida. O cume foi a finalização do trabalho que temos feito por estes dias. Também pude apreciar as vistas incríveis que há aí no lado sul do Aconcágua.

kilian-jornet-2

Foto: Summits of My Life | http://summitsofmylife.com

Kilian Jornet chegou em Plaza de Mulas após 10h10min de corrida, mas ainda ainda havia a descida, que segundo ele mesmo:

A altitude ainda me afetava até a Plaza de Mulas. Seguia perdendo o equilíbrio, os músculos pareciam que não conseguiam seguir a cabeça e me faziam cair. Ao chegar ao campo base parrei por 20 minutos. Comi e me hidratei e pouco a pouco foi melhorando. A partir daí somente me restava a descida até Horcones, onde pude correr bem e acabar marcando um bom tempo.

Quando retornou a Horcones o cronômetro marcou 12h49min.

Este desafio foi acompanhado pela corredora de montanha Emelie Forsberg e pelos câmeras Seb Montaz e Vivian Bruchez (também assessores de Segurança).

Emelie Forsberg esteve presente na saída e chegada em Horcones, depois que havia desistido de tentar o recorde feminino do percurso.

Seb Montaz e Vivian Bruchez estavam em Nido de Condores para filmar durante a ascensão para ser colocado no próximo filme.

Vi o Kilian sofrer muito acima dos 6.500 m. Apesar de tudo o vi muito consciente e determinado a cumprir o desafio. Da nossa parte, não podíamos estar mais orgulhosos de como foi tudo.

– Afirmou Seb Montaz

kilian-jornet-3

Foto: Summits of My Life | http://summitsofmylife.com

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.