Campeonato mundial juvenil consagra europeus e revela quem são os sul-americanos destaques da atualidade

O Campeonato Mundial Juvenil de Escalada realizado no último final de semana na capital russa Moscou, consagrou jovens nomes Europeus e evidenciou quem são os atletas sul-americanos mais fortes da atualidade na categoria. O evento teve como categorias youth A, youth B e juniores. Para uma destas categorias houve provas de velocidade, boulder e vias guiadas. Ao todo, competiram mais de 200 atletas, que puderam escolher entre cada uma de suas especialidades.

Excepcionalmente para esta etapa, não houve a utilização do formato olímpico, que consagra campeão quem melhor pontuar em cada uma das categorias. O evento também serviu para qualificar atletas a participarem dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires em Outubro próximo. A Revista Blog de Escalada estará no local fazendo cobertura inédita e exclusiva para veículos outdoor brasileiros.

A post shared by IFSC (@ifsclimbing) on

Como não poderia ser diferente, o destaque principal da competição foram os países que mais investiram (não somente dinheiro, mas também em preparação) na renovação da nova geração de escaladores.

O país que teve maior número de atletas finalistas foram Japão, Eslovênia e Itália. Entre os países sul-americanos, os destaques ficaram para os equatorianos e argentinos, que obtiveram resultados consistentes.

Destaques sul-americanos

A post shared by IFSC (@ifsclimbing) on

É consenso entre os principais analistas, assim como os veículos que cobrem a Copa do Mundo de Escalada e o Campeonato mundial de escalada, que mensurar o rendimento de um atleta é sua classificação às semifinais e, posteriormente, às finais. Desta maneira, a melhor análise a se fazer é quais países mais figuraram entre os finalistas.


Erramos: Por um erro de interpretação do repórter que nos enviou informações sobre o campeonato, algumas das informações contidas nas tabelas classificatórias estavam desatualizadas. Além disso, a pouca navegabilidade e falta de clareza no site do IFSC contribuíram para o erro de interpretação abaixo. Como eram muitas provas de várias categorias acabamos cometendo o erro abaixo. Pedimos desculpas pelo equívoco e, a quem tiver curiosidade, o texto original está abaixo, porém riscado. As tabelas abaixo foram atualizadas com os resultados corretos.

A Argentina, com a escaladora Valentina Aguado, teve resultados satisfatórios. Aguado ficou em 25º de um total de 61 atletas em boulder e 9º em vias guiadas. Já a brasileira Clara Viegas Resende surpreendeu a todos com um 7º lugar na mesma categoria. O resultado não a colocou na final, mas consolidou-se como dos melhores resultados de um atleta brasileiro na competição. Já a atleta Carmen Contreras, do Chile, mostrou força e classificou em 8º no juvenil B (youth B)
Na categoria masculina, o escalador equatoriano Carlos Granja (categoria Junior) mostrou estar em grande forma e repetiu os resultados obtidos na Copa do Mundo de Escalada: 16º na modalidade em boulder. Na mesma categoria o brasileiro Felipe Ho foi o melhor colocado, ficando em 37º (de um total de 67). O equatoriano Galo Hernandez (Junior) também surpreendeu a todos com o melhor resultado de um sul-americano na modalidade vias guiadas: 27º.


Youth A boulder – Feminino (total 61 atletas)

Colocação Nome País
1 Laura Rogora Itália
2 Lucka Rakovec Eslovênia
3 Futaba Ito Japão
4 Saki Kikuchi Japão
5 Frederike Fell Alemanha
6 Brooke Raboutou EUA
25 Valentina Aguado Argentina
56 Clara Viegas Resende Brasil

Youth B boulder – Feminino (total 63 atletas)

Colocação Nome País
1 Natsuki Tanii Japão
2 Elena Matiak- Iabluchkina Rússia
3 Naile Meignan França
4 Indiana Chapman Canada
5 Yue Tong Zhang China
6 Hana Kudo Japão
37 Carmen Contreras Chile
51 Iasmin de Queiroz Freitas Brasil

Junior boulder – Feminino (total 49 atletas)

A post shared by IFSC (@ifsclimbing) on

Colocação Nome País
1 Hannah Slaney Grã-Bretanha
2 Urska Repusic Eslovênia
3 Vita Lukan Eslovênia
4 Mao Nakamura Japão
5 Elena Krasovskaia Rússia
6 Charlotte Andre França

Youth A lead – Feminino (total 58 atletas)

Colocação Nome País
1 Brooke Raboutou EUA
2 Futaba Ito Japão
3 Sandra Lettner Rep.Checa
4 Eliska Adamovska EUA
5 Camille Pouget França
6 Laura Rogora Itália
25 Valentina Aguado Argentina
51 Clara Viegas Rezende Brasil

Youth B lead – Femenino (total 69 atletas)

Colocação Nome País
1 Natsuki Tanii Japão
2 NIka Papatova Ucrânia
3 Yue Tong Zhan China
4 Luce Douady França
5 Jimin Jeong Coreia
6 Hana Kudo Japão
24 Carmen Contreras Chile
63 Iasmin de Quieroz Freitas Brasil

Junior lead – Femenino (total 50 atletas)

 

Colocação Nome País
1 Vita Lukan Eslovênia
2 Nowlenn Arc França
3 Nina Arthaud França
4 Viktoria Meshkova Rússia
5 Urska Rpusic Eslovenia
5 Michelle Hulliger Suiça
21 Alejandra Contreras Chile

Youth A boulder – Masculino (total 77 atletas)

Colocação Nome País
1 Sam Avezou França
2 Eneko Cruz Espanha
3 Nathan Martin França
4 Alberto Lopez Espanha
5 Katsura Konishi Japão
6 Zach Richardson Canada
41 Nickolaie Rivandeneira Ecuador
47 Emilio Rios Chile
55 Alex Vivas Ecuador
64 Isaac Quintanilha Ecuador
77 Felipe Hamdar Brasil

Youth B boulder – Masculino (total 68 atletas)

Colocação Nome País
1 Rei Kawamata Japão
2 Ryoei Nukui Japão
3 Paul Jenft França
4 Kentaro Maeda Japão
5 Thomas Podolan Austria
6 Anthony Lesik EUA
53 Paolo Rivandeneira Ecuador
62 Luis Eduardo Escobar Ecuador

Junior boulder – Masculino (total 70 atletas)

A post shared by IFSC (@ifsclimbing) on

Colocação Nome País
1 Meichi Narasaki Japão
2 Yannic Flhoé Alemanha
3 Kai Harada Japão
4 Matteo Manzoni Italia
5 Yuta Imauzumi Japão
6 Lukas Franckaert Belgica
16 Carlos Granja Ecuador
37 Felipe Ho Brasil
39 Pedro Avelar Brasil
41 Pino Leon Chile
43 Galo Hernandez Ecuador
51 Pedro Bello Chile
53 Benjamin Vargas Chile
65 Juan Martín Peña Ecuador
70 Santiago Christensen Argentina

Youth A lead – Masculino (total 71 atletas)

Colocação Nome País
1 Hidemasa Nishida Japão
1 Luka Potocar Eslovênia
3 Katsura Konishi Japão
4 Alaister Duval França
4 Alberto Lopez Espanha
6 Sam Avezou França
40 Nickolaie Rivandeneira Ecuador
47 Isaac Quintalla Ecuador
53 Alex Vivas Ecuador
63 Emilio Rios Chile
70 Felipe Hamdar Brasil

Youth B lead – Masculino (total 74 atletas)

Colocação Nome País
1 Colin Duffi EUA
2 Tomas Podolan Austria
3 Kentaro Maeda Japão
4 Paul Jenft França
5 Jonas Utelli Suiça
6 Vitor Braundand Canada
37 Paolo Rivandeneira Ecuador
69 Luis Eduardo Escobar Ecuador

Junior lead – Masculino (total 70 atletas)

Colocação Nome País
1 Meichi Narasaki Japão
2 Jakub Konekny RepCheca
3 Kay Arada Japão
4 Yannik Flhoé Alemanha
5 Minyoung Lee Coreia
6 Filip Schnek Itália
27 Galo Hernandez Ecuador
37 Carlos Granja Ecuador
44 Felipe Ho Brasil
46 Benjamin Vargas Chile
52 Pino Leon Chile
54 Pedro Avellar Brasil
57 Santiago Christensen Argentina
59 Pedro Bello Chile
69 Juan Martin Peña Ecuador

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There are 2 comments

  1. Clara Viegas

    Oi bom dia aqui é a Clara Viegas e vocês cometeram um equivoco não houve nenhum sétimo lugar… será que poderiam por favor alterar essa informação? Não sei de onde ela surgiu. Desde já obrigada, se quiser entrar em contato pra perguntar algo estou aberta mas não foi esse o resultado.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.