Nepal implementa nova taxa para visitar o Everest – Valor afeta o trekking ao campo base

Na semana passada o governo do Nepal implementou uma nova taxa para visitar o Monte Everest (8.848 m). A nova taxa afeta agora a quem planeja fazer o trekking ao campo base da montanha mais alta do mundo. A quantia, entretanto, não é elevada, mas afeta o orçamento de quem planeja fazer a atividade. O motivo alegado pelo governo do Nepal é para melhorar a infra-estrutura da área do Vale de Khumbu.

A informação, que foi publicada pelo The Himalayan Times, afirma que a cobrança foi uma iniciativa do município de Khumbu Pasang Lhamu junto com o distrito de Solukhumbu (onde está localizado o Monte Everest), que decidiram criar a taxa a todo visitante estrangeiro. A taxa entrou em vigor neste mês de outubro. O valor, sujeito a atualizações por causa da inflação do país, é de 2.000 rupias nepalesas (aproximadamente R$ 60,66).

Pela constituição do Nepal, os governos locais (cidades e distritos) possuem o direito a impor taxas da maneira que acreditar ser mais conveniente. Estima-se que por no, aproximadamente 35.000 estrangeiros visitam o Vale de Khumbu. Desta maneira haveria um aporte financeiro de aproximadamente R$ 2.123.176,42 (valor convertido).

Este valor arrecadado será usado para aprimoramento de novas infra-estruturas na região e para promover um turismo mais sustentável e responsável. Agências que exploram o turismo no Nepal mostraram preocupação com a corrupção política do país, além da má gestão deste valor. Muitos temem que a medida seja adotada por outras regiões do país, encarecendo mais o turismo no Nepal.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.