Quais são os equipamentos de proteções móveis para escalada?

Se você é daqueles que tem o costume de chamar os outros de “man” em vez de “cara”(ou “véi”, “Fíi”, “broder”,”cabra”, “mano”, e etc), provavelmente pode confundir-se quando algum escalador disser “friend” e não estar se referindo a um amigo.

Se para você excêntrico é alguém de ideias e costumes estranhos, muito provavelmente ficará espantado quando souber que também é um equipamento de escalada (na verdade escreve-se Hexêntrico, do inglês hexentric)

Foto: Divulgação Black Diamond

Foto: Divulgação Black Diamond

A escalada com proteções móveis possui seus equipamentos e linguajar próprios, assim como suas técnicas diferenciadas.

Se você acredita que somente lendo este artigo irá estar apto a escalar com proteção móvel, pode parar a leitura por aqui.

Para se aventurar nesta modalidade é necessário um curso com profissional gabaritado e experiente, além de ter gastar horas e horas de prática.

Nestes cursos aprenderá o que são proteções ativas e passivas, o que não será abordado neste artigo.
Abaixo serão apenas explanados os equipamentos de escalada com proteções móveis, sem aprofundamento do tema (que é a obrigação de um professor de escalada)

Nuts

Foto: outdoorplay.com

Foto: outdoorplay.com

Os “nuts” também são conhecidos como “chocks” (na Inglaterra).

O equipamento em poucas palavras Consiste em um pequeno cabo de aço em forma de looping com uma “cabeça” de material metálico em sua ponta.

Os metais utilizados na “cabeça” são: ligas de latão e bronze (conhecido como metais amarelos), Zicral (material dos mosquetões) e aço (os mais resistentes).

O formato da cabeça lembra uma peça trapezoidal, sendo uma das duas faces é reta, e a outra em forma de uma curva logarítmica suave.

A cabeça é comercializada em diversas dimensões e é muito utilizada em pequenas fendas e fissuras.

Foto: urbanrock.com

Foto: urbanrock.com

São excelentes entaladores, porém necessitam de uma peça “saca nut” para a sua retirada.

O tamanho da cabeça é comercializada em tamanhos de 6.9/12.4 mm (tamanho 4) até 26.4/35.1mm (tamanho 13).

Algumas marcas comercializam “nuts” menores do que os citados, e são chamados de “micro nuts”.

A resistência em caso de quedas é variável e depende do tamanho da peça.

  • 6 kN (tamanhos 4/5)
  • 10 kN (tamanhos 6/12)

Os principais fabricantes são: Black Diamond, Wild Country, Omega Pacific, Metolius e ABC Huevo

Hexentricos

Foto: Divulgação Black Diamond

Foto: Divulgação Black Diamond

São peças de metal que se assemelham ao formato hexagonal (de onde vem a derivação de seu nome) de um parafuso, porém possui cada face de um tamanho diferente.

Também são peças de entalamento, e são chamadas por alguns escaladores de “peças de torque”, isso porque a sua colocação deve ser levada em conta o giro da peça no momento de queda do escalador.

É fabricado com a mesma liga metálica dos nuts (zicral).

É comercializado em tamanhos que variam desde 11.4/19mm (tamanho 1) até 65/89.2mm (tamanho 11)

Os tamanhos das peças podem ter pequenas variações de dimensões de um fabricante a outro.

Sua resistência também varia de acordo com o tamanho

  • 6 KN (tamanho 1 a 3)
  • 10 kN (tamanho 4 a 11)

Principal fabricante: Black Diamond

Tricam

Consiste em uma peça metálica com um “bico” oposto a uma curva. Também são equipamentos que funcionam à base do torque.

Foto: Divulgação CAMP

Foto: Divulgação CAMP

O Tricam não possui molas e seu formato diferenciado faz com que que a “cabeça” se encaixe sobre a fenda .

Seu tamanho varia desde 10/15 mm até 92/140 mm.

Sua resistência também varia muito e vai desde 3kn até 22kn.

Para saber a resistência de cada peça é necessário consultar o catálogo do fabricante, pois não necessariamente cresce à medida do tamanho da peça.

Principal fabricante: CAMP

Friends / Camalots

Foto: Divulgação Omega Pacific

Foto: Divulgação Omega Pacific

Apesar de se assemelharem à primeira vista friends e camalots são diferentes em sua forma de uso.

Entretanto filosoficamente falando possuem a mesma ideia.

Em linhas gerais são pequenas placas metálicas com aresta curva que se ajustam expandindo-se.

Por sua versatilidade, e imagem enigmática a quem não conhece o equipamento, é considerado símbolo do escalador de estilo móvel.

Escaladores mais experientes recomendam a aquisição de um conjunto de friends primeiramente, e posteriormente a de Camalots.

Foto: Divulgação Black Diamond

Foto: Divulgação Black Diamond

Existem dois grupos: considerados rígidos e flexíveis.

Cabe ao escalador saber se informar com seu instrutor quais são os tipos de grupo mais indicados à escalada que pretende realizar.

Seu tamanho varia desde 13.8/23.4mm até mesmo 114.1/195mm.

Sua resistência vai desde 8kN até mesmo 14kn (variando de acordo com o tamanho)

Principais fabricantes: Omega Pacific e Black Diamond.

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There are 2 comments

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.