Pilates como complemento de treino esportivo

O esporte de alto rendimento exige do atleta agilidade, força, resistência, equilíbrio, precisão e coordenação.

Além disso, muitos esportes são assimétricos, utilizam rápidas mudanças de direção; deixando o atleta mais susceptível a lesões.

Pensando nessas características do esporte, muitas atletas incorporaram o Pilates como forma de complementar seu treino esportivo; diminuindo o risco de se lesionar, e ainda melhorando o desempenho esportivo.

Foto: http://www.abdomendefinido.com/

Foto: http://www.abdomendefinido.com/

O Pilates trabalha o centro de força (também conhecido como CORE), formado por músculos como os abdominais e paravertebrais. Este CORE é responsável por manter a estabilidade da coluna, diminuindo o risco de lesões da mesma.

Se o CORE não for acionado durante a prática do esporte, o atleta poderá fazer uma extensão excessiva da coluna, por exemplo, de forma descontrolada e instável, causando dor e lesão.

Foto: http://fisioterapiadenisepripas.blogspot.com.br/

Foto: http://fisioterapiadenisepripas.blogspot.com.br/

Além disso, um tronco estável permite movimentos mais precisos e coordenados dos
membros, melhorando a precisão de rebatidas, arremessos, chutes e saques.

Além de estabilidade, a coluna do atleta deve ter mobilidade para os movimentos exigidos no esporte, e os membros devem ter bastante flexibilidade, para alcançar grandes amplitudes de movimento.

O Pilates trabalha também a força muscular de forma concêntrica e excêntrica, melhorando a força dos movimentos, mas também a força de desaceleração do membro, que aumenta a precisão do movimento e diminui o risco de uma distensão muscular.

A junção destes fatores melhora a potência do movimento, essencial para qualquer modalidade esportiva.

Além disso, a assimetria de membros de alguns atletas leva a um grande desequilíbrio muscular, que pode aumentar o risco de lesões.

Foto: http://fitwisepilates.com/

Foto: http://fitwisepilates.com/

O Pilates trabalha para restaurar o equilíbrio da musculatura corporal como um todo, deixando o atleta mais simétrico e eficiente.

Outros benefícios do Pilates são a maior estabilidade e alinhamento de pelve, quadril, joelho e tornozelo, que ficam muitos susceptíveis a lesões devido às grandes mudanças de direção e deslocamentos laterais exigidos no esporte.

Também há uma melhora do controle respiratório, altamente desenvolvido no Pilates, e da concentração do atleta.

Banner_Denise600X100

-Graduada em Fisioterapia pela Universidade de São Paulo
-Aprimorada pelo Hospital das Clínicas
-Formação com ênfase em Fisioterapia Esportiva e Biomecânica
-Especialista em Pilates pelo método Pilates Postura Funcional
-Colunista na Revista Pilates
-Docente no Curso de Formação em Pilates Postura Funcional.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.