Fotógrafo realiza projeto autoral que mescla nu artístico e natureza

O fotógrafo brasileiro Alex Halo, que já possui 6 anos de fotografia e atualmente dedica-se a fazer ensaios sensuais, tem como área favorita na fotografia é autoral. A fotografia autoral é aquela que procura expressar pensamentos, emoções, denúncias e situações do cotidiano. Nestes projetos, o fotógrafo se preocupa em criar imagens inéditas, demonstrar suas emoções e dispensa olhares críticos e comerciais sobre suas imagens.

Desta maneira Halo procurou em um projeto pessoal, fazer ensaios sensuais na natureza para unir tudo o que eu gosta e admira: sensualidade do corpo, natureza e fotografia. Na opinião do fotógrafo, estes três fatores “encaixam perfeitamente”. Para realizar o projeto Alex Halo procurou não trabalhar com modelos fotográficas profissionais, para desta maneira trabalhar um pouco com a libertação das pessoas que são alvo de sua lente.

Foto: Alex Halo

Como já foi explicado aqui, as fotografias de nu artístico é um tema complexo. Isso porque o que é artístico para uns, pode parecer vulgar a outros. Questões como cultura, preceitos morais, idade e educação são alguns dos fatores que influenciam a percepção das pessoas sobre o tema.

Ainda pouco explorado por fotógrafos, o nu artístico na natureza é raridade entre fotógrafos, se comparado ao volume de outros ensaios fotográficos de nu artístico. Um exemplo de sucesso, o qual foi divulgado com exclusividade em 2016 pela Revista Blog de Escalada, é o trabalho da fotógrafa mineira Jô Magalhães. O mineiro Juliano Rodrigues também procura realizar ensaios seguindo esta vertente. Nos EUA o fotógrafo Tyler Shields, com seu projeto Sirens, também abordou o tema sob uma nova ótica e virou referência.

Um peculiaridade a respeito de seu projeto é a escolha de predominantemente são fotografias em preto e branco, nas quais o fotógrafo trabalha os contrastes da pele das modelos fotografadas com elementos da natureza.

Foto: Alex Halo

“No começo do ensaio todas estão inseguras consigo mesmas, mas no decorrer do tempo esse sentimento vai diminuindo, o que deixa tudo melhor e mais natural”, afirma o fotógrafo. Halo ainda complementa que “O que me faz continuar é ter o conhecimento de que a modelo se satisfez com o resultado, é saber o quão ela se sente sedutora e amada. Até hoje para minha felicidade, todas compartilharam deste sentimento”.

Mas nem sempre é reconhecido pela iniciativa deste projeto autoral. O fotógrafo afirma que sofre muito preconceito, incluindo de colegas fotógrafos, por por ser homem e fotografar mulheres nuas. “Já me disseram que sou apenas mais um tarado querendo ‘nudes'”, lamenta Alex.

Foto: Alex Halo

Atualmente Alex Halo mudou para Londres para trabalhar e estudar fotografia e não afirma que quer poder exibi-los em alguma exposição.

Quando perguntado sobre como lida com as críticas, o fotógrafo é bem claro: “Críticas e preconceitos você precisa saber extrair, saber o que realmente vai te acrescentar, o que não for bom vai para o lixo”.

Para conhecer mais sobre o trabalho do fotógrafo: https://www.instagram.com / https://www.flickr.com

Foto: Alex Halo

Foto: Alex Halo

Foto: Alex Halo

Foto: Alex Halo

Foto: Alex Halo

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.