Avaliação saco de dormir S5 Ultralight Quechua

zoom_400PX_asset_12064205[1]O saco de dormir S5 Ultralight da Quechua é um produto destinado a campistas já iniciados e que realizam atividades em locais com temperatura média mínima até 5ºC.

O produto tem como vantagens anunciadas: conforto térmico até a temperatura anunciada de 5ºC(sendo 0º de extremo),  ser repelente à água em sua superfície externa, boa compactação para menor espaço ocupado em mochilas.

Com forração em material sintético tem como objetivo aumentar a sensação de bem estar ao usuário.

O teste

O saco de dormir S5 Ultralight da Quechua foi testado em dois locais com climas diferentes.

O objetivo era de que fosse avaliado seu rendimento em uma amplitude de temperaturas grande

Foi testado portanto na região próximo à Serra do Cipó no estado de 9aecd49a886db269aab61767b800d81b[1]Minas Gerais e em um camping selvagem na
Serra da Mantiqueira no interior de São Paulo.

Ambos os testes foram utilizados isolante térmico, visto que o uso  é imprescindível para qualquer saco de dormir.

O isolante térmico utilizado foi um modelo comum e regularmente usado por campistas.

Não foi utilizado nenhum material adaptado a uso de isolante como campistas inexperientes e/ou amadores.

Não foi utilizado em colchões infláveis, hábito comum de  campistas iniciantes.

T2oHdBXftXXXXXXXXX_!!352469034[1]Não foi utilizado nenhum produto adicional ao saco de dormir, como edredom ou corbertores , outro costume equivocado de iniciantes.

Coincidentemente durante os testes ocorreram chuvas, o que causou aplitude térmica considerável , possibilitando o teste de conforto tanto com o zíper aberto, quanto fechado.

O produto foi testado em situações de uso para as quais foi projetado.

O saco de dormir foi carregado dentro de mochila em caminhadas em subidas íngrimes  com aproximadamente 30 min até o local do camping.

Não fez parte do teste o uso em albergues, abrigos de montanha, hostels e similares.

Prós

  • Conforto Térmico.
  • Resistente à humidade.
  • Compressores na embalagem.
  • Comunicação visual da embalagem.
  • Possibilidade de ser anexado a outro saco de dormir (ideal para casal).

Contras

  • Peso.
  • Tamanho.
  • Baixa taxa de compressibilidade.

Notas

  • Qualidade de Material: 5
  • Acabamento: 4,5
  • Design: 4,5
  • Ergonomia: 4,5
  • Facilidade de Limpeza: 3,5
  • Relação Peso x volume: 3
  • Relação custo x benefício: 4,5
  • Nota Final: 4,21 (de um total de 5,0)

Opinião

9d0252c2dc872b3f9e264d6af74921aa[1]O saco de dormir S5 Ultralight da Quechua teve uma avaliação positiva em seu uso.

Apesar de possuir tamanho e peso incômodos (e que deveriam ser reavaliados pelo seu fabricante), teve bom rendimento à noite quando a temperatura teve queda acentuada.

Seu projeto vislumbrou uma largura maior na região dos pés que permitiu que pessoas inquietas, e não acostumadas a sacos de dormir, sentissem mais conforto.

O volume acentuado de seu forro apesar de contribuir para o peso excessivo colaborou para uma maior sensação de aconchego.

É um produto recomendavel para quem deseja praticar camping mais frequentemente, e em locais onde a temperatura fique próxima de 7ºC (Reservando  2ºC para segurança de conforto), pode ser usado em albergues e abrigos de montanha.

Não é um produto indicado para excursões em alta montanha, viagens à Patagônia ou trekkings onde a temperatura possa ser sempre abaixo de 5ºC.

Não é indicado a trekkings de longa distância que seja necessário camping em seu percurso, pois seu peso pode causar desconforto e fadiga desnecessária.

Pelo que foi avaliado nos testes é o saco de dormir ideal para quem gosta de acampar em regiões praianas do Brasil.

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There are 3 comments

  1. Carla Nogueira

    Tenho esse saco a 2 anos e já fui a Patagônia e Peru (trekking Huayhuash) com ele, mesmo sabendo que sua temperatura limite é de 0ºC. O meu é XL, pois além de mais confortável ainda posso dormir com algumas roupas. Para não passar frio usei segunda pele calça e blusa e meias e consegui ter uma boa noite de sono. Vou fazer agora o trekking Cedros – Alpamaio (Peru) e vou levá-lo novamente. Também acho ele pesado para carregar… Ótimo post!

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.