Escaladas em Fontainebleau – Guia essencial do melhor lugar do mundo para a prática de Boulder

A cidade francesa de Fontainebleau, localizada no centro norte do país, possui pouco menos de 20.000 habitantes, é também chamada carinhosamente de Bleau pelos franceses.

Fundada desde o século XII, seu nome peculiar tem origem na expressão francesa : fontaine belle eau (fonte de água bela).

Nas florestas que rodeiam a cidade, que ocupam uma área de 250 km², está aquele que é considerado o melhor lugar de escalada do mundo.

Estas florestas de Fontainebleau são frequentadas não somente por escaladores, mas também por praticantes de trekking, ornitólogos (ramo da biologia que se dedica ao estudo das aves) e turistas.

Não é incomum, portanto,  pessoas fazendo piquenique ou simplesmente curtindo a florestas.

Fontainebleau-2

Para quem gosta de escalada esportiva em um nível mai elevado, especialmente com lances que precisam ser escalados à exaustão, mas à sombra e com imensa tranqüilidade para relaxar, Fontainebleau é tudo isso.

Existem vários guias de escalada de Fontainebleau e todo o potencial pode ser conferido no site climb-europe.

Fontainebleau está a aproximadamente 65 km ao sul de Paris, e para chegar lá de transporte público há diversos trens diários saindo da estação Gare de Lyon.

O sistema francês de graduação de vias em boulder conhecido como Fontainebleau grading system nasceu lá.

A floresta é administrada pelo Office National des Forêts, que quando necessita falar com os escaladores utiliza a entidade COSIROC (Comité de Défense des Sites et Rochers d’Escalade) que os representa.

A COSIROC tem como fonte de renda uma porcentagem do valor dos guias de escaladas vendidos, portanto é importante colaborar com a compra deles.

Fontainebleau-1

A classificação em Fontainebleau possui duas “regras” a serem entendidas : dificuldade do circuito e a dificuldade das linhas de boulder. Cabe a cada escalador saber a sua capacidade e escolher o melhor circuito para fazer.

No Brasil apenas um guia de boulder segue este tipo de notação, o da Pedra Rachada de Minas Gerais, reconhecido como o mais moderno do Brasil.

O sistema de graduação das dificuldades do circuito em Fontainebleau vai desde F (facile – fácil em francês) até ED+ (Extrêmement Difficile Supérieur – Expremamente difícil superior em francês).

Já o sistema de graduação das linhas de boulder segue a cotação semelhante à graduação de vias esportivas, que variam de 1a a 8c+.

Fontainebleau-5

Como chegar

A França, como grande parte dos países desenvolvidos da Europa, possui várias possibilidades de locomoção para a população. Opções não faltam : trem, carro e ônibus.

Para planejar-se escalar em Fontainebleau basta voar de onde quer que esteja para a capital da França, a linda cidade de Paris, e de lá optar por qualquer que seja o transporte desejado.

Opção 1 – Trem

Como citado no início do artigo, para ir de trem à Fontainebleau deve-se dirigir em Paris para a estação Gare de Lyon e comprar uma passagem para a estação Fontainebleau-Avon.

A viagem pode ser planejada utilizando o serviço de informações da companhia ferroviária.

O tempo de viagem é em torno de 45 minutos, e considerado “razoavelmente frequente”, que em outras palavras significa que há várias opções diárias de viagem.

Para saber se locomover em toda a França de trem é bastante recomendável que dê uma estudada no mapa ferroviário do país.

Opção 2 – Carro

Muitas pessoas optam por alugar um carro, e sair desde Paris até Fontainebleau. Esta opção é muito utilizada por quem não tem problemas de orçamento em suas viagens.

Para quem mora na Europa, e consequentemente ganha em Euros, pagar o aluguel de um carro não pesa tanto no orçamento, mas quem vivem em lugares com uma taxa de câmbio não muito favorável, a realidade pode ser cruel na chegada da fatura do seu cartão.

Viajar de carro até Fontainebleau possibilita antes de tudo poder conciliar seus dias de escalada com turismo convencional, permitindo até mesmo reservar horas do dia para compras.

Os carros podem ser alugados em Paris, em qualquer um dos aeroportos existentes no país : Charles de Gaulle, Beauvias e Orly.

A melhor alternativa para viajar até Fontainebleau é utilizar as rodovia francesa A104-N104.

Para alugar um carro fora do Brasil o motorista deve ter experiência mais de 4 anos de carteira de motorista, além de estar portando a habilitação em mãos para comprovar.

Quando estiver em Fontainebleau não deixe pertences dentro do carro, pois há muitos relatos de vidros quebrados para furtos.

Opção 3 : Bicicleta

Uma outra maneira de ir até Fontainebleau (o local de escalada) é poder utilizar o serviço de aluguel de bicicletas que custam em torno de €10 o dia, e é uma ótima opção para quem viaja de trem, e não tem carro para chegar ao local de prática de escalada.

 

Fontainebleau-4

Clima

Em teoria é possível escalar em Fontainebleau todo o ano, mas durante o verão é muito quente, assim como no inverno pode ser muito frio.

Por isso as melhores condições climáticas são na primavera e outono. Não custa lembrar que quando for inverno no Brasil é verão na França e vice versa.

Para saber como é o tempo na região acesse o site oficial de meteorologia da França, que terá informações precisas, até mesmo para atividades outdoor.

Por conta das florestas que “protegem” os blocos de rocha, é sempre possível encontrar várias linhas de boulder secas, mas procure verificar o guia de escaladas para saber quais secam mais rápidos que os outros.

Fontainebleau-3

Guias de Escaladas Fontainebleau

Nenhuma área de escalada no mundo é tão bem documentada como Fontainebleau, por isso o livro guia da região é essencial para saber se locomover, já que a área é gigantesca, e é possível até mesmo se perder.

Portanto fique atento a este detalhe : se você se perder, e ficar comprovado que foi imprudência sua (como por exemplo ir escalar sem guia), pode ser que seja multado.

Porque o guia é essencial ? Porque existem mais de 10.000 linhas de boulder catalogadas na região.

Os guias mais populares de Fontainebleau são

  • Essential Fontainebleau  – John Waton’s : Livro em formato de bolso com muitos detalhes das mais famosas linhas de boulder. O livro pode ser comprado aqui.
  • Fontainebleau Climbs: The Finest Bouldering and Circuits  – Jo Montchausse, Francoise Montchausse e Jacky Godoffe – Considerado o melhor guia sobre o lugar. O livro pode ser comprado aqui.
  • 7+8 – Bart Van Raaij : Com design minimalista e moderno possui foco nas linhas mais difíceis do lugar. O livro pode ser comprado aqui
  • 5+6 – Bart Van Raaij. Do mesmo autor que 7+8, possui fico nas linhas de boulder de nível intermediário. O livro pode ser comprado aqui.
  • Fontainebleau Magique – David Atchinson-Jones : O livro pode ser comprado aqui
  • Font A Bloc: Vol 1 – Jackt Godoffe : O livro pode ser comprado aqui.

Aluguel de Crash- Pads

Se você estiver voando de um lugar qualquer já deve saber que é bem complicado levar um Crash-Pad no avião. Não é impossível, mas é relativamente chato, e algumas companhias aéreas, especialmente as de baixo custo, cobram á parte pelo “formato especial do Crash-pad”.

Por isso você pode optar por comprar um quando estiver em Paris, e evitar qualquer dor de cabeça. Muitas pessoas optam por ir até uma famosa rede de artigos outdoor francesa e adquirir um. Cada crash-Pad custa em torno de €80.

A opção de comprar um crash-pad é, mais uma vez, excelente para quem não tem problemas com o orçamento.

Na própria cidade de Fontainebleau é possível alugar um crash pad. os principais locais estão abaixo

  • TheHouse.fr  – O local também oferece acomodação e é um dos lugares preferidos dos escaladores.
  • S’cape  – Loja tradicional de artigos outdoor na cidade de Fontainebleau.
  • The gite Le Clos du Tertre – Também outra loja tradicional da cidade
  • Pizzeria Croq Foret – Restaurante que também é ponto de encontro de escaladores e que aluga crash-pad’s

Hospedagem

Na cidade de Fontainebleau é possível hospedar-se em 3 diferentes tipos de lugares : hotéis, hostels (albergues) e campings.

Hotéis

A opção de ficar em hotéis é válida para quem não tem problemas com o orçamento. Portanto se o seu cartão de crédito não tem limite, nem há preocupação de sua parte se vai conseguir pagar ou não, é possível utilizar os serviços de registros de hotéis da booking.com.

Uma outra opção é buscar acomodações no site francês Gites.

A opções de hotéis mais baratos na cidade são :

Camping

  • Camping de la Musardière – tel+33 (0)1 64 98 91 91 (O mais popular entre escaladores)
  • Camping du Petit Barbeau – tel +33/1.64.24.63.45
  • Camping Municipal – tel +33/1.64.39.07.23.
  • Camping de La Belle Etoile – tel +33/1.64.39.48.12.
  • Camping Le Lido – tel +33/1.60.70.46.05

Hostel (Albergues)

Para quem é escalador e mochileiro de carteirinha, a opção de ficar em um hostel é indispensável. Nos arredores da cidade há uma boas opção para quem não tem preconceitos com albergues : Fontaineblhostel.

O local também funciona como camping.

Sobre o Autor

Da Redação

Da Redação

Equipe da redação

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.