Comprando sapatilhas de escaladas no Exterior – tire todas suas dúvidas

As sapatilhas de escaladas são indispensáveis para qualquer escalador.

Não há duvida sobre isso

Com a exceção de escalada em gelo e alta montanha toda e qualquer modalidade de escalada o praticante irá necessitar de uma.

Este artigo não tem a intenção em NENHUM momento comparar qualidade entre os produtos nacionais e importados.

Para este tipo de assunto, o site possui uma sessão inteira de avaliação de equipamentos publicada a cada 15 dias todas às terças feiras.

As diferenças , sim, existem e cabe a cada fabricante que acredite que seu produto é inferior a algum outro correr atrás para diminuir esta diferença.

Na minha opinião TODAS as marcas que se investirem tempo e dedicação conseguirão diminuir a diferença existente entre o produtos.

Atitudes como investir em equipe de design (e esquecer os fornecedores chineses) e patrocinar vários escaladores ou eventos ajudaria, e muito,  a melhorar a imagem com o público alvo.

Antes de qualquer avaliação um fato que não há como negar :

Uma sapatilha de escalada (ou “pés de gato” em Portugal) é apertada SIM.

climbing-shoes1

Não haverá argumentos que fizerem ,ou criarem, que contorne deste fato.

Obviamente que há níveis de aperto.

Uma regra é válida a qualquer pessoa: se você está andando sem dificuldade ou até mesmo correndo com a sapatilha é indicação que ela está grande.

Deixe para correr com um tênis.

Não se engane : uma sapatilha de escalada é feita para escalar, e deve estar justa ao seu pé.

Tenha em mente que a sapatilha de escalada é apertada.

1 – Sapatilha de Escalada não é tênis

Comprar uma sapatilha de escalada esperando que tenha o conforto de um tênis de corrida é um erro tão primário que nem merece ser comentado.

Basta olhar como é a sua progressão em relação ao centro do planeta quando correr e quando escalar.

Após esta análise tenha em mente  que seu objetivo é escalar não correr.

Todos os tênis de corridas , caminhadas e sapatos são projetados e fabricados com uma folga na frente do pé.

Esta folga é para permitir que usemos meias grossas e seu pé deslize mesmo que imperceptível.

Caso esteja apertado como uma sapatilha, deixará bolhas nos pés.

A partir daí fica fácil explicar a diferença entre uma sapatilha de escalada (repito : é feito para escalar não correr) que faz com que muita gente comprar  errado.

Nem sempre uma sapatilha de escalada é efetivamente o mesmo número que se calça.

Obviamente se o número de sapatilha é maior o qual você usa, sua escolha está errada.

2 – Europa versus EUA

A numeração de sapatos e tênis fabricados tanto nos EUA, quanto na Europa são diferentes entre si.

Seguindo um pouco a linha do “aqui é diferente” o Brasil possui numeração própria.

Nos Estados Unidos existe ainda a peculiaridade de haver uma numeração feminina e também uma masculina.

Consequentemente dois sapatos com o mesmo “número”, os tamanhos efetivos entre si são diferentes.

O erro mais comum de um comprador ou vendedor “internético” leigo é vender uma sapatilha e divulgá-lo somente a numeração em escala americana sem mencionar se é masculino ou feminino.

Qualquer produto para calçados nos EUA é obrigatório para servir de referência divulgar se o modelo é masculino e feminino.

Na Europa os sapatos femininos e masculinos se diferem pela largura do sapato, não somente pelo modelo.

Apesar de serem em termos de tamanho longitudinais iguais, longitudinalmente são diferentes.

Mesmo na própria Europa a numeração sofre algumas variações entre os países de lá.

O que significa que uma numeração na Itália não efetivamente terá o mesmo tamanho na Espanha.

A variação é pequena, porém existe.

Nas duas numerações citadas há uma escala intermediária, que pode enganar o mais distraído.

A numeração “1/2” não existe para todos modelos comerciais fabricados oficialmente no Brasil.

Portanto é mais do que errado divulgar que uma sapatilha é 41 ½  brasileiro, até porque este não existe oficialmente.

Para comprovar a veracidade deste fato basta ir a qualquer Shopping Center do Brasil e pesquisar quantos lugares vendem sapatos, tênis e similares com numeração intermediária.

Em resumo : não existe numeração intermediária para todos os números no Brasil.

Algumas poucas empresas utilizam deste fator para ganhar público, mas nenhuma destas é especializada em tênis ou sapatilhas de escalada.

3 – Escolhendo a sua sapatilha na Europa

Usando como exemplo um número genérico, que sirva para homens e mulheres: 38.

Caro leitor as tabelas de referências abaixo servem para saber algo relativo ao seu número em particular.

Porém saiba que a regra para escolha de seu tênis é diferente a de uma sapatilha de escalada.

Uma dica prática para uma escolha de sapatilha na Europa é:

Numero Brasil = numero Europa – 1 = 37 (sapatilhas apertadas para Boulder ou vias esportivas curtas)

Número Brasil = numero Europa – 0.5 = 37.5(sapatilhas para vias tradicionais ou treinar em academias)

Tenha em mente que é apenas uma dica prática (que sempre funciona) e não uma regra que deve ser seguida cegamente.

Algumas pessoas possuem pés diferente das outras, por isso o explicado acima funciona na maioria das vezes, mas não para TODAS as pessoas

O que pode servir de regra é identificar quando alguém não sabe o que está vendendo quando anuncia um produto europeu com numeração masculina.

A pessoa seguramente está ou tentando enganar o comprador, ou não sabe que Europa e Estados Unidos são dois mercados diferentes.

Se conhecer alguém que esteja fazendo isso não arrisque em comprar o que esteja anunciando.

4 – Escolhendo a sua sapatilha nos EUA

O cuidado para a escolha de uma sapatilha nos EUA deve ser redobrado.

Um modelo de número” X” feminino, não irá ser o mesmo tamanho do modelo de tamanho “X” masculino.

A numeração de sapatilhas segue a mesma regra anterior.

Escolha um número menor que seu tênis.

Caso queira um numero mais folgado escolha somente meio número menor.

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

There are 6 comments

  1. Marcio

    Fala Luciano, posso tirar uma dúvida contigo?
    Conhece a sapata da marca “one sport” modelo hook? Acho que é italiana né?
    Ela presta?? Estou iniciando na escalada!!…
    Calço 43/44 (tenis), No entanto comprei ela tamanho 42. Só agora li tuas dicas, mas já comprei (ainda nao chegou).
    Acha que vacilei?!
    Obrigado

  2. Marta

    Não entendi a sua conta.
    Se o número no Brasil= Número na Europa-1, então:
    Número na Europa = Número no Brasil +1.
    Ou seja, se o numero no Brasil=38, o número na Europa será 39.

    Eu calço 37 no Brasil e geralmente compro calçados 39 na Europa (não sapatilhas de escalada).
    Gostaria de comprar uma sapatilha de escalada da marca La Esportiva, estou de olho em uma Tarantulace (sou iniciante). Você tem como me ajudar a saber que número devo comprar? Segundo o que você disse, seria o 36?

    Obrigada!
    Marta

    1. Luciano Fernandes

      Oi Marta…

      A matemática no artigo é para sapatilhas. Não chega a ser uma regra rígida, mas uma regra prática.

      Se você calça no BRASIL um tênis 37, a sapatilha la Sportiva indicada a você é 36, ou 36 1/2 caso queira uma sapatilha mais larga para fazer vias longas.

      para vias mais esportivas e boulder 1 ponto a menos. Para vias longas, e iniciantes (o seu caso) meio ponto a menos do número que está na SAPATILHA.

      Em especial a La Sportiva.

      Resumindo : seu numero no BRASIL = 37, sapatilha la sportiva = 36 ou 36 1/2.

      Abs

  3. Davi Marski

    Concordo “que a sapatilha” deva ser apertada. Entretanto “apertado” não pode ser sinônimo de dor ou de “hot spots”.

    Complementando o artigo do Luciano, recomendo ver esse aqui (bem mais simples e antigo) : http://www.blog.marski.org/?p=1828

    Ou diretamente a parte que interessa (que é a tampa de uma caixa de sapatilha da FiveTen) :

    http://www.blog.marski.org/wp-content/uploads/2010/12/DSC_2603-800×531.jpg

    (Luciano, fique a vontade para acrescentar a imagem acima ao texto do blog, se você que é pertinente).

    Abraços e ótimas escaladas para ambos !

  4. Rodrigo Genja

    Como assim regrinha?! Scarpa é diferente da La sportiva e a regra é outra! O mesmo para Wild Cat (uma outra marca italiana). E a boreal? Quem calça 38 de boreal calça 38 de la sportiva? Eu calço 43 scarpa e 41,5 La sportiva… É muito perigoso colocar esta regra pois cada marca de sapatilha é diferente e cada um tem a grossura, largura, altura do pé diferente, e com certeza marca A vai cair como uma luva melhor que a marca B (desde que ambas sejam marcas de qualidade comparavel). A mesma coisa para as americanas: 5.10, evolv e mad rock… “cada pé uma sentença”… rsrs A melhor dica é: Experimente a de um amigo seu que calça um numero próximo de vc!
    Só isso, o resto concordo, tem que ser apertada mesmo, ja ouvi relatos de madames que entraram em uma loja de escalada e pediram uma sapatilha de escalada. Quando questionadas simpaticamente pelo vendedor se elas iam começar a escalar elas responderam: Não, é pra andar na rua pq eu acho bonito! (e nao estavam sendo ironicas)

    1. Luciano Fernandes

      Rodrigo

      Vamos por partes.

      1) As sapatilhas em questão La Sportiva seguem esta regra a qual eu falei. Sim, existem pessoas que gostam BEM apertada. Eu sou um destes. Mas a regra é válida também para as outras sapatilhas. Isso proque a sensação de conforto de uma sapatilha e outra muda, e não o numero. Isso porque há uma qualidade de construção de sapatilhas. Por exemplo uma sapatilha destas marcas dita por você são da mesma qualidade das marcas brasileiras. E por isso nem levei em consideração.

      Digo iguais por um simples motivo : costuras que machucam o pé, borracha de má qualidade etc interferem no que achamos ser um numero maior ou menor. Porém a variação existe de um país a outro.

      As sapatilhas nos EUA é a mesma coisa. Algumas seguem a numeração oficial que consideram aquele espaço entre dedo e ponta do sapato, outras suprimem. A diferença esta nisso. A 5.10 e Evolv possuem a mesma forma e os tamanhos se assemelham. Os outros fabricantes americanos seguem a mesma filosofia do que disse : qualidade de produto igual ao brasileiro, o que não compensa uma compra.

      Como sei disso? Fácil : quando morei na Europa pude visitar vários lugares durante um ano. Nos EUA fui mais crítico, e como fui para comprar torturei o empregado trazendo todos os modelos de mesmo tamanho e medindo com a Sapatilha que eu tinha.

      Enfim como fui cricri ao extremo deu para saber este tipo de análise que eu vi.

      Principalmente porque, concordo plenamente com o que disse : a pessoa que afirma que uma sapata La Sportiva é um “XX Europeu” está falando uma bobagem tão grande que mostra que não sabe escolher sapatilhas.

      A melhor maneira mesmo é de posse da “regrinha” que eu expliquei e PEDIR para o empregado da loja e experimentar. Não é um teorema defendido em universidade, e sim uma regra que funciona para falarmos o numero ao vendedor, e não seguir como dogma.

      Lembre-se que o tamanho do seu pé e tolerância à dor é diferente a de qualquer pessoa. E sempre vai ser

      2) A sapatilha de escalada é apertada SIM. E voce deve compartilhar o pensamento de que se alguém disser o contrário muito provavelmente é daquelas que compra sapatilha de escalada para ficar na cintura e desfilar por locais de escalada.

      Reclamar que uma sapatilha de escalada é apertada é comum. Mas não tem jeito.

      Vai fazer faculdade? Vai ter de fazer prova. Vai surfar? Vai ter de se molhar. Vai andar de bike? Vai doer a bunda no selim. Vai Escalar? A sapatilha é apertada.

      Se não aguenta a sapatilha apertada, vá fazer outro esporte. Minha sugestão é bocha ou xadrez.

      Cabe a nós. Voce eu e etc divulgarmos isso. É apertado mesmo. Um exemplo : Na loja decathlon eu já convenci um cara comprar uma sapata apertada (na opinião dele) mesmo o vendedor dizendo que o ideal é alguns numeros maior (obviamente ele não escalada!!!) assim poderia andar.

      Argumentei o que está no texto.

      Abs

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.