Como escolher uma headlamp

Um dos equipamentos mais indispensáveis e, ao mesmo tempo, mais desprezados por muitos praticantes de atividades outdoor é a headlamp. Este equipamento, conhecido também como lanterna de cabeça, é das ferramentas imprescindíveis na mochila de qualquer praticante de atividades de natureza : escaladores, montanhistas, trekkeiros, espeleologistas, canoístas, etc.

Porém a escolha de uma headlamp não é uma tarefa fácil, ainda mais com tantos fabricantes, modelos e nomenclaturas que existem no mercado acabam por confundir o consumidor. Na internet existem uma variedade de artigos sobre o equipamento da mais variadas qualidades e aprofundamentos. Este artigo é para esclarecer da melhor maneira possível a quem é leigo no assunto a, pelo menos, entender todos os termos que envolve o equipamento.

headlamp_7

Primeiramente comprar uma headlamp é uma tarefa ingrata, visto que o preço dos produtos que oferecem longevidade de uso não são dos mais baratos e, em contrapartida, os modelos mais baratos irão servir de muito puco tempo ao consumidor. Ao comprar uma tenha em mente que ficará com este equipamento durante muito tempo até que leve em consideração a hipótese de que irá adquirir outro.

Existem vários modelos, pertencentes a várias marcas no mercado, por isso para avaliar a performance de sua headlamp é necessário, e fundamentalanalisar três fatores :

  • Amplitude do feixe de luz (Beam Distance)
  • Quantidade de lúmens (Lumens)
  • Tempo de bateria (Battery Run-time)

Para cada item de uma headlamp, que estarão discriminados abaixo, devem ser analisados por escala de importância do uso que você irá fazer com ela. Existem modelos projetados para certas atividades, porém somente o próprio usuário sabe qual são as suas reais necessidades.

headlamp_6

Antes de entrar nos detalhes das medidas de performance, é necessário saber os tipos de lâmpada que existe na headlamp que irá adquirir. Atualmente, por uma questão de performance os modelos com lâmpadas de LED tem dominado o mercado. Os bulbos de LED possuem excelente rendimento e economizam bastante bateria. Por isso ser for adquirir uma headlamp prioritariamente escolha uma que possua uma lâmpada de LED.

Alguns modelos não funcionais possuem lâmpadas de outras tecnologias, o que faz com que a vida útil da bateria acabe muito rapidamente, além de terem um peso maior. Possuindo um peso maior a torna um peso a mais a carregar em uma trilha, escalada ou qualquer outra atividade que fizer na montanha.

Partes de uma headlamp

Toda e qualquer headlamp possui 3 partes bem características :

  • Lanterna –  Parte que é subdividida em
    • Refletor
    • Lente
    • Lâmpada de LED
  • Bateria
  • Elástico de cabeça

A parte da lanterna é onde está todo o aparato eletrônico de uma headlamp e é nele que está o coração, e cérebro, do funcionamento do equipamento. Uma vez destruído esta caixa, sua headlamp ficará inutilizada.

O que pode ser considerado bateria são dois tipos :

  • Espaço reservado para as pilhas ou bateria de lítio
  • Bateria recarregável

Os modelos mais modernos e de última geração dispensam o uso de pilhas e baterias para funcionar e assim, ao menos em certo aspecto, impactando menos o meio ambiente. Modelos com bateria recarregável permite também que o comprador tenha a ideia exata do peso que ela possui e avaliar se ela é a ideal para suas trilhas e travessias.

Quantidade de lúmens

Na fotografia a propagandas publicitárias enaltecem exageradamente a capacidade de megapixels que uma câmera possui, sendo que este número nem sempre diz muito sobre a qualidade do aparelho. Pergunte a qualquer fotógrafo e ele lhe dirá a mesma coisa.

Tecnicamente lúmen é o fluxo luminoso dentro de um cone de 1 esferorradiano (cone com área da esfera de raio unitário interna com valor de um metro quadrado), emitido por um ponto luminoso com intensidade de 1 candela (unidade de medida básica para intensidade luminosa).

headlamp_5

O mesmo acontece com o valor de lúmens de uma headlamp, pois inegavelmente existe uma importância mas não é o principal fator para se estabelecer como “nota de corte” no momento da escolha de uma headlamp. O raciocínio para isso é até relativamente simples : de imediato pensar em intensidade de brilho (que é o que se trata a medida lúmens) é fundamental parece o correto. Porém o alcance e foto desta luminosidade é o item mais importante de avaliação.

Explicando : de que adiante algo MUITO brilhante se a poucos metros ele perde foco e intensidade.

Por isso uma regra básica a respeito de utilizar como parâmetro a quantidade de lúmens : se você pensa em utilizar uma headlamp apenas para camping e atividades que não terá de andar muito (e por isso não necessita de iluminar longe) e a claridade é o que busca, então foque neste valor.

Entretanto se você está buscando um produto que ilumine bem à sua frente para usa-lo em uma travessia, ou até mesmo em um trail runnning, esta medida não deve ser a medida que servirá de “nota de corte” para a sua avaliação.

Amplitude do feixe de luz

headlamp

Muito mais que apenas o brilho, a distância de alcance do feixe de luz é talvez o fator que deveria ser o mais procurado em headlamps. A amplitude do feixe de luz é uma medida que incorpora tanto a intensidade do brilho da lâmpada assim como a capacidade da lente para focar a luz o mais longe possível.

Infelizmente cada fabricante busca um tipo de amplitude de feixe diferente, por isso cabe ao comprador considerar qual é a distância que ele acredita ser a ideal para o uso geral que irá dar à headlamp.

Duração da bateria

O tempo de duração da bateria é um fator que deve pesar muito na escolha do modelo ideal para o uso o qual procura. A duração da bateria baria de acordo com o tipo de lâmpada utilizada, assim como a sua intensidade utilizada durante maioria do tempo.

Quando mais durar uma bateria, mais útil ela será para quem realiza travessias de vários dias. Este tipo de recurso também é útil para evitar abastecimento de energia constantemente.

headlamp_2

Durabilidade

Todo e qualquer montanhista está sujeito a enfrentar uma ou outra chuva durante as suas atividades. Por isso uma das qualidades a ser levadas em consideração é a possibilidade de sua headlamp ser resistente à água, ou mesmo à prova d’água.

A resistência a choques mecânicos (quantidade de vezes que cai no chão) também deve ser avaliada, porque o produto sempre estará em uma mochila, e estará sujeira a este tipo de impactos.

Tamanho 

headlamp_3

Por ser um produto que tecnologicamente se renova a todo instante, alguns modelos antigos ficaram obsoletos e ainda são vendido nas lojas de produtos outdoor. Existem modelos que são enormes, com compartimento de baterias ficando na parte de trás da cabeça, às vezes com capacidade para 3 pilhas do tamanho AAA. Este tipo de headlamp é útil somente para atividades que o objetivo principal é a iluminação pontual, com o usuário parado todo o tempo.

Para quem planeja caminhar e ter uma locomoção sem sentir incômodo de um peso excessivo na cabeça deve priorizar a escolha de headlamp leves, e de preferência de peça única em uma única caixa : bateria, lente, lâmpada e acionador.

headlamp_4

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

There are 2 comments

  1. Joaozinho

    Headlamps da Petzl não prestam para ambiente outdoor, são uma porcaria e param de funcionar dentro da mochila. Tive uma que parou de funcionar sozinha, mandei para garantia eles disseram que “foi por mal uso, pudemos perceber que a lente está arranhada!!”.

    As da Aztec são uma ótima relação custo benefício e nunca me deixaram na mão.

    1. Luciano Fernandes

      Olá Joãozinho

      Sugiro que procure o fabricante e o distribuidor no Brasil para fazer esta reclamação. Na acusação de que foi por mal uso exija que discriminem o que você fez de errado. Apenas apresentar uma desculpa destas é inaceitável em qualquer código do consumidor.

      Caso o representando no Brasil tenha se recusado a conversar com você vá ao PROCON ou até mesmo ao DECON e acione a empresa. Porém isso só funciona se a sua headlamp foi comprada aqui no país e com nota fiscal.

      Abs

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.