Como escolher uma corda de escalada

Costuma-se dizer que uma corda de escalada é a melhor companheira do escalador.

Há quem acredite ainda que uma corda de escalada é o reflexo de seu dono.

Mas existe um fato que é inegável: cordas de escalada não são todas iguais.

Mammut Rope Wearing Out Comparsion

A pessoa que acredita nisso pode ficar em situação ruim quando menos espera.

Uma outra coisa importante a saber: comprar uma corda não faz de ninguém instantaneamente escalador, por isso se você nunca fez um curso, faça.

Somente com bons professores de escalada um escalador saberá tirar proveito de uma boa corda de escalada.

Não confie também em textos disponibilizados por logistas, eles podem estar direcionando você a uma compra de um produto que interesse a ele, e pode não ser o produto adequado a você

Certificação UIAA

O UIAA (União Internacional das Associações de Alpinismo) é o principal órgão UIAA[1]responsável por regulamentar, entre outras coisas, os equipamentos usados em atividades de escalada (todos os tipos).

Consequentemente todo e qualquer equipamento de escalada DEVE ser certificado pelo UIAA.

No caso de comprar qualquer equipamento o cliente DEVE exigir certificação e em caso negativo denunciar o equipamento e lojista.

Comercializar equipamento de escalada sem certificação UIAA é inaceitável.

Caso queira conferir se a corda foi fabricada seguindo as normas e especificações estipuladas pela UIAA e se o fabricante esta homologado acesse http://www.theuiaa.org/certified_products.html , nele há um arquivo em PDF .

Portanto a primeira regra da sua escolha é: corda de escalada tem de ser homologada pelo UIAA, sem exceções.

Materiais

Tectra-static-low-stretch-rope-100As cordas de escalada em sua maioria estão disponíveis em grande variedade de diâmetros.

Cada diâmetro existente é especificado para um tipo de escalada (corda dupla, corda simples e assim por diante).

Apesar da variedade de diâmetros todas são feitas de tipos de fios de nylon, sendo que possuem capa e alma (kernmantle rope).

A “alma” (core) de uma corda constitui de várias pequenas cordas trançadas individualmente e acomodadas dentro de tubo de tecido também de nylon chamado capa.

A alma é constituída de cerca de 11 a 13 pequenas cordas.

Este número de pequenas cordas que constituem a alma varia de acordo com o diâmetro e fabricante.

A capa serve para proteção da pequenas cordas internas, e possui pequena resistência à tração.

NEW-ENGLAND-GLIDER[1]

O grande diferencial entre as marcas de cordas dinâmicas existentes é a qualidade da capa à abrasão.

Algumas capas possuem tratamento para serem resistentes à água (cordas chamadas de “Dry”) e são muito utilizadas em escalada em gelo.

220px-Kernmantle_climbing_rope_dynamic_Sterling_10.7mm_cut_endUma corda ser ou não Dry não afeta em nada as outras propriedades da corda.

As cordas quando novas possuem uma “fluência” maior pelos freios de segurança.

Segunda regra da compra : sua corda DEVE ter uma alma sem falhas, portanto apalpe bem se for uma corda usada (o que é desaconselhável comprar) e no caso de uma corda nova verifique as extremidades.

Terceira regra da compra: A capa de uma corda deve estar sem NENHUM fio levantado e estar em estado praticamente intacto.

Dinâmica x Estática

kernimantle_rope_makingCair na escalada é uma ocorrência natural a qualquer escalador, e por isso temos sempre de procurar sofrermos o mínimo com isso.

Por isso uma corda de escalada DEVE ser do tipo “dinâmica”, para absorver o impacto do escalador na hipótese de uma queda.

dynamic-fall-arrest-rope-32930-2552089[1]Cordas estáticas e semi estáticas são úteis para serem usadas em escaladas de top-rope de ginásios de escalada em baixa altura (menos de 10 metros) e técnicas verticais de espeleologia.

Para escolher uma corda de escalada devemos ter em mente que deve ter a classificação “dinâmica”.

Infelizmente nem sempre o vendedor ou mesmo a loja on-line possui conhecimento necessário para orientar o cliente, por isso é importante saber traduzir de maneira eficaz os números da etiqueta de uma corda de escalada.

Nenhum escalador deve se aventurar a escalar , salvo em “top ropes” de academia, com corda estática.

Quarta regra da escolha: para escalar, a corda DEVE ser dinâmica. Sempre.

Especificações

A etiqueta da corda possui várias especificações que ajudam ao comprador saber que tipo de material está adquirindo.

Comprimento

Uma corda de escalada possui comprimento médio de 50, 60  e 70 metros.170736_9375_XL[1]

A escolha do comprimento fica a critério do tipo de escalada (esportiva ou tradicional) a se enfrentar.

Dica: compre uma corda que exceda em 10 metros o maior comprimento das vias, ou enfiadas, que você escalada usualmente.

Diâmetro

O diâmetro para uma corda de escalada varia muito, e por isso a própria UIAA desenvolveu uma simbologia para orientar o comprador.

Como regra prática (não sendo uma lei universal) uma corda de escalada no estilo de corda única varia de 9.4 a 10.5 mm de diâmetro.

Este é o diâmetro de corda de escalada mais comumente comercializado.

Cordas com diâmetro abaixo de 9.4mm são utilizadas em escaladas com corda dupla.

L0320YB-2[1]Cordas acima de 11mm possuem um peso excessivo, e maioria dos freios de segurança não são fabricados para um diâmetro tão espesso.

Dica: verifique o seu freio de segurança, e veja qual a espessura máxima e mínima. Sabendo esta amplitude escolha uma espessura que está o mais próximo da metade desta amplitude.

Força de Impacto

Toda corda deve trazer na sua etiqueta qual o valor máximo de impacto que suporta.

O valor padrão é estipulado pela UIAA nas especificações exigidas para fabricantes serem homologados.

Peso por metro

Este valor irá variar sempre com o diâmetro e comprimento da corda.

Portanto quando escolher uma corda muito grossa e longa irá sentir na pele o peso desta corda.

Quantidades de quedas

fatorEste valor se refere à quantidade de quedas do tipo “fator 2”.

Este fator de queda indica a qualidade do amortecimento em relação à altura da queda.

O número é obtido através da divisão da amplitude da queda pelo comprimento total da corda útil .

Em teoria esse número assume o valor máximo de 2.NewsletterDec03BraidedRope

Dica: por nunca ser possível saber se a corda já teve alguma queda de Fator 2, evite de comprar cordas usadas.

Deslizamento Capa/Alma

Por não ser uma estrutura rígida, a capa e corda possuem um leve deslizamento.

Este deslizamento também é especificado pelo UIAA.

Dica: uma corda nova dificilmente sentirá apalpando o deslizamento, porém uma corda usada certamente o sentirá. Evite de comprar cordas usadas.

Elasticidade

Este valor especifica o quando se alonga por comprimento quando tensionada.

A primeira queda de uma corda há um alongamento maior do que o número especificado.

Dica: Dê preferência a cordas com alto fator de elasticidade, pois no caso de uma queda o impacto será absorvido com suavidade.

 Como escolher uma corda de escalada?

5232014[1]O fator estético (bonita ou feia) NUNCA deve ser fator determinante na escolha de uma corda de escalada.

A possibilidade da corda de escalada combinar ou não com as cores de seu equipamento nada tem a ver com a qualidade que este equipamento possui.

Uma corda de escalada deve ser comprada levando em consideração que deva servir para uma gama de situações que o comprador irá enfrentar, por isso há de saber qual estilo, lugar, rocha e frequência de uso.

Por possuir muitas variáveis, deve ser analisada a cada caso, pois para cada situação há um tipo de corda indicada, cabe ao escalador analisar.

O fatores acima citados devem ser analisados no momento do planejamento da compra.

O fator monetário pesa muito no momento da escolha, porque uma boa corda de escalada não é barata, por isso a escolha deve ser criteriosa.

sterling-rope_P1[1]

A corda de escalada deve ser comprada para que seja usada periodicamente, portanto evite de deixar o equipamento guardado durante muito tempo.ROPE_MARKER[1]

Uma maneira prática de se identificar uma corda de qualidade é procurar saber se a mesma possui o meio de seu comprimento marcado.

O meio é comumente marcado de duas maneiras: a corda possui dois padrões de textura de capa, ou possui uma marca negra.

Para saber como escolher uma corda siga as regras e dicas de compra descritas em cada passo neste artigo, e escolha baseada sempre na qualidade técnica.

A Revista Blog de Escalada desaconselha fortemente a pessoas comprarem cordas usadas, especialmente de pessoas as quais você não conheça.

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There are 4 comments

  1. Moisés Oliveira

    Pois é concordo com o Alexandre Silva, já li muitas materias sobre o principal equipamento da escalada que é a corda, mas este post não falou nada sobre o seu principal titulo, Como escolher uma corda de escalada!!! É só um comentário amigo do texto, faça uma pesquisa maior e coloque mais detalher ai pra galera…

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.