Circuito Mantiqueira de Boulder termina e revela novos protagonistas na escalada brasileira

Terminou neste último final de semana o Circuito Mantiqueira de Boulder, realizado na cidade de Itamonte-MG (417 km da capital do estado) no ginásio do Picus Hostel. A competição foi realizada em cinco etapas, realizadas em cinco cidades e ginásios diferentes e tinha como objetivo principal, além de confraternizar os escaladores da região, revelar novos nomes para a escalada brasileira, tanto em categoria adulto quanto juniores e juvenil.

A realização do Circuito somente foi possível pela união dos ginásios Gravidade Zero Escola de Escalada, Montê Escola de escalada e Movimento, BBLOC Escalada em Boulder, Rupestre Centro de Treinamento de Escalada (RCTE) e Picus Hostel e Escalada. Ao todo o circuito contou com a participação de mais de 120 atletas diferentes, das mais diversas idades, que disputaram os prêmios da etapa, entregues em cada evento, até o prêmio final entregue no final de semana último, junto com os troféus aos três melhores colocados.

Visivelmente emocionado, o idealizador do circuito (que foi quem costurou todo o acordo entre as academias) Felipe Barbosa declarou estar muito satisfeito com o resultado do Circuito Mantiqueira de Boulder, além de prometer que o planejamento para mais um acontecimento do evento para 2018 já começou. Barbosa também mostrou-se esperançoso com respeito à adesão de potenciais patrocinadores, tanto de marcas que exploram o esporte, quanto de empresas da região da Serra da Mantiqueira, para a próxima edição. Deixou bem claro também, que todos e quaisquer investimentos serão prioritariamente aplicados na premiação de atletas. Os proprietários Beto Junqueira, Andre Berezozky, Felipe Guimarães e Fabiano Lopes também demonstraram muita satisfação com o resultado obtido.

Pela quantidade de participantes, além do retorno obtido por atletas, o Circuito Mantiqueira de Boulder tornou-se, atualmente, o evento esportivo de escalada mais bem-sucedido do Brasil, seguido somente pelo ranking Catarinense de Escalada, que organizou quatro etapas em 2017. Um outro evento, o qual conseguiu também realizar várias etapas em 2016, a Copa Nordeste de Escalada Esportiva, mostrou sobrevida mas apenas conseguiu realizar uma etapa este ano.

Novos protagonistas

O grande mérito do Circuito Mantiqueira de Boulder, sem dúvida nenhuma, foi conseguir revelar novos talentos para o cenário da escalada de competição no Brasil. Outrora desconhecidos do público, atletas como Alex Mendes, Wellison da Silva e Samuel Souza no masculino, e Najla Moufarreg, Rebeca Bastos e Emily Póvoa no feminino, foram os (as) protagonistas do evento.

Todos os atletas, tanto no masculino quanto no feminino, mostraram espírito competitivo (lealdade com bastante rivalidade). Mesmo com espírito festivo que o circuito tinha no início, a rivalidade falou mais alto e todos os participantes levaram a sério a disputa. Não houve excesso de brincadeiras e, muito pelo contrário, todos buscavam ao mesmo tempo sair da zona de conforto, manter a concentração e determinação altas.

O Circuito Mantiqueira de Boulder também serviu de incentivo para os atletas participarem de outros torneios. A atleta Najla “Naná” Moufarreg, de 30 anos, por exemplo chegou a destacar-se em um torneio de uma liga independente realizado em Minas Gerais, deixando atletas de renome ofuscados por seu desempenho. Moufarreg prometeu treinar mais forte em 2018 e afirmou que focará suas atenções em diversos eventos de escalada de competição para 2018.

A segunda colocada no feminino Rebeca “Beka” Bastos mostrou muita determinação e força física que uma competição exige, assim como a terceira colocada Emily Póvoa. Pelos resultados obtidos por ambas, estreantes em campeonatos, o futuro parece promissor, caso continuem dedicando-se e treinando forte e com planejamento.

Foto: Felipe Barbosa

Os escaladores Alex Mendes, de apenas 17 anos, e Welisson da Silva, de 27 anos, mostraram técnica e força deixando a entender que possuem potencial para destacar-se no cenário nacional. Mendes, por ser o natural de Itamonte-MG foi quem mais entusiasmou a plateia com sua superação e determinação. Welisson provou a todo o tempo ser o atleta mais técnico e estratégico de todo o circuito.

Samuel Sousa, de São Tomé das Letras-MG, e Leonel Bastos, de Resende-RJ exibiram muita concentração e determinação em igualar os dois primeiros colocados. Ambos destacaram-se pela estratégia de leitura das linhas de boulder em toda a 5º Etapa do Circuito Mantiqueira.

Resultados Finais

  • Campeões Ranking 2017 – Categoria Adulto Masculino
    • 1º – Alex Mendes Barbosa Júnior
    • 2º – Welisson Felipe Da Silva
    • 3º – Leonel Bastos
  • Campeãs Ranking 2017 – Categoria Adulto Feminino
    • 1ª – Najla Moufarreg
    • 2ª – Rebeca De Faria Werner Bastos
    • 3ª – Emilly Póvoa

  • Campeões Ranking 2017 – Categoria Júnior Masculino
    • 1º – Samuel Carlos da Silva
    • 2º – Alan Lima
    • 3º – João Duque
  • Campeãs Ranking 2017 – Categoria Júnior Feminino
    • 1ª – Isadora Martinazzo
    • 2ª – Natalia Soares Silva
    • 3ª – Paloma Negrelli da Xadinha
  • Campeões Ranking 2017 – Categoria Juvenil Masculino
    • 1º – João Felipe Barbosa
    • 2º – Fábio Henrique de Andrade Lopes
    • 3º – Miguel Junqueira Geraissati
  • Campeãs Ranking 2017 – Categoria Juvenil Feminino
    • 1ª – Ana Júlia Barbosa
    • 2ª – Raica Da Costa Feo
    • 3ª – Ana Luiza Kirst Brinco

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.