Academia Casa de Pedra divulga regras de apoio inédito a atletas e escaladores

blog007[1]A alguns meses atrás, a academia paulistana Casa de Pedra divulgou que estava procurando atletas para que fossem apoiados.

A academia se interessou por muitos projetos e acreditou não ser justo apenas escolher um, e portanto elaborou um plano inédito a escaladores.

Dentre as regras estabelecidas no site da academia estão as regras abaixo:

Como isso funciona?

Não importa se você escala boulder, esportiva, clássica ou montanha.

Se você vai fazer uma viagem alucinante, participar de um campeonato, abrir uma nova via em algum lugar remoto ou fazer algo diferente?

Mande sua proposta para nós para o email: [email protected]

– Eu já tenho apoio da marca X e Y, posso me candidatar a um apoio? 

Sim, a Casa de Pedra é um ginásio e loja multi-marca, portanto não temos exclusividade com nenhuma marca específica.

Se você já tem apoio de uma marca de sapatilha, combinaremos quotas em outros produtos e/ou serviços e por aí vai…

– Eu vou receber salário da Casa de Pedra? 

Não, a Casa de Pedra apoiará apenas em produtos e/ou seriços, nenhum atleta receberá salário em dinheiro.

– Como será esse apoio então?

Nós analisaremos cada projeto e capacidade de gerar “conteúdo” interessante e relevante para a marca e combinaremos com cada um dos “atletas” uma cota mensal, que será paga em serviços (ginásio) ou produtos (loja).

– Quanto tempo dura o Apoio a um projeto de Escalada?

Os contratos de APOIO serão semestrais e não renováveis, ou seja, passado o período de 6 meses o atleta pode pleitear um novo semestre, desde que apresente um novo projeto.

– Quantos projetos simultâneos serão apoiados?

Inicialmente estamos dispostos ao apoio de 4 projetos simultâneos.

Atletas de São Paulo, que já escalem na Casa de Pedra, têm preferência nestes projetos, no entanto escaladores de todo o país podem enviar projetos.

Mais detalhes no site da academia

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.