Corpos de brasileiros no Fitz Roy são localizados e resgate já está sendo planejado

Os corpos dos brasileiros Leandro Ianotta e Fabrício Amaral, de acordo com informações disponibilizadas pelo jornal Ahora Calafate, foram encontrados no dia de ontem. De acordo com a informação disponibilizada pelo veículo, e posteriormente confirmada pela Revista Blog de Escalada (escute o áudio no topo do artigo), ambos os montanhistas estão pendurados em uma parte da via “franco-argentina” no Fitz Roy. Segundo o periódico argentino, um guia de montanha que estava com seu cliente, visualizou ambos os montanhistas e avisou por rádio que os corpos de Leandro e Fabrício estavam pendurados na parede.

A notícia foi confirmada pela coordenadora de operações de resgate da Comisión de Auxilio de El Chaltén, Carolina Codó, como pode ser ouvida no áudio exclusivo enviado à Revista Blog de Escalada (escute no topo do artigo ou abaixo). Entretanto, Codó não enviou mais detalhes sobre a altura de onde estão os corpos na via, nem detalhes da operação para retirada dos corpos da dupla brasileira. Porém, a coordenadora confirmou que o resgate dos corpos de Leandro Ianotta e Fabrício Amaral, já está sendo planejado e será executado assim que for possível.

O fato dos corpos da dupla Leandro Ianotta e Fabrício Amaral estarem pendurados na linha da via, comprova que a informação de que estavam na La silla era falsa. Esta informação foi amplamente divulgada por um veículo de informação brasileiro que, até o momento, não se preocupou em retratar-se.

Por ser a informação oficial e confirmada por Carolina Codó, grande parte das notícias compartilhadas por escaladores em redes sociais a respeito dos corpos, especialmente durante a primeira semana do desaparecimento de Ianotta e Amaral, comprovaram-se falsas. Grande parte dos escaladores que se preocuparam em espalhar notícias falsas, desde o sumiço dos escaladores brasileiros, se silenciaram das redes sociais e negaram ter colaborado na difusão de informações falsas (mesmo que o histórico das redes sociais denunciassem o contrário).

Além do corpo dos brasileiros, o do escalador tcheco Thomas também foi avistado pelo guia de montanha.

Outra emergência nas montanhas

Dois escaladores se acidentaram na Aguja Rafael Juárez (2.450 m), montanha que faz parte do Maciço Fitz Roy.

De acordo com informações oficiais um escalador japonês sofreu uma queda com seu companheiro e acabou tendo um traumatismo craniano que o fez perder consciência. Ambos caíram de uma altura de aproximadamente 30 metros.

Operações de resgate foram iniciadas. O helicóptero da gendarmería está na região de El Chaltén e espera-se que o resgate da dupla japonesa seja realizado. Especula-se que o veículo também seja usado para o resgate dos corpos dos brasileiros.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.