Quais são os melhores lugares do Brasil para a prática de Psicobloc

Antes de qualquer escalador se aventurar a escalar psicobloc, leia com muita atenção: http://blogdescalada.com/historia-e-dicas-do-psicobloc/

Paraíso do Talhado/Canions do Rio São Francisco – AL

21[1]

O paraíso do Talhado localizado nos Cânions do Rio São Francisco em Alagoas possui uma das paredes mais exigentes de psicobloc do Brasil e do mundo, com seus 30 metros de altura em rocha arenito e água parada do rio, traz certo desafio para aqueles que desejam ultrapassar o limite de segurança da modalidade.

Com mais de cinco setores e 50 vias espalhadas pelos cânions com graduações que variam do 4º ao 9a brasileiro com diferentes inclinações e altura, torna um cenário ideal para todos que queiram praticar a modalidade.

Os cânions do talhado serviram de palco para a 3ª edição do Red Bull Psicobloc, e contou com a presença dos escaladores espanhóis Iker e Eneko Pou, marcando o primeiro evento de psicobloc no Brasil.

Melhor época: O ano todo!

 Arraial do Cabo – RJ

Gruta-Azul[1]

Um dos lugares mais belos de psicobloc do Brasil possui oito setores entre caves, paredes e fendas, diversas vias do 4º ao 10a grau entre projetos.

Altura das vias entre 5 a 30 metros de rocha granito.

Melhor época: a partir de Abril as correntes marítimas são mais quentes e transparentes.

 Ilhas Tijucas – Rio de Janeiro RJ

IMAG0038[1]

As ilhas Tijucas, localizada na Barra da Tijuca, possui três setores para a prática da modalidade.

Com um visual único do Rio de Janeiro, acesso rápido e paredes perfeitas para a modalidade podemos considerar o paraíso de psicobloc carioca.

Possui paredes fáceis ideal para os iniciantes e paredes super difíceis para a galera que está com o grau em dia.

  •  “Ilha Alfavaca”

 1) Parede maior: vias do 5º ao 7b altura máxima 15 metros.

 2) Parede menor: Vias do 4º ao 5º altura máxima 7 metros, não chega a ser psicobloc, devido a baixa altura da parede, neste caso existe a variante da modalidade que se chama “Aquabloc” pois não afeta o psicológico do escalador.

É ideal para aqueles que estão começando na escalada e para um primeiro contato com a modalidade.

  •  “Ilha Pontuda”

Cave dos Piratas: Vias do 7c á vários projetos, cave muito futurística e difícil, a altura da parede chega a 50 metros.

A cave é bem exposto ao mar aberto, ondas batem com violência na parede e pode assustar aqueles que não têm experiência na modalidade.

Melhor época: O ano Todo!

image[3]

 Cânions de Furnas / Capitólio – MG

Belíssimo Lugar e com grande potencial para a modalidade possuem diversos setores e vias de 4º ao 10a mais alguns projetos.

A altura das vias vai dos 5 ao 30 metros dependendo do setor chega aos 80 metros onde possuem chapas para escalar com corda.

Ideal para iniciantes na modalidade.

Melhor época: o Ano todo!

O carioca Felipe Dallorto é escalador completo, se dedica a todas as modalidades de escalada desde boulder a big wall. Começou a escalar em 1999, aprendeu e aprimorou sua técnica no maior centro de escalada de aventura do País na região dos “Três Picos de Salinas”, RJ. Sua formação na escalada foi com um dos maiores e importantes escaladores do Brasil, Sérgio Tartari. Felipe dedicou 14 dos seus 30 anos ao montanhismo.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.