O Oscar dos filmes outdoor anuncia os vencedores de 2016

Por mais que sejam criados premiações ao longo do tempo, no mercado cinematográfico comercial existem apenas dois prêmios que são considerados relevantes para o público e para a indústria. Obviamente que ganhar, ou não um prêmio, não faz do filme um clássico instantâneo, mas ajuda a ser comercializado no futuro. Muitas premiações em festivais menores baseia-se muito no critério político e não propriamente no mérito em si. Exemplos não faltam.

banff-mountain-festival-2016-2

Mas quais são os dois prêmios mais prestigiados do cinema ? O Oscar, prêmio da indústria americana, e o de Cannes. Existem, claro, outros que também possuem relevância, mas nada que iguale a estes dois. O mesmo ocorro no mercado de filmes outdoor. Há vários festivais, mas os mais importantes são : Banff Mountain Film Festival , no Canadá, e o Kendall Mountain Film, realizado na Inglaterra. Nos EUA há algumas tentativas de criar um festival americano de relevância mas ainda é tímida e muito voltado ao mercado publicitário e muito pouco ao espírito de montanha. Os festivais citados são relevantes por ter, prioritariamente, respeito ao público, qualidade de curadoria e, obviamente, preservar o espírito de um festival de cinema. Por preservar o espírito de um festival de cinema entenda como exibir os filmes em salas de cinema e não em parques.

banff-mountain-festival-2016-3

Banff Mountain Film Festival 2016

Portanto o Banff Mountain Film Festival é, inavegavelmente, o mais prestigiado e importante festival de filmes de montanha de todo o mundo. Ser premiado neste festival é o equivalente a ganhar um Oscar. Por este motivo muitos produtores buscam realizar obras que se destaquem no festival.

A edição de 2016 do festival canadense terminou no último final de semana e, infelizmente, não premiou o filme brasileiro “Agora”, que foi selecionado para ser exibido no evento. Porém, pela diversidade de filmes premiados, ficou evidente que a visão de filme outdoor americana está conflitando com o espírito geral de filmes de montanha. Por se aproximarem cada vez mais da fronteira entre propaganda e filmes outdoor, o estilo americano de filmes outdoor cada vez mais desagrada quem pratica esportes de verdade. Estes filmes, de qualidade duvidosa, parecem ideias para as vazias exibições gratuitas, muitas vezes infrutíferas, em parques para quem não pratica esporte.

banff-mountain-festival-2016-1

Pela diversidade das escolhas apresentada pelo júri, e até mesmo pelo público, fica evidente que a crise de criatividade que assola Hollywood (com diversos reboots de séries e filmes), também faz parte dos produtores de filmes outdoor americanos. O avanço desenfreado de publicitários, personalidades artificiais, ambição de marcas em aparecer, são apontados como fatores para esta visível decadência.

Premiados Banff Mountain Festival 2016

Prêmio Principal

    • Nome : Shepherdess of the Glaciers
    • País : França – 2016
    • Duração : 74 min
    • Direção : Christiane Mordelet, Stanzin Dorjai
    • Produção : Christiane Mordelet, Stanzin Dorjai

Premio Excelência Criativa: The Accord (Islândia/EE.UU., 2016, 19 min)
Direção: R.C. Cone
Produção: R.C. Cone, Elli Thors Magnus

Melhor filme de Exploração e Aventura: Holy (un) Holy River (EE.UU., 2015, 60 min)
Direção/Produção: Pedro McBride, Jake Norton

Melhor filme de Cultura de Montanha: Freedom Under Load (Eslovaquia, 2016, 58 min)
Direção: Pavol Barabas
Produção: Alena Koscova

FREEDOM UNDER LOAD trailer from K2STUDIO on Vimeo.

Melhor filme de Escalada: Boys in the Bugs (EE.UU., 2016, 18 min)
Direção: Zachary Barr, Peter Mortimer, Nick Rosen
Produção: Zachary Barr

Melhor filme de esportes de Montanha: Metronomic (França, 2015, 16 min)
Direção/Produção: Vladimir Cellier

Melhor filme de esportes de Neve: China: A Skier’s Journey (Canadá, 2016, 16 min)
Direção/Produção: Jordan Manley

China: A Skier’s Journey from Jordan Manley on Vimeo.

Melhor filme de Entorno de Montanha e Historia Natural: KONELINE: our land beautiful (Canadá, 2015, 96 min)
Direção: Nettie Wild
Produção: Betsy Carson

KONELINE: Our Land Beautiful (Trailer) from Mark Lazeski on Vimeo.

Melhor curta de Montanha: Northbound (Noruega, 2015, 11 min)
Direção: Jorn Nyseth Ranum
Produção: Anders Graham

Melhor longa de Montanha: Climbing Higher (Rep. Checa, 2015, 100 min)
Direção: David Kalek
Produção: Richard Nemec

Menção do Juri: Langtang: Summits of My Life III (Espanha, 2015, 52 min)
Direção: Sébastien Montaz-Rosset
Produção: Jordi Lymbus

Menção do Juri: The Super Salmon (EE.UU., 2016, 25 min)
Direção/Produção: Ryan Peterson

The Super Salmon – TRAILER from Ryan Peterson on Vimeo.

Prêmio do Público Radical Reels: Young Guns (EE.UU., 2016, 30 min)
Direção: Nick Rosen, Josh Lowell, Peter Mortimer
Produção: Zachary Barr

Prêmio do Público: SHIFT (Canadá, 2016, 28 min)
Direção/Produção: Kelly Milner

SHIFT Trailer from Shot in the Dark Productions on Vimeo.

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.