“La Chuquiragua”: A história de quatro mulheres tentando escalar a parede mais alta do Peru

O filme “La Chuquiragua” está disponível para visualização na íntegra. A produção peruana foi liberada no início da semana em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. No filme de pouco mais de 17 minutos, as escaladoras Branca Franco, Andrea Cordovéz, Marcela Castro e Estefania Bravo, que formam a equipe batizada de “La Chuquiragua” tentam escalar a parede vertical mais alta do Peru, com 750 metros de altura: La Esfinge.

A via “La Esfinge”, localizada a nada menos do que 5.325 metros de altitude que é uma escalada em Big Wall de intimidar o escalador mais valente. La Esfinge conta com somente quatro vias com muito poucas repetições desde o ano de 1997. Foram abertas duas vias mias no ano de 1999 e sete no ano 2000.

O principal conquistador do local e tido como descobridor da escalada na montanha Antonio Gómez Bohórquez, conhecido popularmente como “Sevi”. A primeira ascensão da via foi feita pelo próprio “Sevi” junto de Onofre P. García em julho de 1985. Foram necessários 9 bivacs (pernoites na rocha) para completar a via.

Chuquiraga jussieui é uma espécie de planta endêmica do Equador e Peru. É um arbusto baixo, atingindo uma altura de cerca de 75 cm e possui flores amarelo pálido ou laranja e popularmente chamada de  “Flor del caminante” ou “Flor de los Andes”.

Para quem não domina o idioma espanhol, os produtores disponibilizaram legendas anto em português como espanhol. As músicas da trilha sonora ficaram por conta de Quioxis, Muy Tranquilo / Martin Balseca Rios e Karate Dancer e a produção teve direção de Estefania Bravo.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.