Jon Krakauer causa polêmica em declaração sobre escaladas no Everest

Um dos autores de literatura de montanha mais prestigiados do mundo, o jornalista americano Jon Krakauer, causou polêmica na mídia tradicional ao declarar ao jornal Huffington Post (periódico que existe exclusivamente na internet) que se arrepende de ter escalado no Everest.

Krakauer à época de sua ida ao Everest, para cobrir o campo base para uma revista americana, criticou duramente o comportamento de alguns escaladores da expedição.

Sua crítica, realizada por não entender códigos de ética e conduta de montanha, culminou na criação do livro “A Escalada” de Anatoli Boukreev (alvo principal das críticas).

http://www.huffingtonpost.com/

http://www.huffingtonpost.com/

Na ocasião Jon Krakauer cunhou um de seus maiores sucessos de vendas: “No Ar Rarefeito“.

Durante uma entrevista ao Huffington Post para promover o filme “Meru”, que foi lançado ao mercado americano em circuito alternativo no último final de semana, fez uma declaração polêmica.

Escalar o Monte Everest foi o maior erro que eu já fiz na minha vida. Eu gostaria de nunca ter ido. Sofri por anos de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), e ainda sofro pelo que aconteceu. Fico feliz de ter escrito um livro sobre isso. Mas sabe, se eu pudesse voltar no tempo e reviver minha vida, eu nunca teria escalado o Everest.

 – Jon Krakauer

A declaração foi dada a um menino de 11 anos que planeja subir à montanha (pois o garoto está realizando o Seven Summits), e causou grande repercussão da mídia, pois Krakauer era considerado grande embaixador de cultura do Everest.

Monte Everest fabricando palestrantes

O turismo aventureiro no Everest, no qual interessados em vender palestras motivacionais fantasiam-se de montanhistas, vem sofrendo a cada ano duras críticas tanto da mídia, quanto da comunidade de montanha.

Este estelionato motivacional é impulsionado, e elaborado, por sites de pouca credibilidade e baixa profundidade de conteúdo de montanha,  o qual agencia estes mesmos palestrantes.

Toda a indústria de fabricar falsas personalidades de montanha vem mostrando esgotamento e se tornado perigoso para quem está despreparado para enfrentar perigos como Jon Krakauer viveu em 1996.

Especula-se que o preço das excursões irão ficar mais caros a partir de 2016, assim como os permits para quem deseja estar no cume do Everest, o que diminuirá a procura pelo lugar.

A entrevista, assim como a repercussão, pode ser lido aqui (texto em Inglês): http://www.huffingtonpost.com

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.