Jon Krakauer causa polêmica em declaração sobre escaladas no Everest

Um dos autores de literatura de montanha mais prestigiados do mundo, o jornalista americano Jon Krakauer, causou polêmica na mídia tradicional ao declarar ao jornal Huffington Post (periódico que existe exclusivamente na internet) que se arrepende de ter escalado no Everest.

Krakauer à época de sua ida ao Everest, para cobrir o campo base para uma revista americana, criticou duramente o comportamento de alguns escaladores da expedição.

Sua crítica, realizada por não entender códigos de ética e conduta de montanha, culminou na criação do livro “A Escalada” de Anatoli Boukreev (alvo principal das críticas).

http://www.huffingtonpost.com/

http://www.huffingtonpost.com/

Na ocasião Jon Krakauer cunhou um de seus maiores sucessos de vendas: “No Ar Rarefeito“.

Durante uma entrevista ao Huffington Post para promover o filme “Meru”, que foi lançado ao mercado americano em circuito alternativo no último final de semana, fez uma declaração polêmica.

Escalar o Monte Everest foi o maior erro que eu já fiz na minha vida. Eu gostaria de nunca ter ido. Sofri por anos de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), e ainda sofro pelo que aconteceu. Fico feliz de ter escrito um livro sobre isso. Mas sabe, se eu pudesse voltar no tempo e reviver minha vida, eu nunca teria escalado o Everest.

 – Jon Krakauer

A declaração foi dada a um menino de 11 anos que planeja subir à montanha (pois o garoto está realizando o Seven Summits), e causou grande repercussão da mídia, pois Krakauer era considerado grande embaixador de cultura do Everest.

Monte Everest fabricando palestrantes

O turismo aventureiro no Everest, no qual interessados em vender palestras motivacionais fantasiam-se de montanhistas, vem sofrendo a cada ano duras críticas tanto da mídia, quanto da comunidade de montanha.

Este estelionato motivacional é impulsionado, e elaborado, por sites de pouca credibilidade e baixa profundidade de conteúdo de montanha,  o qual agencia estes mesmos palestrantes.

Toda a indústria de fabricar falsas personalidades de montanha vem mostrando esgotamento e se tornado perigoso para quem está despreparado para enfrentar perigos como Jon Krakauer viveu em 1996.

Especula-se que o preço das excursões irão ficar mais caros a partir de 2016, assim como os permits para quem deseja estar no cume do Everest, o que diminuirá a procura pelo lugar.

A entrevista, assim como a repercussão, pode ser lido aqui (texto em Inglês): http://www.huffingtonpost.com

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.