Brasileira Fernanda Maciel estabelece recorde mundial feminino de ascensão ao Aconcágua

A mineira Fernanda Maciel fez a ascensão feminina mais rápida ao Monte Aconcágua, na Argentina.

A montanha é a mais alta das Américas, e a maior fora da cordilheira do Himalaia/Karakoram, e usualmente um montanhista leva vários dias para atingir ao cume, às vezes semanas.

Na primeira oportunidade que teve de estabelecer o recorde, em janeiro de 2015, Fernanda Maciel tentou realizar a façanha semelhante ao que o espanhol Kilian Jornet no mesmo ano porém, por questões de saúde, teve de desistir de suas tentativas.

Fernanda Maciel retornou neste ano de 2016 à Mendoza, na Argentina, e após passar duas semanas apenas treinando sentiu-se pronta para estabelecer o recorde feminino de subida ao Monte Aconcágua.

No período destas duas semanas a atleta pode ambientar-se melhor e guardar energias suficientes para enfrentar o desafio.

Foto : Reprodução Instagram

Foto : Reprodução Instagram

Porém sua primeira tentativa neste ano teve de ser abortada, pois com tempo muito ruim que, segundo a atleta, provocaram avalanches de lama e rolagem de rochas gigantes que a impediram de continuar a subida

Fernanda Maciel declarou ainda que estas avalanches e pedras rolantes “estão destruindo até as rodovias”.

Como estava hospedada na região conhecida como Penitentes, para conseguir outra permissão de conquistar o recorde, teve de retornar à cidade de Mendoza para obter um novo documento de autorização.

A atleta teve neste período de descanso entre as tentativas seu aniversário, que comemorou junto com seus preparativos para uma nova tentativa.

Foto : Gustavo Cherro | http://www.redbull.com

Foto : Gustavo Cherro | http://www.redbull.com

No dia de hoje, a atleta realizou uma segunda tentativa e desta vez foi bem sucedida, entretanto por conta da quantidade de neve e rochas no percurso inicialmente idealizado, Fernanda Maciel decidiu que sua estratégia seria sair desde o campo base do Aconcágua (4.300 m de altitude – conhecido como Plaza de Mulas).

Com a realização da subida ao teto das Américas, Fernanda Maciel tornou-se a detentora da ascensão feminina mais rápida ao topo do Aconcágua.

Fernanda Macial tornou-se também a única pessoa do Brasil, homem ou mulher, a realizar uma ascensão tão rápido ao cume do Monte Aconcágua.

Todo o percurso da ultramaratonista foi transmitido em tempo real por um de seus patrocinadores ao vivo pelo link : http://share.findmespot.com

Foto : http://www.redbull.com/

Foto : http://www.redbull.com/

Novos patrocínios

Determinada a superar o desafio de ser a ascensão feminina mais rápida ao cume do Aconcágua, até para poder contabilizá-lo em seu projeto filantrópico White Flow, Fernanda Maciel procurou além de realizar uma preparação física direcionada ao desafio, também se empenhou em encontrar patrocinadores que se interessassem em bancar uma nova tentativa.

No segundo semestre Fernanda Maciel fechou contrato com uma empresa multinacional de produção de bebidas energéticas, além de uma parceria com uma outra de monitoramento por satélite , que se acreditaram em seu talento, e permitiram que iniciasse um plano de mídia e exposição das marcas.

Foto : Reprodução Instagram

Foto : Gustavo Cherro

As patrocinadoras disponibilizaram sites oficiais, cada um ao estilo próprio, da tentativa da atleta para que fosse transmitido em tempo real a sua conquista.

Além disso, seus novos patrocinadores deram carta branca à atleta para que se preparasse da maneira que acesse mais adequada e não a pressionaram a realizar nada que fosse fora de seu planejamento.

Ambos os patrocinadores mostraram-se de mentalidade moderna e não anunciaram o termo já em desuso de “cobertura on-line”, termo característico do início da internet nos anos 90, quando sites não sabiam a amplitude que internet possuía, e que atualmente perdeu-se o sentido.

As “coberturas on-line” perderam totalmente o sentido de serem anunciadas desde que foram criados sites como Google, Twitter e tecnologias de streaming, e virou sinônimo de conceito obsoleto de internet, assim como as salas de bate papo.

O site OFICIAL dedicado especificamente às tentativas de Fernanda Maciel pode ser conferido aqui : http://www.redbull.com

A Conquista

Após analisar atentamente o prognóstico do tempo, Fernanda Maciel estabeleceu que sua tentativa deveria acontecer no início da manhã, e se preparou para correr às 09:00 (Horário de Brasília), estimando que seriam aproximadamente 15 horas de corrida de ida e volta ao cume do Monte Aconcágua.

Maciel é atleta de ultraTrail e sempre enfrenta corridas de distâncias como 50 km, e às vezes até 100 km.

Fernanda-Maciel-500

Fernanda Maciel na descida passando por Nido de Condores

Para chegar ao topo do Monte Aconcágua o percurso de ida e volta, pela via normal (desde Horcones), soma 59,85 km tendo um desnível positivo de 3.962 m.

Fernanda Maciel, após estudar as condições de acesso desde Horcones até o campo base (conhecido também como Plaza de Mulas), optou por começar seu ataque ao cume desde o campo base do Aconcágua, que está a uma altitude de 4.300 m.

Estima-se que Fernanda Maciel tenha perdido aproximadamente 4 kg durante a quebra de seu recorde.

Logo após realizar cume, iniciou a descida, e quando passou por Nido de Condores (5.500 m de altitude) declarou que “minhas pernas estão bem cansadas, mas falta pouco agora”.

Foto : Gustavo Cherro | http://www.redbull.com/

Foto : Gustavo Cherro | http://www.redbull.com/

As última marca de ascensão mais rápida pertence ao equatoriano Karl Egloff (11:52 minutos), seguido pelo espanhol Kilian Jornet (12:49 minutos).

Importante lembrar que o tempo de ambos os corredores foi com a saída realizada a partir de Horcones.

Na tentativa de atingir o recorde inédito, Fernanda Maciel encarou ventos de 45 a 50 km/h, além de temperaturas que variaram de -7ºC a -12ºC .

Para manter a energia, e não deixar que perdesse a determinação, em todo o percurso estavam à disposição da atleta suprimentos de água, comidas prontas e géis para manter a energia.

Na transmissão em temo real de suas coordenadas o aparelho que monitorava sua posição acabou congelando, interrompendo a transmissão.

Ao final, ao retornar à Plaza de Mulas, Fernanda Maciel estabeleceu o recorde em 14h20min.

Fernanda Maciel descansará nos próximos dias, mas continuará estudando o prognóstico do tempo para verificar a possibilidade de tentar realizar a corrida saindo desde Horcones, e assim igualar, pelo menos em termos de distância, o feito de Kilian Jornet e Karl Efloff.

Sobre o Autor

Da Redação

Da Redação

Equipe da redação

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.