[EXCLUSIVO] Entrevista com Jalon Medeiros, organizador do 11º EENe

Acontece todos os anos em algum estado do Nordeste brasileiro, escolhido previamente, o encontro nacional de escaladores do Nordeste.

Este ano chega à sua 11º edição.

Todos estes encontros são cercados de grande expectativa pois possuem boa organização e visitação.

Este ano de 2012 será na Serra Caiada, localizada no Rio Grande do Norte.

O Blog de escalada procurou Jalon Medeiros para falar mais sobre o evento, suas expectativas, dificuldades e empenho para organizar tudo.

 

1 – Jalon, Como estão os preparativos para o Encontro de Escalada do Nordeste?

A Aern (Associação de Escaladores do Rio Grande do Norte) está trabalhando na organização do Encontro desde o final do ano passado, quando começamos a nos reunir para definir os rumos que daríamos ao evento.

Hoje temos um grupo de trabalho responsável pela parte “administrativa”, trabalhando, dentre outras coisas, na viabilização financeira do Encontro e na sua divulgação, e outro grupo de trabalho responsável pela parte técnica, abrindo novas vias, realizando a manutenção das já existentes, recuperando trilhas…

 

2 – Existe a fama de que eventos de escalada são difíceis de organizar. A que você deve este fato?

Acredito que a resposta para esta pergunta passa por vários pontos, não da pra apontar um único motivo. Mas, para não me alongar muito, falo do que penso ser, se não o principal fator, um dos mais importantes.

É notório que os clubes, associações e federações de escalada são geridos por entusiastas do esporte, apaixonados pela escalada, mas sempre voluntários.

São pessoas que têm seus empregos, suas famílias, seus projetos, mas que abrem mão de seu tempo livre e de seus interesses pessoais para se dedicar aos interesses de uma coletividade. Falando de minha experiência pessoal, é MUITO difícil conciliar emprego, faculdade, família e treinos com o trabalho da associação, que não é pequeno.

Além da falta de tempo, normalmente falta também know-how. Aqui, estamos aprendendo meio que à força como concretizar esse encontro, com algumas idas e vindas, retrocessos, erros…

Resumindo, não há especialistas em organização de eventos, e sim apaixonados pelo esporte como eu ou você, que resolvem arregaçar as mangas e fazer acontecer.

 

3 – Qual o volume de voluntários até o momento que se candidataram?

Boa parte dos associados voluntariou-se a ajudar no evento, cada um dando sua contribuição no que pode.

Além disso, sempre contamos com a ajuda de amigos escaladores de estados vizinhos, principalmente da Paraíba e de Pernambuco, que têm aparecido pela Serra Caiada com frequência para ajudar na conquista de novas vias e na manutenção das trilhas.

 

4 – Muitos eventos de escalada pelo Brasil estão com dificuldades de patrocínio por ainda se apoiar em listas de discussão para divulgações. Qual será a estratégia deste ano para este encontro?

Estamos acertando os últimos detalhes de uma espécie de assessoria de imprensa com a 4Climb, que vai nos ajudar na divulgação do encontro.

Estabelecemos contato com alguns blogs e portais de escalada e esportes outdoor, e já tivemos algumas matérias publicadas.

Estamos também estabelecendo alguns contatos com emissoras de televisão locais, e inclusive já conseguimos fazer uma matéria para uma delas, que foi ao ar em março.

 

5 – Haverá algum convidado especial a ser trazido para o evento?

Convidamos o Cesar Grosso, pentacampeão brasileiro e campeão sul-americano de escalada esportiva, para proferir uma palestra sobre escalada de competição e a Kika Bradford, vice-presidente da FEMERJ, para falar sobre responsabilidade em alta montanha.

Além deles, o Flávio Daflon, da Companhia da Escalada e o Ralf Côrtes virão ministrar oficinas sobre auto-resgate de cordada e escalada com equipamento móvel.

 

6 – Até o momento quais foram as marcas que se interessaram a fazer o evento acontecer?

Já temos o apoio da Prefeitura Municipal de Serra Caiada, e recentemente acertamos com a 4Climb e a Conquista, que sempre estão apoiando os eventos de escalada Brasil afora.

Ainda estamos negociando com algumas outras empresas locais e aguardando a resposta de outras para as quais enviamos o projeto e estão estudando a viabilidade.

O Encontro conta também com o apoio institucional da CBME.

 

7 – Quais atrações estão programadas para o evento?

Além das palestras e oficinas mencionadas anteriormente, iremos oferecer oficinas de escalada básica para iniciantes e oficinas de ioga para escaladores.

Estamos planejando ainda, uma festa de confraternização entre os participantes e algumas atividades envolvendo a população local.

Ainda não fechamos a programação oficial, e em breve a divulgaremos.

 

8 – Em termos de números quais são as metas e objetivos do Encontro de Escalada do Nordeste?

Estamos aguardando para esta edição algo em torno de 200 escaladores de todo o Brasil, principalmente do Ceará, da Paraíba, de Pernambuco e, é claro, do Rio Grande do Norte.

Contando com os acompanhantes dos escaladores, curiosos e simpatizantes do esporte, esperamos alcançar a marca dos 300 inscritos.

É um número expressivo, mas acredito que possa ser alcançado.

 

9 – Você acredita que os encontros de escaladores do Nordeste está acompanhando o crescimento da escalada? Porque?

Com toda a certeza. Comparando os encontros de Itatim-BA em 2009 e de Brejo da Madre de Deus-PE em 2010 com os encontros anteriores, é nítida a evolução.

Além disso, não da para dissociar a evolução da escalada no Nordeste da história do EENe. As primeiras edições do EENe tinham um caráter essencialmente informal, objetivando aproximar os escaladores da região para que pudessem se confraternizar e trocar experiências.

Com o passar dos anos, o evento foi ganhando força e adeptos fiéis, e hoje é o maior evento de escalada do Nordeste e arrisco dizer que é um dos principais eventos do Brasil, com uma média de 150 a 200 participantes anualmente.

 

10 – Como está sendo a receptividade dos habitantes locais para a realização do encontro?

Serra Caiada é uma cidade pequena e humilde, mas com uma população muito acolhedora, que sempre recebeu bem as iniciativas da Aern.

Eventos desse tipo movimentam a economia local de uma maneira fora dos padrões da cidade, o que é muito bem visto pela comunidade.

Além disso, normalmente realizamos uma contra-partida socio-ambiental em nossos eventos, o que costuma conquistar a simpatia da população.

 

11 – Caso alguém queira saber mais detalhes, ou até mesmo apoioar o evento do Nordeste como deve proceder?

Para acompanhar todas as notícias atinentes ao Encontro, você pode visitar o blog Escalada Serra Caiada (escaladaserracaiada.blogspot.com) e curtir a fan page da Aern no Facebook (www.facebook.com/escaladarn). Para entrar em contato com a organização do evento, o e-mail é o [email protected]

 

12 – Haverá após o evento uma divulgação em vídeo e mídias sociais sobre como foi o encontro?

Com certeza! Vamos fazer um vídeo estilo reportagem e escrever um relato sobre como foi o evento, a serem publicados nos blogs e redes sociais.

Além disso, iremos fazer uma espécie de “transmissão ao vivo” via Facebook, postando fotos e notícias sobre o que estará acontecendo durante o Encontro.

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There are 7 comments

  1. Franklin Almeida

    Parabéns a todos que estão diretamente e indiretamente envolvidos na organização do encontro, é louvável o esforço que a organização está fazendo para realizar um dos melhores encontros. E parabéns também ao blog pelo espaço dado, uma vez que os amantes de esportes outdoor carecem de um espaço maior nas mídias nacionais. Paz!

  2. Dandara Queiroga

    Bolg de escalada, obrigadão pela divulgação e interesse pelos detalhes de nosso trabalho! Para nós que fazemos parte da AERN este ano será intenso!!!
    Esperamos reunir muuuuita gente e estamos trabalhando duro pra isso!!!
    Let’s Climb!!!!
    ;D

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.