Livro da Semana: “End of the Rope: Mountains, Marriage, and Motherhood” – Jan Redford

Poucas pessoas sabem, mas as montanhas do Canadá são frequentadas por montanhistas e aspirantes de alpinismo de todo o mundo. Lá são forjados grandes nomes do esporte. Foi lá que a escritora e escaladora Jan Redford encontrou a si mesma neste mundo. Mas a história de Redford não se resume somente a um esporte.

Tudo começou na longíqua década dos anos 1970. No ano de 1972, quando tinha apenas 14 anos de idade, mudou-se de Yukon para o Ontário com sua família. Pessoalmente para ela, não foi um momento feliz, pois tinha uma mãe sobrecarregada de trabalho e um pai que afundou no alcoolismo. Para tentar contornar tudo isso, acabou encontrando no montanhismo uma válvula de escape. Toda a jornada que culminaram por formar não somente uma escaladora, mas uma mulher madura, é contada no livro “End of the Rope: Mountains, Marriage, and Motherhood” de Jan Redford.

foto: Jannicke Kitchen Photography | https://www.bustle.com/

De acordo com suas palavras, quando adolescente, em um ataque de raiva pela situação de seu pai, Jan ia se isolar em uma falésia perto de sua casa. Lá descobre o que parecia improvável, a escalada, e resolve perseguir o sonho de escalar montanhas. Aos vinte anos, ela já tinha se tornado uma escaladora nômade, com atração magnética por infelicidades e homens “errados”. Inicialmente parecia que Jan finalmente encontraria o amor de sua vida: Dan (um carinhoso escalador das Rocky Mountains). Com ele, ela iria viver o conto de fadas que desejava.

Mas nem só de escalada fala o livro, tocando em um assunto bem sensível no universo de esportes de montanha: o machismo, muitas vezes velado, com escaladoras. A obra descreve algumas histórias de assédio e constrangimento de escaladores de maneira bem direta. Além disso, havia na época a cultura de que mulheres não guiavam, o que irritava Redford.

Mas o tom adotado pela autora quando aborda o assunto não é de denúncia, mas descritivo. Além disso, era uma época mágica que a autora, como escaladora, fazia coisas no esporte muito antes de ser comum como nos dias de hoje. Mas quando Dan morre em uma avalanche no Alasca, acaba conhecendo com outro escalador : Grant (que segundo a autora é um nome fictício).

Em pouco tempo, eles estão casados, com um bebê a caminho (segundo a autora fi “acidental”). Neste ponto a história transforma-se em uma reflexão sobre a evolução de seu casamento e sua vida profissional. A partir deste momento é sensível a mudança de rumo no tom adotado pela escritora, saindo de espirituosa e corajosa para uma introspectiva e triste. Enquanto o marido trabalha como madeireiro e escala picos distantes, Jan enfrenta o papel tradicional de esposa e mãe. Mas logo ela persegue seu próprio sonho, o que a coloca contra o marido. Posteriormente a muitas brigas, se divorciou na meia-idade (época da vida entre a maturidade e a velhice, aproximadamente entre os 40 e os 55 anos) e se tornou uma mãe solteira.

Jan Redford, hoje com 57 anos, mora com sua família em Squamish, British Columbia, onde ela pratica mountain bike, trilhas, escaladas e esquis. Suas histórias, artigos e ensaios pessoais foram publicados no “The Globe and Mail”, “National Post”, “Mountain Life”, “Explore” entre outros veículos. Já na meia-idade, mudou de carreira de professora de escola primária para escritora e, agora, está terminando o mestrado em escrita criativa.

“End of the Rope: Mountains, Marriage, and Motherhood” é definitivamente uma série de relatos intensos, que passam por situações bastante peculiares como ser resgatada no El Capitan até liderar um grupo de cadetes desajeitados em um glaciar. São memórias cheias de risadas e aprendizado sobre como a escalada é uma metáfora para a vida, além de tocar no assunto sobre como são as amizades com mulheres escaladoras naquele mundo masculino.

O livro é, sem sombra de dúvida, comovente, abordando uma história de luta para fazer seu próprio caminho nas montanhas e na vida. É um relato inspirador e honesto do que significa ser uma mulher forte e que pode alcançar novas alturas, porque não tem medo de cair. Além disso é uma reflexão madura e não panfletária sobre a política de gêneros da escalada nos anos 1980 e 1990 e sobre ser uma mãe solteira frequentando a universidade.

Ficha Técnica

  • Título: End of the Rope: Mountains, Marriage, and Motherhood
  • Autor: Jan Redford
  • Edição: 1ª
  • Ano: 2018
  • Número de páginas: 344
  • Editora: Counterpoint

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.