Mitos do esporte: A corrida serve como aquecimento para a escalada?

Caros leitores, já começo este artigo com a resposta do título: Não!

Uma das coisas que todos que escalam devem saber é sobre as reservas de energia imediatas com que o corpo possui no momento de começar um exercício. Desta maneira, contamos com duas fontes importantes: glicogênio hepático e glicogênio muscular. Ambos fornecem glicose para a corrente sanguínea. No caso do glicogênio muscular, também fornece energia à célula muscular de maneira direta.

Uma sessão de escalada faz uso destas duas fontes de energia, as quais podem ser rapidamente esgotadas durante o exercício.

corrida

Foto: Inca Trail Runners | http://www.dailycamera.com

Desde este ponto de vista, é necessário levar em conta que correr antes de escalar é uma maneira ruim de se aquecer. Ainda mais se forem por períodos maiores que 20 minutos, ou sessões longas de aquecimento. Isso porque as fontes de glicogênio ficam escassas para o que será a sessão de treino propriamente dito, onde o rendimento poderia ser otimizado pelo desenvolvimento da força no treinamento, com uma baixa na hipertrofia ótima da musculatura, que está se dedicando à escalada. Isso acontece porque a energia foi usada na musculatura para correr, o que, obviamente, não é usada para correr.

É um pensamento equivocado pensar que a corrida é um aquecimento para escalada, pois somente usara o glicogênio das pernas, pois o glicogênio hepático é uma fonte importante de glicose durante o exercício. Usar esta fonte para correr, deixa o corpo mal preparado para escalar. Uma coisa que um escalador inteligente pode concluir (além de não consultar listas de whatsapp sobre treinamentos) é: “e o que acontece quando subimos uma montanha para ir escalar, com uma aproximação de 30 minutos a uma hora (senão mais)?”.

corrida

Foto: http://cancamusic.com

Neste caso acontece o mesmo que o descrito acima. A pessoa estará com déficit de energia imediata. Para estes casos, é recomentado um descanso longo, com a ingestão de carboidratos após esta sessão de caminhada e deixar um tempo de 20 a 40 minutos. isso para que o corpo assimile esta nova entrada de energia e volte a estar preparado para o esforço físico.

Durante algumas aulas em academias e ginásios, é colocada muita ênfase no ato de correr aos alunos. Alguns escaladores fazem esta rotina antes de escalar. Esta decisão é um erro de planificação e execução de treinamento. A melhora aeróbica de um escalador pode ser feita com o próprio ato de escalar, não necessariamente correndo. Treinar para a escalar escalando, sempre será mais específica e focalizada para melhorar a performance como escalador.

corrida

Foto: http://madridoutdoorsports.com

Um aquecimento, caso o leitor ainda tenha dúvida, é o que o próprio nome diz: colocar rodagem ao corpo, articulações e sistema de músculos e tendões. Mas para isso não deve superar um tempo excessivo de 20 minutos, pois para a escalada pode ser feito com exercícios estáticos ou na própria parede.

Se a sua ideia, caro leitor, é correr para melhorar sua condição física em geral, este pode ser uma outa coisa e deve ser feito separado das suas horas dedicadas à escalada. De maneira ideal, após a escalada ou, preferencialmente, em dias diferentes. Aquele que muito quer, nada escala.

Tradução autorizada: http://rocanbolt.com

banner-rocanbolt

Gonzo Rocanbolt é chileno, médico, escalador e indiscutivelmente uns dos mais completos autores de artigos sobre treinamento de escaladores existentes no mundo. Respeitado em todo o mundo é o organizador do Simpósio de Medicina de Montanha no Chile e palestrante de eventos de escalada no Chile, Argentina e Espanha

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.