Conheça os 17 locais de escalada em rocha com a vista mais espetacular do mundo

Toda pessoa possui um lugar preferido no mundo, e este sempre irá ter um lugar especial no coração.

Definir quais são os lugares de escalada em rocha com a vista mais espetacular é algo que é difícil de definir.

Abaixo estão descrito os lugares e os motivos que fazem destes lugares serem considerados dos mais espetaculares existentes no planeta.

Como os locais são distantes uns dos outros, e a hospedagem, especialmente para locais da Europa, pode ser o ponto chave para o escalador mais entusiasmado em conhecer os 17 lugares.

Uma boa opção é utilizar o site Trivago que faz busca em sites do segmento de hospedagem e lista as melhores opções.

Meteora – Grécia

O nome desta região significa “Rocha suspensa” e contém o segundo mais importante monastério para a religião Ortodoxa do leste de Kalambaka atrás do Monte Athos.

Localizada entre o Rio Peneios e as montanhas Pindus, estes monastérios possuem uma série espetacular de pilares de arenito à suas costas.

A UNESCO protege a área do conjunto dos seis monastérios como patrimônio da humanidade.

meteora-grecia

Foto: Verian Mancina

meteora-grecia-2

Foto: http://apagatutele.com/

Dead Horse Point – EUA

Seguramente as imagens de Dead Horse Point lembram de imediato o filme “Missão Impossível”, no qual aparece Tom Cruise escalando, ou de outro filme

“Thelma e Louise”. Situado próximo ao Rio Colorado no Parque Nacional Canyonlands esta montanha tem grande importância topográfica.

O rápido descenso do leito do rio deixa uma estreita faixa de terra na qual se pode observar árvores mesmo com a excessiva aridez do lugar que faz com que qualquer  turista tenha de ir preparado com comida e água.

dead-horse-2

Foto: http://wikipedia.org

dead-horse

Foto: http://www.wallconvert.com/

 Spider Rock – EUA

Este incrível monolito de arenito vermelho chega a 244 metros de altura e se encontra no Cãnion do arizona dentro do parque nacional Chelley.

Estima-se que se formou a 230 milhões de anos com a solidificação de camadas de areia depositadas com o vento.

Seu nove deriva da lenda dos índios Navajos “A Mulher Aranha” que fez dela a sua casa. Estes mesmo índios dão o status de “Salvadora” e a adoram como uma divindade.

spider-rock-2

Foto: http://www.lovethesepics.com/.

spider-rock

Foto: http://www.ofdesign.net/

 Shiprock – EUA

Formada a partir de uma erupção vulcânica a quase 30 milhões de anos, hoje é uma inigualável exposição basáltica do que foi a chaminé central do vulcão.

Os escaladores realizam a ascenção ao cume através de ascenção a outros picos menores. Alguns destes maravilhosos exemplos de magma solidificado

em colunas são referidos pelos habitantes locais como o sagrado “Tse Bitai”(Rocha com asas).

Inclusive se não pretende escalar, pode ser vista a parte central de Shiprock desde muitos quilômetros de distância já que tem um diâmetro de 500 metros e uma altitude de 600 m.

A área do vulcão já extinto alcança quase 20.000 km quadrados, englobando regiões do Arizona, Utah e Colorado.

Shiprock

Foto: http://www.trekearth.com/

Shiprock_2

Foto: Greg Hughes | http://www.greghughes.net

 Agulha do Diabo – Brasil

A Agulha do Diabo é esta impressionante rocha de 2050 m de altitude e está localizada no Parque Nacional Serra dos Órgãos.

Não é fácil nem para quem é mais experiente em escalada chegar ao seu cume, já que os obstáculos naturais desde a trilha ao acampamento, passando pela distância e o tempo gasto são únicos.

Como presente a quem vai são as vistas impressionantes uma vez alcançada desde o cume.

O particular desta rocha é que está composta por blocos e torres que se estendem por dois mil metros íntegros.

A primeira ascensão foi feita em 1940.

agulha-diabo-

Foto: http://www.hiperativos.com.br/

agulha-diabo2

Foto: http://images.summitpost.org/

Las Torres de Vajolet – Itália

O melhor a se fazer é não julgar o lugar por suas fotografias. Ao ver por si mesmo irá dissipar todas as dúvidas sobre sua beleza.

A via mais conveniente a subir esta rocha é a “Delago Arête”.

Apesar de medidas de proteção que se possa tomar, a pendente de “la Delagokante” seguramente irá saciar a sede dos melhores escaladores.

Las-Torres-de-Vajolet

Foto: Tomás Suárez | https://www.flickr.com/photos/jtsoft/

Las-Torres-de-Vajolet-2

Fotos: Moena | http://www.viewphotos.org

Prekestolen – Noruega.

O nome destas montanhas de 604 metros de altura varia entre Prekestolen e Preikestolen cuja tradução literal seria o “púlpito do orador” ou “a rocha púlpito”.

Com um cume estranhamente plano de 25×25 metros (que explica a natureza do nome). Tem sido um dos encantos naturais da Noruega e atrai 95000 visitantes por ano.

A associação de rotas de montanhas da noruega oferece visitas guiadas ao lugar que levam de 2 a 3 horas para ser completada até o cume.

Preikestolen-2

Foto: Arjan Veen | http://www.lovethesepics.com/

Prekestolen

Foto: http://www.visitnorway.com/

Monte Thor – Canada.

Situado no Parque Nacional Auyuittuqm a face Oeste do Pico Thor se levanta 1675m acima do nível do mar e se orgulha de ser o cume vertical mais alto do mundo.

Sua localização remota e seu ângulo vertical de 105° fazem dela um dos cumes favoritos de todos escaladores. Seu granito forma parte das montanhas Baffin, cuja primeira feita pelo Instituto do ártico Norte americano em 1953.

O descenso em rapel até a data de realização se realizou nesta rocha em 2006 por um grupo de jovens americanos.

mount_thor

Foto: http://www.attractionscanada.com/

Mount-Thor-3

Foto: Cory Trépanier | http://www.intothearctic.com/

Monte Roraima – Brasil / Guiana / Venezuela

Formando fronteira entre Venezuela, Brasil e Guiana esta montanha fica a 2.810 metros de altura.

Situada no Parque Nacional de Canaima na Venezuela é uma das formações geológicas mais antigas da área.

Sir Everard im Thurn foi o primeiro a contorna-la em 1884.

Supõe-se que foi inspiração para o famoso livro de Sir Arhut Conan Doyle “O mundo pedido” e segue sendo especial para os indios Pemones que são habitantes da área.

Monte_Roraima_2

Foto: André Dib

Monte_Roraima_3

Foto: http://www.braziladventuretours.com/

Monte_Roraima

Foto: http://www.sonobrasil.com/

Pico Bugaboo – Canada.

Localizado entre o Glaciar Vowell e o Glaciar Crescent, este cume alpino é um dos mais famosos do Canada no que se refere a escalada.

Seu nome foi ponto de referência para os mineiros, dando significado ao Riacho Bugaboo e à passagem Bugaboo usados desde antigamente.

A palavra Bugaboo significa “objeto de obsessão”, suado como medo exagerado ou ansiedade, em referência a como se sentiram os exploradores de Conrad Kain que o contornaram em 1916 quando Canada estava na agonia da 1ª Guerra Mundial.

Esta escalada é considerada como uma das ascensões mais duras tecnicamente.

Bugaboo2

Foto: http://www.canadianmountainholidays.com

Bugaboo

Foto: Robert Genn | http://mcbrinepainting.blogspot.com

 Las Torres – Chile

O Parque Nacional Torres del Paine no Chile é cheio de maravilhas naturais como montanhas, geleiras, rios e lagos que o torna um local de interesse turístico.

Localizada a 112 km ao norte de Puerto Natales e 312 km ao norte de Punta Arenas, este parque é também o lar do maciço Paine, que tem uma elevação contrastando com as planícies da estepe patagônica.

Enquanto os turistas que preferem explorar o vizinho Parque Nacional Los Glaciares e Parque Nacional Bernardo O’Higgins, um escalador dificilmente pode ignorar a chamada deste ramal oriental dos Andes.

Os escaladores em rocha certamente apreciarão a vista dos vales ​​que separam as várias torres de granito e as montanhas do maciço.

torres_del_Paine3

Foto: http://www.torresdelpaine.com/

torres_del_Paine

Foto: http://wikipedia.org/

 Saint Matterhorn – Suíça

Este é um dos picos mais altos dos Alpes Suíços e está alto a 4.478 m.

O escalador britânico Edward Whymper e sua equipe foram os primeiros a subir em julho de 1865.

No entanto, o caminho era tão perigoso que a equipe perdeu três dos seus membros na descida.

materthorn2

Foto: http://www.shutterstock.com/

materthorn

Foto: http://www.taringa.net

Cerro Torre – Argentina

Este maciço de granito mede de pé alto 3.128 m e pode parecer intransponível no primeiro olhar.

Por estar exposto a condições meteorológicas difíceis, esta muralha notavelmente íngreme é um desafio até mesmo para o melhor dos escaladores.

O icônico escalador italiano Cesare Maestri e seu companheiro Toni Egger escalaram no dia 31 de janeiro de 1959, levando quatro dias para fazê-lo.

Posteriormente, foram abertas outras vias de escalada por Garibotti, Salvaterra, e Beltrami.

cerro_torre2

Foto: Pierre Charpentier |http://www.trekearth.com

cerro_torre

Foto: http://www.reddit.com/

Trango Towers – Paquistão

Também conhecida pelo nome de “Torres sem nome” está localizada na geleira Baltoro no Baltistão, norte do Paquistão.

A ambigüidade sobre seu nome ainda mistifica esta torre de  6.239 m de granito pontudo encontrado na cordilheira do Karakoram, Baltoro Muztagh.

O seu tamanho é de até 1.000 m tem fascinado escaladores ao longo dos anos.

O primeiro escalador a conseguir chegar ao topo foi o britânico Joe Brown, acompanhado por Martin Boysen, Mo Anthoine e Malcolm Howells.

Hoje há oito vias de escaladas distintas até o seu pico, entre as quais a “Eternal Flame” continua a ser a favorito para aqueles que se atrevem a ir pelo caminho Dan Osman.

Trango-Towers2

Foto: Ace Kvale | http://www.alpinist.com

Trango-Towers

Foto: http://www.saltorosummits.com

Pancas ES – Brasil

Ainda pouco conhecida pelo grande público praticante de esaladas em rocha, a região de Pancas, no estado do Espírito Santo é considerada a Yosemite brasileira.

Dentre os escaladores que frequentam o lugar as escaladas na Pedra da Cara, com a via Face Oculta prorciona um visual exuberante e indescritível.

pancas

Fotos: http://wikipedia.org/

pancas-2

Foto: Vinícius Antonio de Oliveira | http://www.panoramio.com/

Pico Maior RJ – Brasil

Considerado o berço dos escaladores de psicológico inabalável, a região do Parque Estadual dos Três Picos abriga estes grandes monolitos.

A escalada mais tradicional é a “Leste” no Pico Maior, e segundo os escaladores muda todos os conceitos de escalada após realiza-la.

tresPicos2

Foto: Waldyr Neto |http://waldyrneto.blogspot.com

tresPicos

Foto: Drica Emmerich | http://dricaemmerich.blogspot.com.br/

El Capitán – EUA

Situado no lado norte do Parque Nacional de Yosemite  monolito de granito com 900 m tem alucinado os escaladores em rocha do mundo.

Sua altitude não é tão desafiadora quanto é a sua ascensão vertical.

Foi nomeada assim durante a sua exploração 1851 e significa “o capitão” ou “o chefe” em espanhol.

Existe uma trilha ao lado das Yosemite Falls que conduz ao cume deste penhasco, mas a verdadeira dificuldade está em cruzar o rosto de granito sólido.

El_Capitan-2

Foto: http://www.digital-images.net

El_Capitan

Foto: http://traveljapanblog.com/

There are 3 comments

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.