O que é, e para que serve o Spot

Sazonalmente aparece um aparelho no mercado com a promessa de tornar a vida de seus usuários muito mais feliz e completa.

Este tipo de pensamento é, ao menos, o que o departamento de marketing de toda empresa procura passar para o público alvo.

Porém cabe a este mesmo público alvo, após usar o produto adequadamente, julgar se ele é essencial ou não para a sua vida.

Tratado como a maior novidade a respeito de localização de montanha, o pequeno aparelho Spot tem feito a alegria do público montanhista.

Por conta disso a Revista Blog de Escalada recebeu inúmeras mensagens de perguntas sobre a real utilidade do aparelho, já que nenhuma publicação divulgou nenhuma informação a respeito.

Após extensiva pesquisa, e conversas com usuários, conseguimos elaborar um artigo explicativo sobre o aparelho, seus defeitos e suas qualidades.

O que é o Spot

Quando toda criança, e até mesmo adolescente, vai viajar pela primeira vez e a mãe fica monitorando todas as ações do filho, para ter certeza que tudo está bem.

O Spot é um tipo de “avisador” de onde a pessoa está, sem a necessidade de efetivamente fazer com que o usuário perca seu tempo durante a sua atividade para efetivar este “aviso”.

spot-2

Utilizando uma linguagem mais técnica é um rastreador pessoal via satélite, que pode enviar a exata localização para  contatos previamente cadastrados em uma “Conta SPOT”.

A localização é enviada junto com mensagens pre-configuradas.

Com uma embalagem robusta, e minimalista, segundo o seu fabricante aguenta choques mecânicos e variações de temperatura e altitude.

O aparelho possui especificações técnicas

  • Peso : 198,4 g
  • Á prova d’água até 1 metro durante 30 minutos.
  • Resistência à temperatura :  -40ºC até +85ºC
  • Altitude de-91 m até 6.492,24 m

Porém, o aparelho não é, efetivamente, um GPS com a finalidade de ajudar na orientação. O Spot não contém tela, nem carregamento de mapas como os aparelhos utilizados largamente por montanhistas.

O Spot também não é um comunicador como um telefone satelital, ou celular 3G, ele apenas faz a ponte entre a sua localização e para as pessoas, enviando mensagens de onde está.

As pessoas já cadastradas estarão podendo saber onde exatamente está, conseguindo inclusive visualizar no Google Maps.

Como o aparelho utiliza rede de satélites, e não rede de comunicação 3G, em teoria consegue se localizar em todo o mundo.

Para que serve o Spot

Apesar do aparelho não ser um GPS para orientação ele auxilia, por exemplo, no resgate e busca de membros de expedições.

No caso de algum problema acontecer, a equipe de resgate e salvamento já sabe a localização.

Portanto a família, e pessoas próximas, podem acompanhar em tempo real todo o desenrolar de qualquer tipo de expedição : desde marítima, até mesmo em alta montanha.

spot-3

Para empresas especializadas em entregas de encomendas em lugares remotos também podem ser informadas da localização do entregador.

O Spot tem sido, entretanto, usado indevidamente pelo departamento de marketing das equipes de expedições paras as inúteis coberturas on-line das mesmas, especialmente por veículos de comunicação sem credibilidade.

Defeitos do Spot

Apesar de ser alardeado pelo seu fabricante de que o sinal de satélite cobrir todo planeta, há algumas localidades que o aparelho pode não funcionar.

O Spot não funciona próximo aos polos e nem no sudeste da África, e funciona precariamente no extremo sul da América do Sul.

Uma outra observação a respeito do aparelho, é a de que a aquisição do aparelho é independente da aquisição da assinatura.

spot-1

Com isso o comprador deve adquirir o aparelho , que em média custa R$ 620,00 (US$ 150,00 nos EUA) e também realizar uma assinatura em um dos planos oferecidos pelo fabricante que variam de R$ 20,00 a R$ 4,50.

A variação de preço dos planos fica por conta do pacote de serviços oferecidos, dentre eles o resgate.

O Spot possui debilidade também durante tempo chuvoso, ou neve, pois este tipo de intempérie afeta a qualidade do sinal a ser enviado ao satélite.

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

There is one comment

  1. Luiz Aragão

    Olá! Bom resumos, mas…
    Faltou apenas falar que o SPOT (tenho um há 5 anos) manda as mensagens para, além dos contatos cadastrados previamente, para a rede social (FaceBook), onde todos os seus amigos, por tabela, vão também saber onde vc está e o que está fazendo…isto é claro, se vc configurar ele para isso. Resumindo: posso cadastrar contatos (no máximo de 20 pessoas com Email ou Nr Celular/SMS), porém, se eu autorizar nas minhas configurações, ele envia também para o FB (todos os seus amigos).
    Grato!

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.