Escalador é detido no Everest por falta de permissão de escalar

É necessário muita coragem e preparação para uma pessoa subir o Monte Everest em estilo solo.

Mas somente o mais corajoso explorador tenta fazer isso sem premissão.

Foi isso que um chinês anônimo tentou fazer no mês passado, porém ele pagou o preço quando estava perto de conseguir chegar ao topo.

Escalar o Everest tem um preço salgado: uma permissão para uma única pessoa custa pelo menos US$ 25.000.

Mesmo assim muitos escaladores não consegue escapar desta parte. Porém um grupo de escaladores da Tibet Mountaineering Guide School (TMGS) descobriu que um chinês anônimo sempre estava sozinho no campo base e levantou suspeita.

Após isso verificou-se que de fato não teria ele a permissao necessária para escalar.

O chinês foi detido e levado para baixo da montanha.

Para mais detalhes, EM INGLES:  http://newsfeed.time.com/2012/06/25/climber-assaulted-on-mount-everest-for-attempting-summit-without-a-permit/#ixzz1yrAbX93S

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.