Aprenda uma maneira alternativa de realizar o rapel

Tento contribuir com uma pequena parte do meu aprendizado profissional e de escalada em rocha.

Sempre leio notas e artigos relacionados aos nossos procedimentos saiu a um tempo atrás uma recomendação da petzl de como fazer o backup no rapel, bem interessante até passei a usa lá.

Usaremos a mesma recomendação de backup, porém passaremos por um nó “borboleta” alusão a uma área da corda que foi danificada (a alça formada pelo nó não será usada).

Há um procedimento bem parecido na internet, o intuito não é criticar e este procedimento e este aqui não deve ser tomado como verdade absoluta mas sim como uma forma alternativa de fazer o mesmo com segurança e o mínimo possível.

Testei diversas vezes e gostei, leve em conta que é diferente saber na teoria e na prática vivencie essa experiência e se adeque com segurança.

Nunca se sabe quando vamos precisar de alguma coisa para tirar alguém ou nós mesmos do sufoco.

Equipamentos usados no Procedimento - Foto Germano Mineiro

Equipamentos usados no Procedimento – Foto Flávio Germano Martins

Este e o problema a ser resolvido, nó abaixo do freio. - Foto Flávio Germano Martins

Este e o problema a ser resolvido, nó abaixo do freio. – Foto Flávio Germano Martins

Foto: Flávio Germano Martins

Foto: Flávio Germano Martins

A primeira coisa foi a confecção de um nó auto-blocante na parte superior acima do descensor, para que possamos retirá-lo e montá-lo abaixo no nó. A seta indica onde foi montado.

procedimento-rapel-5

Já instalado o freio montaremos um back-up para a retirada de um dos nós auto-blocante, no caso o cordelete azul.

O nó usado foi o também o borboleta.

Agora com o back-up pronto vamos retirar o cordelete azul e montá-lo a baixo para o back-up do no nosso rapel.

O peso agora deve estar no verde.

Foto: Flavio Germano Martins

Foto: Flavio Germano Martins

Depois de confeccionado o nó auto-blocante e só passar o back-up para ele você vai ver que formará uma alça, pise dentro dela e use como estribo para retirar o cordelete que ficou no caso o verde.

Foto: Flavio Germano Martins

Foto: Flavio Germano Martins

Agora está pronto para continuar o rapel.

Levem em conta a tentativa de fazer algo seguro com menos o possível, existe um leque de possibilidades estou aberto a críticas e opiniões obrigado.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.