UIAA publica estudo sobre os efeitos de temperaturas extremas em medicamentos

Periodicamente a Union Internationale des Associations d’Alpinisme (UIAA), entidade máxima do montanhismo no planeta, publica estudos científicos relacionados a prática do esporte. Em um artigo divulgado no final da semana passada, o qual está disponível em vários idiomas, um documento de consultoria de alta montanha da UIAA MedCom que se concentra no efeito de temperatura extrema e o uso de drogas lícitas.

O estudo partiu do princípio que fatores ambientais adversos (especialmente calor e frio) podem afetar significativamente drogas, substâncias, assim como estabilizadores e solventes. Foi relatado que as temperaturas dentro das sacolas médicas de emergência estão entre -40° C e + 80° C. Esses extremos de temperatura podem ser ainda mais duros em um ambiente de montanhismo.

A partir do estudo, a UIAA publicou recomendações para lidar com medicamentos em tais circunstâncias. No documento destaca-se as recomendações que:

  • Qualquer ampola congelada deve ser derretida com cuidado e não por calor excessivo
  • Sob quaisquer condições ambientais, o conteúdo da ampola deve ser claro e sua cor deve ser como de costume
  • Evitar a exposição de qualquer ampola à luz por mais tempo do que o necessário

O artigo completo fornece mais detalhes sobre os efeitos colaterais de importância especial, outros assuntos relacionados a drogas, bem como uma tabela que fornece termos genéricos para drogas em vários idiomas e países.

Mais detalhes: https://www.theuiaa.org

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.