Propaganda de leite causa polêmica com comunidade de escalada

Para quem ainda não conhece, a campanha publicitária norte-americana Got Milk? (em português “Tem leite?”) é para incentivar as pessoas a consumirem leite de vaca. A campanha tem participações de celebridades, animais e crianças com “bigodes de leite” e é uma das campanhas de mais longa duração já existentes.

Na semana passada foi a vez do escalador norte-americano Kai Lightner fazer parte da longa lista de celebridades. Lightner, que é conhecido da comunidade por ter uma ONG Climbing For Change, estrelou o comercial de mais de dois minutos é obra de Jimmy Chin.

Pouco antes do fim do anúncio, que dura quase dois minutos (1:50), Kai termina a via, com sua segurança feita por um autobelay e, chega ao topo e passa o autobelay. Uma atitude que, caso seja feita em um ginásio, pode ocasionar um acidente.

Em uma postagem no Facebook que exibiu parte do anúncio, vários comentários referiram o uso do autobelay. “Eu sei que você não deve ultrapassar uma segurança automática”, apontou um usuário.

De acordo com Rich Reynolds, vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da Head Rush Technologies (fabricante do sistema de segurança TRUBLUE usado no comercial) o risco foi minimizado devido à tecnologia de frenagem magnética do dispositivo. A declaração foi feita ao site https://www.climbingbusinessjournal.com/.

“A frenagem magnética tem fundamentalmente um amortecimento das forças de impacto, uma vez que a frenagem não envolve contato com nenhuma superfície de frenagem”, completou Reynolds. Mesmo com a tecnologia de frenagem magnética, de acordo com Reynolds, uma queda naquele ponto do comercial ainda poderia ter causado ferimentos.

O grande problema, portanto, é a figura do marqueteiro. Aquele que possui uma visão simplista do esporte e do equipamento de segurança e, em nome de alavancar vendas, ignora regras básicas de segurança. Quando uma agência dessas não faz uma consulta responsável, saem as ideias, a razão e a análise dos fatos e entra o apelo publicitário e técnicas de marketing.

Comente agora direto conosco

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.