Novo tecido sintético promete “imitar” pele de animais

Um dos fundamentos de pensar roupas para o universo outdoor é o sistema de camadas. Este sistema é utilizado por pelo menos 40 anos, desde que os tecidos sintéticos começaram a ser introduzidos em atividades de natureza. Mas imagine se uma jaqueta pudesse ser feita com apenas uma camada de material e funcionado como o pelo de um cachorro para mantê-lo aquecido. Usando apenas um único material, seria possível uma jaqueta flexível e respirável, algo muito mais leve e inédito do que qualquer outra coisa existente no mercado hoje.

A Primaloft, líder mundial em isolamento sintético, está pretendendo mudar o padrão com o lançamento de um novo material: Primaloft NEXT. Esta tecnologia combina isolamento e tecido em um único material, permitindo a regulação térmica com conforto regulável e respirabilidade. O novo material pode ser incorporado por casacos de revestimentos ou como uma peça autônoma próximo à pele.

A empresa afirma que o novo material é durável o suficiente para ser tingido em diversas cores e sua natureza híbrida elimina os requisitos de emparelhamento e acolchoamento. Por causa destas propriedades, os designers de roupas poderão inovar as peças com cores fortes, silhuetas, texturas e designs.

A primeira família da linha do novo material é a série Primaloft Evolve. Este tecido procura imitar as propriedades isolantes de peles de animais através do uso de fibras de diferentes comprimentos. Como as peles dos animais, este tecido permite o fluxo de ar em movimento, ao mesmo tempo que mantém aquecido quando em repouso. Por possuir estas propriedades, a nova tecnologia eliminaria a necessidade de usar camadas. Em vez disso, a Primaloft afirma que o usuário poderia usar uma peça única, a qual seria isolante, respirável e leve.

A Primaloft NEXT é composta de 100% de poliéster, permitindo que seja reciclada quimicamente, sem uma redução no desempenho. O material será disponibilizado em opções contendo entre 51 e 78% de conteúdo reciclado pós-consumo, reduzindo assim a necessidade de matérias-primas frescas na produção deste produto. Embora ainda seja um item novo, e por isso requer gastos consideráveis de energia e novos materiais para produzir a curto prazo, é um passo em direção a uma economia circular que reduz o uso de novos recursos a médio e longo prazo.

A nova tecnologia estará disponível a partir do início do verão (hemisfério norte) de 2020, e quem a estreará será a marca europeia Schöffel. A série PrimaLoft NEXT Evolve também é certificada pela bluesign e Oeko-Tex.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.