Praticante de trekking afugenta puma tocando Metallica em trilha

Há uma frase que a vida sempre é mais impressionante que qualquer filme ou obra de arte produzida. Uma praticante de trekking do Canadá pode atestar este fato com uma história muito bizarra. A canadense Dee Gallant, de 45 anos, estava fazendo um trekking em South Duncan com seu cachorro, Murphy, no início da semana passada. Gallant disse tinha caminhado alguns quilômetros na floresta adentro, quando se virou e percebeu que tinha companhia: estavam sendo seguidos por um puma.

No começo, ela ficou curiosa, pois nunca tinha visto um puma tão de perto antes. Mas então Dee percebeu que o animal estava se aproximando e a curiosidade começou a tornar-se medo. Por isso começou a gritar. O puma parou de se mover mas, entretanto, não recuou. Dee Gallant começou a então agitar os braços e gritar com o animal, dizendo coisas como “gatinho mau!” e “saia daqui!”.

Foto: https://www.goodnewsnetwork.org

A gritaria não assustou o puma, que permaneceu firme. Foi aí que a garota teve a ideia de colocar algo com um barulho forte, mais poderoso que sua voz, que assustasse o animal. Então abriu o telefone e escolheu a banda mais alta que ela conseguia pensar no momento: Metallica. A música escolhida: “Don’t Tread On Me”. Em tradução livre, a música tem o título de “Não me ameace”.

Ao que parece o “pedido” da banda que fez muito sucesso nos anos 1990 deu certo. O puma correu logo após escutar os primeiros acordes.

O incidente durou aproximadamente cinco minutos, mas Gallant disse que não estava com medo. Mas, por via das dúvidas, manteve a música tocando em loop pelo resto do trekking, certificando-se de ficar sempre meio da estrada e manter o cachorro Murphy por perto.

Todo ocorrido foi gravado em vídeo e pode ser assistido no topo do artigo. Abaixo está a música.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.