Os principais mandamentos para filmagem com Drones

Tecnicamente falando, um Drone, também conhecido como veículo aéreo não tripulado (VANT) ou aeronave remotamente pilotada (ARP) é todo e qualquer tipo de aeronave que pode ser controlada nos 3 eixos e que não necessite de pilotos embarcados para ser guiada.

Os drones surgiram na década de 1960, para uso estritamente militar nos EUA. No Brasil a popularização dos drones começou por volta de 2013 e seu uso mais recorrente costumava ser para filmagens aéreas. Há quem se dedique quase que exclusivamente em usar este tipo de filmagens em produções de filmes.

Para os produtores de filmes outdoor, um drone oferece a flexibilidade para filmar ângulos e áreas às quais ele nunca teria acesso, conseguindo produzir fotos aéreas bem feitas. Esta praticidade consegue podem dar uma qualidade cinematográfica ao trabalho.

Sempre consulte a ANAC

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) é uma agência reguladora federal cuja responsabilidade é normatizar e supervisionar a atividade de aviação civil no Brasil. Em território nacional o operador de drones devem ser cadastrado no site do Sistema de Aeronaves não Tripuladas (SISANT).

A Anatel cobra uma taxa de R$ 200,00 para realização da homologação, os demais cadastros no Decea e ANAC são gratuitos.

Fique atento que não é qualquer lugar que é possível usar um drone. Portanto, se for utiliza-lo em um parque nacional ou propriedade particular é necessário pedir uma autorização.

A prática leva à perfeição

Como na maioria das coisas na vida, quanto mais o “piloto” praticar, melhor será. Se a pessoa é nova na operação de drones, é melhor praticar com um modelo mais básico (leia-se: mais barato) antes de sair para um modelo mais complexo e caro.

Também é possível praticar usando um simulador de vôo. A maioria dos drones vem com um programa ou acesso a um, mas épossível encontrar simuladores independentes disponíveis online.

Quando começar a pilotar um drone de verdade, mantenha o dispositivo baixo no chão e use movimentos lentos e controlados até se sentir confortável com os controles. Quando se sentir mais apto, poderá experimentar ângulos diferentes, além de fotografar para a frente.

Segurança primeiro

Conhecer todos os componentes e aprender a operar sua plataforma é o primeiro passo para garantir a segurança. Mas há várias outras práticas recomendadas a serem lembradas.

Conclua uma inspeção antes do voo de seu drone em todas as partes: procure rachaduras ou peças ausentes na carcaça, hélices e câmera. Verifique tambpem se a bateria está totalmente carregada e se todos os sistemas (incluindo a bússola interna / GPS) estão devidamente calibrados.

Também é recomendável transportar peças de reposição (baterias, cartões SD) e hélices. Proteja sua configuração usando uma maleta de transporte apropriada e evitando condições climáticas extremas (ventos fortes, chuva e frio podem estragar seu drone)

Também tenha consciência da luz, analisando os horários do nascer do sol e do pôr do sol.

Escolha sua localização com sabedoria

Decidir onde fotografar pode ser um exercício de diversão e frustração. É importante dedicar algum tempo à pesquisa e pedir permissão se os seus planos de voo incluem propriedade privada.

Regulamentos de cidade, estado e parques variam de acordo com administradores e propriedades, portanto verifique os principais sites ou ligue antes de se apaixonar por um local. Não faça pesquisas superficiais em grupos de whatsapp, faça uma pesquisa séria e com informação que tenha credibilidade.

Depois de aterrissar no local perfeito, use todas as ferramentas à sua disposição para criar uma lista de fotos antes de iniciar seu drone. Este hábito maximizará seu tempo de voo e minimizará o desperdício de bateria para garantir uma captura bem-sucedida.

Respeite as pessoas e as propriedades

Como em qualquer outro tipo de filmagem, as regras de privacidade se aplicam ao usar um drone. Nunca é apropriado filmar uma propriedade privada, incluindo um quintal de casa, sem permissão prévia.

Portanto, sempre peça consentimento antes de filmar as pessoas e evite os eventos como jogos em estádio e outras grandes reuniões de pessoas.

Por mais tentador que possa parecer, não voe sobre o espaço aéreo restrito (ou seja, sobre aeroportos, bases militares, etc.) ou acima de situações de emergência, como incêndios florestais.

A regra de ouro do uso de drones é não causar danos a outras pessoas, à vida selvagem ou à propriedade.

Seja inteligente na hora de editar

Imagens de drones são muito bonitas. Porém, um filme, especialmente documentários de esportes, devem contar uma história. Portanto, longas tomadas de drones aborrecem o público por ter pouca ação e sequer agregar conteúdo para uma história.

Vídeos com imagens de drones, somente com música de fundo, foram muito populares no início dos anos 2010. Mas isso foi somente no YouTube, Vimeo e outros sites de vídeos e há 10 anos atrás. Drones e suas imagens não são mais uma novidade e, por isso, devem complementar uma história e um roteiro bem escrito.

Comente agora direto conosco

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.