Machu Picchu já possui trajeto que pode ser feito em cadeira de rodas

A empresa de viagens e turismo Wheel the World desenvolveu o primeiro passeio em cadeira de rodas em Machu Picchu. A empresa, que já oferece pacotes a partir de US$ 1.500 para este passeio inclusivo, foi fundada pelos chilenos Álvaro Silberstein, que é cadeirante e Camilo Navarro. A “Wheel the world” oferece passeios inclusivos no Chile, México e agora no Peru. No Chile, a empresa oferece passeios inclusivos a Torres del Paine, San Pedro de Atacama e Ilha de Páscoa.

Machu Picchu está totalmente acessível para pessoas com cadeiras de rodas por alguns meses. “Acessível não significa inclusivo” disse Navarro em uma entrevista à rede de televisão norte-americana CNN. Isso porque o local não é pavimentado para que cadeira de rodas comuns possam passear por lá, exigindo um equipamento especial e adaptado.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Wheel the World (@wheeltheworld) em

Na entrevista, os fundadores relataram que a Wheel the World teve vários problemas para resolver antes de oferecer passeios para cadeirantes em Machu Picchu. Um deles foi o alto custo de cadeiras de rodas especiais, por isso a empresa buscou parceiros na região que disponibilizasse o equipamento próximo do local peruano.

A solução então foi fazer parcerias com empresas que pudessem doar as cadeiras de rodas e armazená-las na região, o que significa que os usuários não precisam usar sua própria cadeira ou arcar com o custo do transporte.

“A cadeira de rodas foi projetada com uma única roda e duas hastes longas que a fazem parecer um carrinho de mão. É uma mistura de aço e alumínio, como uma bicicleta, por isso é leve “, explicou Camilo Navarro.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Wheel the World (@wheeltheworld) em

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.