Jordana Agapito torna-se a primeira mulher a escalar Boulder V12 no Brasil

No último final de semana em Cocalzinho de Goiás-GO a escaladora goiana Jordana Agapito da Paz realizou a primeira acensão feminina da linha de boulder “Kalunga” graduada em V12 no Brasil.

Com isso Jordana Agapito entra para a história do esporte brasileiro como a primeira mulher a encadenar uma linha de boulder nesta graduação.

A linha “Kalunga” possui poucas repetições, e foi aberta a cerca de 12 anos pelo escalador Raul em Cocalzinho de Goiás-GO, possui movimentos fortes e ao mesmo tempo delicados com micro-regletes e exige concentração do escalador.

Jordana possui 27 anos e escala a pouco menos de 3 anos além de trabalhar como coordenadora de marketing em Goiânia.

Para conseguir atingir a marca a escaladora treina 2 vezes por semana na academia goiana “Vertical Escalada” e, para complementar sua rotina de treinos, Jordana é dedicada atleta de Muay Thai, esporte que a faz levantar diariamente às 6:00 para treinar.

Foto: Reprodução Facebook

Foto: Reprodução Facebook

No seu breve curriculum já consta algumas ascensões de respeito como a linha “Ai vó!” graduado em V9, e “Aurora” (este na cidade de Igatu-BA)  graduado em V10.

A pequena cidade de Cocalzinho de Goiás, de 17.391 habitantes, é uma das cinco maiores áreas de escalada em boulder de todo o mundo, e está distante 160 km da capital do estado.

Por possuir muitos atrativos de natureza, além da gigante área de boulder, como cachoeiras trilhas e vegetação de Cerrado motiva grande parte dos escaladores da região de Brasília e Goiânia que frequentam o local constantemente.

Para quem está cético em relação à conquista de Jordana Agapito foi noticiado, ainda que de maneira não oficial, que a ascensão foi filmada e um vídeo será divulgado em breve para apreciação do público.

Foto: Reprodução Instagram | @jordanaagapito

Foto: Reprodução Instagram | @jordanaagapito

There are 3 comments

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.