IFSC é processado pela federação japonesa e “congela” convites

Administrar um esporte não é uma tarefa fácil, especialmente se possui o hábito de mudar as regras do jogo durante o decorrer da temporada. Este tipo de comportamento, o qual é muito criticado pesadamente pela imprensa e condenado veementemente por patrocinadores, é praticado largamente pelas federações envolvidas no futebol. Mas como já é de praxe, problemas com regras de campeonatos e decisões polêmicas existem em todos os esportes e a escalada não está imune a esta realidade.

Ao que parece a International Federation of Sport Climbing (IFSC) está sentindo na pele este tipo de realidade e tem agora o desafio de tomar decisões impopulares. Desta vez não é uma simples pisada em chapeleta, a qual pode desclassificar qualquer atleta mesmo sendo uma estrela (como aconteceu com Adam Ondra em 2019), mas uma decisão judicial pode interferir diretamente na organização da temporada.

De acordo com o site 8a.nu, o IFSC enviou os 40 convites para o próximo evento de qualificação olímpica em Toulouse, na França. A Revista Blog de Escalada, após consultar o regulamento e entrar em contato com a própria entidade, divulgou em primeira mão para a América Latina, os qualificados para a seletiva.

Foto: Eddie Fowke / IFSC

Entretanto, alguns dias depois, o IFSC fez uma alteração nas regras e, consequentemente, vários desses convites foram revogados. Jérôme Meyer, chefe da Comissão Olímpica do IFSC, publicou o seguinte anúncio:

“Após uma análise da aplicação do Sistema de Qualificação dos Jogos Olímpicos de Verão de Tóquio 2020 (QS) ocorrida hoje, juntamente com o Tokyo 2020 Sport Entry, em relação ao IFSC Combined Qualifier 2019 em Toulouse (FRA) de 28 de novembro a 1 de dezembro de 2019, observe uma emenda importante que agora se aplica aos regulamentos de Qualificadores Combinados IFSC de 2019 (Sistema de Qualificação), conforme relatado na folha de informações do evento e na seção de regras do IFSC no site”.

Nessa emenda, de acordo com site 8a.nu, o IFSC não impõe um limite de dois convites por país para o evento de Toulouse (como constava no regulamento). Essa mudança fez com que vários atletas que não fossem convidados, porque excederam o limite anterior. Isso também significa que os atletas que pensaram ter recebido convites serão eliminados.

Foto: Eddie Fowke

Dada a mudança de regra de última hora e a ambiguidade em torno da situação, a federação de escalada japonesa (JMSCA) processou o IFSC. Yujiro Goda, diretor da JMSCA, disse a um veículo japonês: “Por que devo esperar o IFSC me confirmar? Quero fazer o que posso pelos atletas”. Por “fazer o que posso” foi criada uma ação legal, a qual seria a melhor maneira de chamar a atenção do IFSC.

O processo foi aberto no Tribunal Arbitral do Esporte, um tribunal internacional que regulamenta disputas relativas a esportes. A sede do tribunal fica na cidade de Lausanne, França, com cortes adicionais localizadas em Nova Iorque e Sydney, bem como nas cidades que sediam os Jogos Olímpicos durante a realização destes.

Até resolver o imbróglio, o IFSC decidiu congelar a lista de atletas até que as situações das federações nacionais sejam resolvidas até o prazo de inscrição do evento. Pela mudança de regra, agora a lista de qualificados para o pre-olímpico de Toulouse ficou:

Homens

  1. Adam Ondra (República Tcheca)
  2. Kokoro Fujii (Japão)
  3. YuFei Pan (China)
  4. Jan Hojer (Alemanha)
  5. William Bosi (Inglaterra)
  6. Sascha Lehmann (Suíça)
  7. Meichi Narasaki (Japão)
  8. Manuel Cornu (França)
  9. Rei Sugimoto (Japão) (adicionado com a mudança de regra)
  10. Nikolai Yarilovets (Rússia)
  11. Jongwon Chon (Coreia do Sul)
  12. Alberto Ginés López (Espanha)
  13. Keita Dohi (Japão) (adicionado com a mudança de regra)
  14. Bassa Mawem (França)
  15. Yannick Flohé (Alemanha)
  16. Alfian Muhammad (Indonésia)
  17. Stefano Ghisolfi (Itália)
  18. Anze Peharc (Eslovênia)
  19. Nathaniel Coleman (EUA)
  20. Sean Bailey (EUA)
  21. Jernej Kruder (SLO) (Retirado com a mudança de regra)
  22. Aleksei Rubtsov (RUS) (Retirado com a mudança de regra)

Mulheres

  1. Lucka Rakovec (Eslovênia)
  2. YueTong Zhang (China)
  3. Fanny Gibert (França)
  4. Jain Kim (Coreia do Sul)
  5. Julia Chanourdie (França)
  6. Ai Mori (Japão)
  7. Mia Krampl (Eslovênia)
  8. Futaba Ito (Japão)
  9. Kyra Condie (EUA)
  10. Anouck Jaubert (França) (adicionada com a mudança de regra)
  11. Canção Yiling (China)
  12. Sol Sa (Coreia do Sul)
  13. Ashima Shiraishi (EUA)
  14. Áries Susanti Rahayu (Indonésia)
  15. Levgeniia Kazbekova (Ucrânia)
  16. Laura Rogora (Itália)
  17. Alannah Yip (Canadá)
  18. Elnaz Rekabi (Irã)
  19. Aleksandra Kalucka (Polônia)
  20. Margo Hayes (EUA) (adicionada com alteração de regra)
  21. Sandra Lettner (Áustria) (Retirada com a mudança de regra)
  22. LuliiaKaplina (Rússia) (Retirada com a mudança de regra)

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.