Helicóptero faz pouso no topo do Aconcágua pela primeira vez

Um helicóptero da Airbus fez pouso no cume do Aconcágua (6.960 m) em um marco histórico e que no futuro poderá ajudar montanhistas serem resgatados em situações extremas e de emergência. A empresa europeia conseguiu um helicóptero bimotor para pousar pela primeira vez na história da aviação argentina a uma altitude tão grande e o fez sem complicações e em condições climáticas complexas. O pouso foi feito na última terça-feira.

Atualmente, o Parque Provincial de Aconcágua já possui um helicóptero, mas este é de “características comuns” (com apenas um motor) para auxiliar os montanhistas. No entanto, Sebastián Melchor, diretor de Recursos Naturais Renováveis ​​do governo da província argentina de Mendoza, indicou que o fato do cume ter sido alcançado com um helicóptero bimotor, abre as portas para um futuro ainda mais seguro para os aventureiros. A segurança do Aconcágua é uma obsessão para o governo da província de Mendoza, sendo a cobrança pelos resgates ser tema de debates constantes.

A aeronave que completou o feito foi o novo Airbus Helicopter H145 e decolou de Mendoza, voando por aproximadamente 30 minutos até o pé do Aconcágua. De lá o helicóptero iniciou sua subida de 15 minutos até o topo da montanha, nas temperaturas de inverno do hemisfério sul, que atingiram -22 °C.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.