Estudo aponta que não se exercitar é pior para a saúde que fumar

Um estudo científico realizado pelo médico norte-americano Wael Jaber, afirmou que o estilo de vida sedentário é pior para a saúde do que tabagismo, diabetes e doenças cardíacas. O estudo foi publicado no jornal JAMA Network Open. O JAMA (The Journal of the American Medical Association) é uma revista científica de medicina publicada 48 vezes por ano pela American Medical Association.

No estudo, pesquisadores estudaram retrospectivamente 122.007 pacientes que se submeteram a testes de exercício em esteira na Cleveland Clinic, local onde atua Dr. Wael Jaber. Os exames foram realizados entre 1 de janeiro de 1991 e 31 de dezembro de 2014.

Foto: Hike it Baby | https://outdoorfamiliesonline.com/

O objetivo da pesquisa era medir a mortalidade por todas as causas relativas aos benefícios do exercício e fitness. Aqueles com menor taxa de exercício representaram 12% dos participantes. Os benefícios do exercício foram vistos em todas as idades e em homens e mulheres. Entretanto, o que chamou a atenção dos pesquisadores foram quando comparou os riscos com quem não se exercitam muito.

Comparando aqueles com um estilo de vida sedentário aos melhores praticantes de exercício, o risco associado à morte é “500% maior”, segundo as próprias palavras do Dr. Wael Jaber. “Se você comparar o risco de sentar versus o mais alto desempenho no teste de exercício, o risco é cerca de três vezes maior do que o tabagismo”, explicou Jaber à rede de televisão CNN. “Todos nós sabemos que um estilo de vida sedentário ou inadequado é um risco. Mas estou surpreso que eles superem até os fatores de risco tão fortes quanto o fumo, a diabetes ou até mesmo a doença terminal”, completou.

Para ter acesso ao estudo acesse: https://jamanetwork.com

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.