Escalador Brad Gobright morre em acidente em Potrero Chico no México

ATUALIZAÇÃO: 28/11/2019 12:48

Nas palavras de Gino, um escalador que estava 100 metros mais alto em uma declaração para a revista norte-americana rockandice.com, Brad Gobright rapelava simultaneamente com Aiden Jacobson quando a ponta da corda atravessou seu ATC e caiu.

A ponta da corda de Gobright não possuía um nó na ponta, um procedimento de segurança considerado básico. A dupla estava na sétima enfiada, de um total de 15, e usava uma corda de 80 metros. Na queda, ambos chocaram-se com um platô.

Ao assistir o ocorrido, Gino desceu até onde Aiden Jacobson para ajudar.


Artigo original: 28/11/2019 7:32

O escalador norte-americano Brad Gobright morreu ontem à tarde, 27 de novembro. De acordo com relatos, seu companheiro de cordada sobreviveu. Ambos escalavam a via “Sendero Luminoso” em Potrero Chico, tradicional local de escalada do México e considerado dos melhores da América do Norte. Gobright tinha 31 anos e era um dos escaladores mais destacados dos EUA dos últimos anos.

Muitos o conheceram após sua aparição em um dos episódios de Reel Rock 12 após o recorde de velocidade na via “The Nose” com Jim Reynolds. Gobright estrela também um filme no Reel Rock 14, atual temporada. O festival não terá exibição no Brasil por problemas de distribuição da Sender Films e falta de interesse de quem detém dos direitos.

Segundo os relatos divulgados pelas autoridades locais, os dois escaladores sofreram um acidente em Potrero Chico. Um deles, o escalador norte-americano Brad Gobright, 32, morreu depois de cair de uma altura de aproximadamente 200 metros. Seu companheiro de escalada, Aidan Jacobson, de 26 anos, possui ferimentos no tornozelo direito e contusões decorrentes da queda.

Fontes locais indicam que equipes de resgate da cidade mexicana de Nuevo León ajudaram Jacobson a descer. Na imagem abaixo está o ponto em que Aidan Jacobson teria sido resgatado.

Foto: cortesia de Javier Serratos

Brad Gobright era considerado um excelente escalador profissional, destacando-se nos estilos tradicional e em estilo solo. Entre muitas outras conquistas, escalou com Alex Honnold a escalada do “El Niño” pela “Pineapple Express” em Yosemite. Junto com Jim Reynolds, em 2017, quebrou o recorde de ascensão em velocidade do “the Nose”. Na época o recorde pertencia desde 2012 a Alex Honnold e Hans Florine.

Apesar das escaladas arriscadas foi o recorde de velocidade no “The Nose”, em outubro de 2017 que fez dele um escalador com destaque na mídia norte-americana.

Alex Honnold foi um dos primeiros a expressar suas condolências nas redes sociais. Honnold fez isso através de sua conta no Instagram:

“Lamento saber que Brad Gobright acabou de morrer em um acidente de escalada. Ele era uma alma calorosa e gentil, alguns dos escaladores com quem adorava passar o dia. Eu acho que há algo a ser dito sobre estar seguro lá fora e os riscos inerentes da escalada, mas isso não importa para mim agora.

Estou triste pela morte de Brad e pela sua família. Brad era uma verdadeira joia de pessoa. Apesar de todos os seus pontos fortes e fracos (como seus dedos impressionantes e fortes ou por morar em um Honda Civic), Brad era simplesmente um cara legal. Eu acho que não há muito mais a dizer. Estou triste. O mundo da escalada perdeu uma verdadeira luz. Descanse em paz”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

I’m so sorry to hear that @bradgobright just died in a climbing accident. He was such a warm, kind soul – one of a handful of partners that I always loved spending a day with. I suppose there’s something to be said about being safe out there and the inherent risks in climbing but I don’t really care about that right now. I’m just sad for Brad and his family. And for all of us who were so positively affected by his life. So crushing. Brad was a real gem of a man. For all his strengths and weaknesses (like his insanely strong fingers, or living out of a Honda Civic…) at the core he was just a good guy. I guess there’s nothing really to say. I’m sad. The climbing world lost a true light. Rest in peace…

Uma publicação compartilhada por Alex Honnold (@alexhonnold) em

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.