Escalada em Cuenca: Conheça a Meca do esporte do centro da Espanha

Começando a série sobre esportes outdoor no velho continente. Nesse primeiro artigo vou apresentar algumas informações sobre a escalada em Cuenca, na Espanha, que é um dos setores que mais venho frequentando atualmente.

A cidade de Cuenca e seu entorno

Cuenca e suas casas colgantes

Cuenca é uma cidade muito interessante. Só por ela mesma já vale dar uma passada e visitar aquela região. Está situada na comunidade autônoma de Castilla-La Mancha (região central da Espanha). A parte medieval da cidade está construída sobre uma ladeira, com suas típicas casas “colgantes”, suspensas em um desfiladeiro.

Cuenca foi denominada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1996.

O seu entorno natural também é maravilhoso e bem aproveitado para praticar vários tipos de esportes. Além da escalada, no que se chama “Serrania de Cuenca”, existem várias trilhas de mountain bike, trail running e de trekking.

Também dá para fazer ciclismo de asfalto, além de canoagem e caiaque nos dois rios que cortam a cidade.

Escalada em Cuenca

Vistas da cidade de Cuenca desde o setor “Merendero”. A esquerda setor “Paules” e “Cova de la Zarza”. A direta setor “Museo de los Horrores”.

O tipo de rocha aqui é calcária, com cores que alternam entre a laranja e a cinza. Por ser um calcário antigo/velho apresenta na formação algo diferente das comumente vistas em outros locais de escalada. A título de curiosidade, o primeiro filme de Conan, com o ator austríaco Arnold Schwarzenegger, foi rodado perto de Cuenca em um lugar chamado “Cidade Encantada”. Se alguém ainda se lembra desse filme dá para ter uma ideia da formação da rochosa bem característica daqui.

O forte da escalada começou na década de 1990, quando uns intrépidos escaladores madrilenhos resolveram começar a equipar aquela inusitada formação rochosa. Desde então não se parou de abrir vias de maneira constante. Até a última edição da guia de escalada de cinco anos atrás, Cuenca contava com 600 vias. Entretanto, contando as atualizações e a nova edição da guia, que sairá nos próximos meses, o local já conta com mais de 1.000.

Via: “La Motillo del Curilla (8C br) (setor Merendero senda)

As vias de escalada estão distribuídas ao longo de 25 setores localizados nas fozes dos rios Júcar e Huécar que contornam a cidade, além de dois setores situados em um povoado próximo chamado Valdecabras (Valdecabras Norte e Sul). Entretanto o Valdecabras Sul está atualmente fechado para escalada.

Lá é onde está a famosa via “Palestina”, um 8c+/9a francês (11b/11c brasileiro) que Adam Onda tentou fazer a vista faz uns anos atrás.

Uma das paredes do setor “Merendero”

A escalada aqui é dura, mas extraordinária. As vias são de alta qualidade, com grande personalidade, técnicas, exigentes para os dedos e com um componente físico importante. Muitas delas são de continuidade, apresentando com frequência seções de boulder.

Outra grande característica deste lugar de escalada é que a graduação das vias é, como se diz aqui, “apertada”. Devido a essa característica, Cuenca não é considerada uma escola “comercial”. Dizem que quem evolui o grau em Cuenca, está bastante preparado para enfrentar outras escolas de escalada esportiva.

Uma das paredes do setor “Primate”

As vias vão dos 15 aos 30 metros, com graduação entre V e 8c+/9a (11b/11c brasileiro). Entretanto, o que predomina são as vias de aproximadamente 25 metros, levemente negativas e compostas por regletes e buracos (principalmente de monodedos e bidedos) entre os do VI ao 9b brasileiro.

Em sua grande maioria as vias estão equipadas com parabolts e as mais antigas foram reequipadas em quase sua totalidade.

Melhor época para escalar

Vista parcial dos setores “Merendero” (paredes à direta) e “El Dado” (paredes da esquerda)

Em Cuenca se pode escalar o ano inteiro. Só é necessário se mover pelos setores de sombra (exemplos de ótimos setores, Paules e Merendero) ou de sol (ex. setores Colmena e Valdecabras Sur), dependendo da estação do ano e do horário do dia.

Também é importante destacar que os invernos são bastante rigorosos. As vezes se chega nos setores pela manhã a -3 graus e ao começar a escalar a rocha adormece os dedos, mas depois com o sol vai esquentando.

Por outro lado, os verões são bastante quentes (mas sempre está o rio para dar uma refrescada depois de escalar). Por tanto, as melhores épocas para desfrutar a escalada nessa zona são entre os períodos de primavera e outono.

Onde comer

Vista dos setores Merendero, Primate e Cova de la Zarza.

Castilla–La Mancha conta com uma gastronomia bem típica. Recomendo provar o queijo manchego, e pratos como o “pisto” e o “ajoarriero”.

Como não poderia deixar de ser, como em qualquer cidade da Espanha, Cuenca tem muitos bares. Vale a pena visitar o casco antigo da cidade, se sentar em alguma “terrasita”, apreciar a vista e tomar uma boa “caña” (como chamam o chope aqui).

Além disso, Cuenca tem restaurantes e bares para todos os gostos. Entretanto, o nosso preferido fica fora da cidade, na rodovia entre Cuenca e Valdecabras, fora do circuito turístico. Se chama “El Ventorro”. A comida é bem típica e, para quem quiser ter uma imersão cultural da maneira de ser castiça, vale a pena dar uma passadinha por lá.

Onde dormir

Por ser uma cidade muito turística, Cuenca tem várias opções de alojamento, para todos os bolsos.

Também tem três campings fora da cidade, perto de alguns setores, além de muitos lugares para dormir com as “furgonetas” (o que no Brasil seria algo parecido com o motorhome, ou vans adaptadas para dormir), alguns desses lugares é oficialmente permitido dormir, em outros, não.

Além disso, tem uma pensão no centro da cidade, fora do casco antigo, que faz descontos para escaladores.

Como chegar

Existe um trem de alta velocidade (AVE) que une a cidade de Cuenca com Madrid em uma hora. Entretanto, o melhor é ter um carro, porque a maioria dos setores estão um pouco longe do centro da cidade.

Também dá para dar uma esticadinha e visitar a cidadezinha medieval de Albarracín, que além de muito bonita, é uma das regiões de boulder mais famosas da Espanha.

Mais informações sobre a escala em Cuenca:

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.