Emily Harrington divulga vídeo falando sobre seu acidente em Yosemite

Conforme divulgado pela Revista Blog de Escalada em novembro de 2019, a queda de Emily Harrington em Yosemite teve grande repercussão na comunidade de escalada. No último final de semana, Emily divulgou um vídeo contando mais detalhes sobre o acidente.

O vídeo não mostra a queda, mas mostra o resgate e o que aconteceu. Emily Harrington estava em Yosemite em novembro, quando tentava uma variedade de vias difíceis. A escaladora estava procurando aproveitar os últimos dias da temporada antes da chegada do inverno.

O vídeo pode ser assistido no topo do artigo e possui pouco mais de 8 minutos.

O acidente

Emily Harrington

Emily Harrington

Emily queria tentar escalar em estilo livre a via “Golden Gate” em um dia. A via possui dificuldade graduada em 5.13 norte-americano (9b brasileiro) e com 36 enfiadas. A via só teve duas subidas em estilo livre femininas: Hazel Findlay (a primeira em 2011) e Emily Harrington (a segunda em 2015).

Infelizmente para Emily, a queda aconteceu logo no início da escalada em uma enfiada que tinha dificuldade cotada em 5.10c norte-americano (6º brasileiro), quando ela não esperava sair.

Alex Honnold e Emily Harrington planejaram driblar o tempo frio que estava fazendo em Yosemite com uma estratégia arriscada. Ambos planejaram escalar no estio conhecido no Brasil como “à francesa” ou “em simultâneo” e no começo da manhã.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Back on the sharp end… and it’s a braid swangin’ good time 😊💥🇲🇽 // 📸 @sav.cummins // @thenorthface_climb

Uma publicação compartilhada por Emily Harrington (@emilyaharrington) em

Uma estratégia arriscada, que consiste em uma escalada que tanto quem está guiando, como o segundo, progredirem simultaneamente. Neste estilo é possível fazer mais cordadas em menos tempo. Nele deixa-se grandes distâncias entre as proteções e, assim, é possível eliminar até quatro cordadas.

Quando Emily Harrington escorregou e sofreu a queda, estava em uma enfiada que é cotada em 5.10 norte-americano (6°sup brasileiro), por uma passagem com duas fendas. Harrington é considerada pela comunidade de escaladores dos EUA uma escaladora forte, com capacidade de enfrentar vias de dificuldade 5.14 norte-americano (a partir de 10c brasileiro).

Comente agora direto conosco

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.