Como não perder o foco nos objetivos de escalada

O mundo é uma espécie de parque de diversões cheio de tentações, tentando ter nossa atenção a todo o momento, nos chamando para algo novo que muitas vezes não nos acrescentam em nada. Nem sempre por causa das tentações, mas também das prioridades, pois nossas obrigações da vida cotidiana faz com que estejamos com a cabeça cheia de problemas, tarefas, sonhos e vontades que fica difícil realmente manter a concentração.

Manter o nível elevado de determinação é essencial para alcançar os objetivos. Muitas vezes a diferença entre um ou outro escalador de alto nível é o nível de foco e determinação que ele possui com seus objetivos.

Ser realista

Se você tem um objetivo elevado que soa fantástico na teoria, mas é praticamente impossível, é o mesmo que dar um tiro no próprio pé. Quer aumentar o seu grau de escalada em uma semana? Não vai acontecer. Para qualquer tipo de evolução, é necessário tempo e dedicação. Por mais duro que possa soar, mágicas e milagres no esporte não acontecem sem treinamento e dedicação.

Por existir pessoas que não foram realistas com elas mesmas no momento de estabelecer seus objetivos, a frustração soa como “falha”. Portanto, para que seu foco seja mantido, defina metas em melhoramentos pequenos e mensuráveis. A realização de um objetivo é a soma de pequenas metas alcançadas. Cada vez que alcançar uma meta, seu momento se intensifica até que todas essas pequenas vitórias se acumulem para obter uma vitória gigante.

Ser comprometido

Foto: http://www.climbingstrong.com

Em termos gerais, compromisso é uma responsabilidade assumida. O comprometimento vai além da responsabilidade, pois a pessoa deve estar envolvida e motivada para cumprir este compromisso da melhor forma possível. O comprometimento é quase que um sinônimo de compromisso, mas requer responsabilidade da parte de quem se compromete. O comprometimento é fruto de cinco fatores: admiração, respeito, confiança, paixão e intimidade.

“Estude” a si mesmo antes de decidir sobre um tempo de treinamento e repare quando geralmente se sente mais ativo e energético. Seja consciente de quando é menos provável que se afaste do treinamento por outras coisas que surgem na sua vida, como trabalho ou necessidades da família. Defina suas sessões de treinamento para hora do dia e as adicione à sua agenda diária. Fazer com que a rotina diária inclua seus treinamentos é efetivamente tornar o esporte “estilo de vida”. Portanto, assim como suas outras rotinas diárias (escovar os dentes, tomar banho, almoçar, etc) crie uma linha rígida em torno do seu treinamento que seja praticamente inquebrável como parte do seu compromisso consigo mesmo.

Seja metódico

Foto: http://escaladagranada.es/

Na área de administração existe um ditado que afirma: aquilo que você não mede você não gerencia. Esta filosofia deve ser implementada na sua rotina diária e nos seus treinamentos. Tudo deve ser medido. Preferencialmente diariamente.

Tome como dados mensuráveis em uma planilha desde o seu peso, passando por número de repetições, tempo de descanso e quantidade de treinamento específico. Todas essas medidas, claro, devem ser administradas por você e pelo seu treinador. O hábito de medir e comparar dia a dia os incrementos e decrementos farão com que se acostume a monitorar sua evolução.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.